Alguém já disse que “Um otimista fica acordado até meia-noite para ver a entrada do ano novo. Um pessimista fica acordado para ter a certeza de que o ano velho se foi.”
 "Os dias da nossa vida sobem a setenta anos ou, em havendo vigor, a oitenta; neste caso, o melhor deles é canseira e enfado, porque tudo passa rapidamente, e nós voamos" (Sl 90.10). Isso só muda se buscarmos a Deus e ao Seu amor.
Quando se somam linguagem religiosa às celebrações de ano novo, temos um chão muito fértil para brotarem palavras desgastadas. Fala-se de esperança sem saber exatamente o que se diz. A prosperidade desejada, como acontecerá? A cada ano repete-se o lugar-comum das decisões e listas de compromissos: orar mais, ler disciplinadamente a Bíblia, fazer regime, voltar a cantar no coral.
Quantas vezes alguém já desejou a você um Feliz Ano Novo e, no entanto, o seu ano foi uma lástima? Quantas pessoas já foram honradas com felicitações como, tenha um ano cheio de paz, saúde e amor e ao final do ano teve na lista retrospectiva, Guerras, enfermidades e ódio?
....as coisas antigas já passaram... (2 Co 5.17). O medo de viver, na verdade, origina-se na culpa e no pecado. Só quem se livrou do fardo do passado pode entrar leve e despreocupadamente pelo portal de um novo ano.
Quando um novo ano se aproxima, muita gente contempla o futuro como uma oportunidade de fazer mudanças na sua vida. É bem verdade que muitos propósitos irrelevantes são estabelecidos e, poucos dias depois, são abandonados; porém, alguns propósitos genuínos podem ser mantidos.
Está mais do que na hora de colocar em ordem nosso coração diante de Deus! Vamos fazer projetos novos, nesse novo ano!
Todos os habitantes do planeta terra desejam que este ano seja mais repleto de paz, que os seres humanos sejam mais piedosos e amorosos, que a alegria emane de forma copiosa sobre nós. É o momento certo de pararmos e pensarmos no que devemos fazer, o ontem passou e jamais voltará a ser o mesmo dia, esqueça seus momentos de tristeza, desânimo, desesperança, choro, mágoa, etc. Todas as coisa passaram e eis que tudo novo se fez! Então tome coragem para vencer, ANO NOVO, VIDA NOVA!
Nessa parábola do beija flor, peço a Deus que nos dê ânimo para 'sobrevoar os mares, andar sobre as águas', sem desanimar. Antes, nos fortalecendo pela certeza de que não há crescimento sem luta, não existe aprendizado e prosperidade na vida espiritual se não deixarmos a comodidade do barco, o continente onde as flores murcharam, e seguir em direção a um novo caminho, às flores de primavera. 2013 pode ser diferente. Que entre beija-flores e mares, se faça em nós novos caminhos, vivos e férteis pela nascente da Água da Vida que é Jesus. Precisamos estar sempre próximos dessa fonte que jorra, em movimento de graça, porque daí vem o combustível para cada novo ano que se inicia.
Não acredito em crendices ligadas ao Ano Novo. Mas também não ignoro os efeitos que uma mudança de ano produz no coração de quem deseja uma vida melhor. Muitos expoentes 'teologizam' a respeito dos modos diferentes de Deus e o homem verem o tempo. Talvez em razão disso alguns irmãos estejam com medo de celebrar o Ano Novo. Sem dúvidas, o fato de mudarmos de 2012 para 2013 ensejará recomeço, para alguns, novas expectativas, para outros, e esperança de uma vida melhor para todos. Celebremos com alegria o Ano Novo!
'Mas a terra que passais a possuir é terra de montes e de vales; da chuva dos céus beberás as águas; terra que cuida o Senhor vosso Deus; os olhos do Senhor, vosso Deus, estão sobre ela continuamente, desde o princípio até ao fim do ano' (Dt. 11. 11,12).
Para cada um de nós, o ano novo traz uma pergunta implícita: O que está por vir? O que terei de enfrentar? Como será minha vida neste novo ano? Através da história de Abraão, Deus nos dá mostras de que podemos confiar nEle.


Receba Estudos Biblicos todos os dias!
Cadastre-se seu e-mail! É Grátis
     Digite seu Email Abaixo
Emails Cadastrados

OBS: Não esqueça de confirmar seu email em seguida!