A morte visitou o Egito e em uma noite de pavor todos os filhos e animais primogênitos morreram. Mas a morte não alcançou os hebreus, eles foram preservados pelo Senhor. Esse grandioso livramento de Deus, demarcou a celebração da primeira Páscoa para os hebreus.

Por causa do comércio, o diabo tenta distorcer muitas verdades Bíblicas, como por exemplo, a Páscoa (Pessach), confundindo crianças, jovens e adultos até no meio evangélico, com a simbólica troca de ovos de Páscoa feitos de chocolate, botados por coelhos, e segundo nos consta o coelho não bota ovos, muito menos de chocolate!

O que significa páscoa? o que é a pascoa? A partir de Jesus, a celebração da Páscoa foi substituída pela Ceia do Senhor, com o pão e o vinho, em Sua memória. 
O maior motivo de comemoração para os cristãos é o dia em que seus pecados foram perdoados, o dia em que o homem foi comprado por um preço muito alto e esse preço foi a vida do próprio filho de Deus, que morreu para que todos pudessem ter vida eterna através dEle.
A páscoa é a festa instituída em lembrança da morte dos primogênitos do Egito e da libertação dos Israelitas. O seu nome deriva de uma palavra hebraica que significa a passagem do anjo exterminador, sendo poupadas as habitações dos israelitas, cujas portas tinham sido aspergidas com o sangue do cordeiro pascal.
Alguns céticos, com relação a veracidade da Palavra de Deus, chegaram ao ponto de sugerir que JESUS tentou autenticar-se como o Messias encenando deliberadamente as profecias do Velho Testamento - e até persuadiu um Judas bem-intencionado a ajudá-lo.
Como o Senhor Jesus, o Rei dos reis e Senhor do senhores, estava vestido no dia de Sua morte (crucificação)? Ele usou seis vestimentas diferentes. Em minha opinião, Deus quer nos transmitir uma mensagem por meio delas. Vamos analisá-las uma a uma.
A Páscoa comemorada anualmente prova a escravidão de Israel no Egito e a sua libertação, como a Bíblia declara, e também que os judeus são os herdeiros de Abraão, com direito de posse sobre aquela terra, com uma escritura que Deus assinou há 4000 anos.
A Páscoa é uma comemoração muito importante na vida do crente, ela é sinônima de libertação, entende-se também como início de novos rumos, da nova caminhada em direção a uma vida santa e segundo o coração de Deus
A celebração da Páscoa ao longo dos séculos antes de Cristo sofreu algumas alterações de caráter secundário. Contudo a Páscoa nunca modificou o seu sentido de memória dos grandes atos de Deus em favor do Povo a fim de que esse gesto possa renovar a esperança daqueles (as) que estão oprimidos(as).
A instituição da primeira páscoa deu-se por ordenança do Senhor ao povo judeu, na noite em que foram libertos da escravidão do Faraó do Egito
Falar de origem da Páscoa é entrar no campo das suposições, pois não há dados suficientes que ajudem a esclarecer sobre essa celebração no período pré-mosaico.
Páscoa ou Domingo da Ressurreição é uma festividade religiosa e um feriado que celebra a ressurreição de Jesus ocorrida três dias depois da sua crucificação no Calvário conforme o relato do Novo Testamento. É a principal celebração do ano litúrgico cristão e também a mais antiga e importante festa cristã. A Páscoa já era comemorada antes do surgimento do Cristianismo. Tratava-se da comemoração do povo judeu por terem sido libertados da escravidão. O dia da Páscoa deriva da tradição judaica e é a mais importante comemoração podendo ser então comemorada entre os dias 22 de março e 25 de abril
"Alimpai-vos, pois, do fermento velho, para que sejais uma nova massa, assim como estais sem fermento. Porque Cristo, nossa páscoa, foi sacrificado por nós."  1 Coríntios 5.7
A Páscoa é lembrada em praticamente todas as religiões. Mas as celebrações que marcam a data são distintas, assim como o significado para as diferentes crenças
“Porque, se fomos unidos com ele na semelhança da sua morte, certamente, o seremos também na semelhança da sua ressurreição” (Rm 6.5).
Num contexto de mudanças tão rápidas e da banalização do cristianismo, eu particularmente creio que a celebração cristã que mais representa o significado do verdadeiro cristianismo é a páscoa cristã.
Não se deixe enganar. Não existe coelho da páscoa - mas, sim, o Cordeiro de Deus - JESUS CRISTO. Na Páscoa, nada se refere a chocolate mas, sim, ao precioso sangue de Jesus derramado na cruz em favor de cada um de nós.
Enquanto comiam, Jesus tomou um cálice, agradeceu e disse: “isto é o meu sangue, o sangue da [nova] aliança, derramado em favor de muitos, para remissão de pecados” (Mt 26.28)
Para os cristãos, a Páscoa é a passagem de Jesus Cristo da morte para a vida: a Ressurreição. A passagem de Deus entre nós e a nossa passagem para Deus.
A Páscoa (Pessah) deve ser celebrada no 14º dia do primeiro mês do ano, pelo calendário hebraico. Nesta época os escravos eram os israelitas, que não tinham como alcançar sua liberdade, e necessitavam de alguém que fizesse isto por eles. E foi isto que o Senhor fez por Israel. Toda redenção acontece porque um preço é pago
Esta é a mensagem da Páscoa, a ressurreição de Cristo, o fim do processo de reconciliação do homem com Deus, ou seja, a redenção do homem. Tudo o que os cristãos que nos trouxeram até aqui viveram, creram, amaram e sofreram jorrou dessa única fonte, a ressurreição de Cristo. Toda a vida cristã é faísca desse fogo, é reflexo do túmulo vazio.
A partir de Jesus Cristo, a celebração da Páscoa foi substituída pela Ceia do Senhor, com o pão e o vinho, em Sua memória. Não mais para relembrarmos a saída do Egito (estado), mas para sempre nos lembrarmos da saída do Egito do pecado, e da liberdade que há na sua morte e ressurreição. É necessário restaurarmos o verdadeiro significado da Páscoa
A celebração da Páscoa tem a sua origem na Palavra de Deus, e não tem nada a ver com ovos de chocolates ou coelhos. Jesus ressuscitou na Páscoa. Ele morreu para nos dar a vida eterna! A sua ressurreição simboliza o início de uma vida nova, uma vida liberta da escravidão do pecado!
A Primeira Páscoa foi comemorada pelos israelitas quando entraram na Terra Prometida, celebrando à passagem da escravidão para a liberdade. Hoje, nós comemoramos a Páscoa para lembrar que Jesus morreu e derramou Seu sangue para nos salvar do pecado, e depois de três dias Jesus ressuscitou, é a passagem da morte para a vida. Vida com Cristo.
A palavra Páscoa vem do hebraico pasaq e quer dizer 'passagem'. Para o cristão, a Páscoa é símbolo da passagem de uma vida de pecado, onde o homem está distante de Deus, para uma nova vida na presença de Cristo. 'Cristo, a nossa Páscoa, foi sacrificado por nós para sermos verdadeiramente livre.
Coelhos, ovos e outros apetrechos populares foram acrescentados ao evento da Páscoa pela crendice e superstição populares. Nada têm a ver com o significado da Páscoa judaica que comemora a libertação dos judeus da escravidão do Egito e nem da ceia do Senhor celebrada pelos cristãos em memória de Cristo.
Nós cristäos também comemoramos a páscoa, não a páscoa judaica nem a comercial onde o mais importante é a troca de ovos de chocolate deixados pelo Coelho de Páscoa, mas a páscoa bïblica neo testamentária. Jesus Cristo o fundador do cristianismo nosso Cordeiro Pascal, praticava a páscoa judaica e a transformou em Santa Ceia, portanto os cristãos de todo o mundo praticam a páscoa pelo menos uma vez por mês.
Para nós evangélicos a verdadeira páscoa foi consumada quando o nosso Mestre e Senhor foi crucificado na cruz. O nosso alvo é a importância da morte do Senhor Jesus, e devemos nos lembrar disso, até a volta d'Ele, para nos buscar; isto é, devemos lembrar da Sua morte na Ceia do Senhor.


Receba Estudos Biblicos todos os dias!
Cadastre-se seu e-mail! É Grátis
     Digite seu Email Abaixo
Emails Cadastrados

OBS: Não esqueça de confirmar seu email em seguida!