Figuras notórias nos cartões natalinos, os três reis magos exercem fascínio sobre os cristãos do mundo inteiro. Mas quem disse que eram reis? E mais - quem disse que eram três? Não há uma única passagem bíblica que afirme isso. Presume-se que eram três por serem três os presentes que trouxeram ao menino Jesus. Mas não há qualquer indício para que presumamos que eram reis.
Ainda que alguns dos chamados cristãos tenham resolvido 'demonizar' o Natal, na noite de 24 de dezembro, milhões de pessoas em todo o planeta lembrarão do fato inequívoco de que o verbo se fez gente e habitou entre nós cheio de graça e verdade. Isto posto, gostaria de sugerir que nesse Natal você fizesse pelo menos cinco coisas...
Dezembro está chegando e apesar de todas as criticas sobre comemorar ou não o Natal, armar ou não árvore, considero essa uma das épocas mais lindas do ano! Sinceramente não vivo esses dilemas de criticar os símbolos e condenar as decorações.
Você sabia que o Natal é uma data tão especial que parou uma guerra? Foi em 1914, quando soldados alemães lutavam contra os ingleses, no interior da França. Quando chegou a manhã do Natal, nenhum tiro foi disparado.
O maior presente de todos não custa nem um centavo. Não é preciso ficar em pé numa loja apinhada de gente esperando ser atendido para poder comprá-lo. Não é preciso esvaziar a carteira para pagar por ele. E não é preciso sacar o cartão de crédito e acrescentar mais um débito à sua conta já sobrecarregada.
O profeta Miquéias viu o desenrolar cronológico do primeiro e do segundo Natal: 'E tu, Belém Efrata, pequena demais para figurar como grupo de milhares de Judá, de ti me sairá o que há de reinar em Israel, e cujas origens são desde os tempos antigos, desde os dias da eternidade' (Mq 5.1).
O fato que mudou a história da humanidade aconteceu na periferia de uma pequena vila, e os personagens mais próximos eram pastores de ovelhas, e alguns misteriosos reis do oriente... Nada de opulência! Nada de luzes! Nada de enfeites! 
Natal. Que data é esta que nos faz tirar os olhos da Luz, ofuscados pelo esplendor da belíssima árvore natalina; das estrelas brilhantes nos postes da avenida; das canções repetitivas e melancólicas?
Há dois mil anos atrás nasceu em Israel uma criança que mais tarde pôde declarar, com toda a razão: “Antes que Abraão existisse, EU SOU” (Jo 8.58). 
Milhões de pessoas comemoram o Natal. Os pinheirinhos são enfeitados, as casas e ruas ficam cheias de luzes, ceias familiares são realizadas e muitos presentes em lindas embalagens são trocados. Mas, será que pode existir uma comemoração real sem a presença dAquele por causa de quem o Natal é festejado?
Há aproximadamente 2000 anos Deus veio ao mundo, tornando-se homem em Jesus Cristo para reconciliar-nos consigo mesmo. 


Receba Estudos Biblicos todos os dias!
Cadastre-se seu e-mail! É Grátis
     Digite seu Email Abaixo
Emails Cadastrados

OBS: Não esqueça de confirmar seu email em seguida!