Notícias de guerra dominam as manchetes do dia. Conflitos no Oriente Médio. Guerras antigas na África. Ameaças de hostilidades na Ásia. Os nomes, lugares e motivos variam, mas a história é a mesma. Paz mundial duradoura parece cada vez mais distante no mundo moderno. Como devemos encarar a guerra? Um discípulo de Cristo pode usar armas para matar outras pessoas? O que Deus diz nas Escrituras?
Será que seremos a única espécie que desfrutará dos novos céus e nova terra profetizados pelas Escrituras? O que será das inúmeras espécies animais e vegetais, frutos do gênio divino? Terá Deus criado todas elas apenas como figurantes da trama cujo protagonista é o ser humano? 
Muitos cristãos enfrentam dúvidas sinceras convivendo com a cultura que os cerca. Posso isso? Posso aquilo? É pecado aquilo outro? Paulo enfrentou um caso destes na igreja de Corinto. Havia festivais pagãos oferecidos aos deuses nos templos da cidade, onde se sacrificavam animais e se comia a carne deles.
Em geral, os sinais, prodígios e milagres na Bíblia serviam para confirmar a palavra revelada por Deus aos profetas e apóstolos. No Velho Testamento, Deus capacitou homens como Moisés, Elias e Eliseu a realizarem milagres para confirmar a sua mensagem. No Novo Testamento, sinais milagrosos acompanharam os apóstolos do Senhor. Mas Paulo, um dos apóstolos, nos alerta - 'Mas, ainda que nós ou mesmo um anjo vindo do céu vos pregue evangelho que vá além do que vos temos pregado, seja anátema' 
Durante a conversa, meu novo amigo fez uma observação interessante de como Deus poderia acabar com a confusão religiosa. Ele sugeriu que Deus poderia simplesmente revelar para os homens a sua vontade, dizendo que é isso que quer para todos fazerem, e assim não teria tanta confusão. Achei o comentário interessante, e pedi para ele considerar que foi exatamente isso que Deus fez!... Pense comigo sobre os fatos e suas implicações.
Dia 31 de outubro é o Dia da Reforma Protestante e da Pregação do Evangelho. Lutero elaborou 95 teses contra a venda de indulgências, contra o poder absoluto do papa e pregando a salvação, não mais pelas obras, mas única e exclusivamente pela graça de Deus. Pregou essas teses na porta da Igreja de Wittenberg, com um convite a um debate sobre elas.
Algumas igrejas permitem e outras exigem que seus pastores sejam solteiros. O que Deus revelou sobre esta questão? O Espírito Santo foi específico e detalhado nas qualificações destes servos. Encontramos listas de características deles em 1 Timóteo 3.1-7 e Tito 1.5-9. Para as pessoas que realmente querem agradar ao Senhor, estes trechos resolvem a questão de pastores solteiros.
É  proibido ou pecado sair para dançar? Acho lindo a dança e traz um bem estar tão grande que parecemos uma pluma  no outro dia. Mas faz muitos anos que não saio para dançar, porque penso que Deus condena. 
Se você é filho de Deus, você é co-herdeiro com Cristo Jesus do amor de Deus, e esta é uma promessa para os seus filhos. A Palavra de Deus não ensina que os nossos pecados serão cobrados dos nossos descendentes. Nisto percebemos que o cultivo de uma cultura familiar corrompida por vícios, idolatria e imoralidades, ensinados pelos pais aos filhos trará a ausência das bençãos pactuais de Deus, mas, cada um será responsável por si... A doutrina da maldição hereditária nega tanto a suficiência de Cristo, em perdoar graciosamente os nossos pecados, como a fidelidade de Deus em cumprir as Suas promessas.
Todo aquele que se diz ministro e não vive nas normas de Cristo, é mentiroso e está a seviço do diabo, que também usou a Bíblia para tentar Jesus no deserto, hoje muitos supostos ministros usam a Bíblia como marketing comercial, porém, de Deus não se zomba, coisa horrível é cair nas mãos do Deus vivo.
Infelizmente, podemos dizer que muitos cristãos hoje em nossas igrejas agem da mesma forma, adoram aparecer na mídia, serem bajulados, serem artistas, ídolos do povo. Muitos se tornam um empecilho para as pessoas novas na fé, aquelas que querem ter um relacionamento verdadeiro com Cristo, desejam obedecer aos princípios bíblicos e, ao olharem para estes 'cristãos fariseus', se decepcionam a ponto de abandonarem a fé.
Um falso profeta é aquele que afirma falar em nome de Deus, sem contudo representar a Deus ou mesmo pertencer a Ele.  Além disso um falso profeta propaga ensinos antagônicos as Escrituras, tomando para si uma autoridade que não lhe pertence afirmando ser aquilo que Deus diz que Ele não é. Isto posto, elenco 10 características de um falso profeta...


Receba Estudos Biblicos todos os dias!
Cadastre-se seu e-mail! É Grátis
     Digite seu Email Abaixo
Emails Cadastrados

OBS: Não esqueça de confirmar seu email em seguida!