Há quem creia que para que a pessoa seja ressuscitada no último dia, ela terá que ter sido sepultada. Dá-se a impressão de que Deus dependa da preservação do DNA dos mortos para poder trazê-los de volta à vida. O que dizer dos que foram vítimas de explosões, de incêndio, de naufrágio? Se você deseja ser cremado, sinta-se livre para isso. Seu corpo é templo do Espírito Santo enquanto está vivo. Depois de morto, para nada mais serve, a não ser esperar pela ressurreição, quando o receberemos glorificado e incorruptível.
Se a lei dos judeus dizia que no sábado não se podia fazer nada, então por que Jesus realizava curas neste dia sagrado para eles, mesmo sendo Jesus um judeu? Porque Jesus parece contrariar a lei? Na verdade Ele mesmo disse que a vida era mais importante. Ele veio dar uma outra versão para a mesma lei. Veio abrir os olhos dos cegos para que enxergasse que a lei foi feito para preserva a vida, sendo o sábado criado para benefício do homem e não o homem criado para o sábado.
Se admitirmos que Jesus disse que há casta de demônios que só sai a poder de jejum, estaremos dizendo que há casos em que o Nome de Jesus não funciona. E se de fato Jesus houvesse falado isso, temos que nos lembrar que isso teria sido antes da Cruz, e que, portanto, os principados e potestades ainda não haviam sido despojados (Col.2:15). Mesmo assim, tenho dificuldade em relacionar a expulsão de demônios com o fato de estarmos ou não de barriga vazia.
A controvérsia acerca do divórcio no mundo cristão tem sido interminável. Centenas de escritores têm se expressado a respeito, e ele tem sido debatido em concílios e convenções denominacionais há séculos, mas nosso povo ainda continua sem entendê-lo bem. O divórcio não escriturístico é um dos grandes perigos de nossos dias. Muitas das igrejas modernas são tão lassas em sua aceitação do divórcio como o foram os fariseus dos dias de Jesus, que permitiam a separação por 'qualquer motivo'. Rejeitamos e detestamos este tipo de divórcio 'hollywoodiano'.
A diferença básica entre dar o dízimo na Lei, e entregá-lo voluntariamente na Graça está na motivação com que se faz. O que se faz sob a Lei, se faz por mera obrigação religiosa. Mas o que se faz sob a égide da Graça, se faz por gratidão. Detesto constatar que a maioria daqueles que dão o dízimo, o faz por medo de um suposto espírito maligno identificado como 'o devorador'. Seja a título de dízimo ou de oferta voluntária, tudo o que fizermos deve ser feito por amor e gratidão, jamais por coação ou constrangimento.
Assim como a alma/espírito é renovada na conversão, o corpo físico também será renovado e reunido com a alma/espírito no fim dos tempos. Tal raciocínio começa a dar direção moral para a ética da cremação. Apesar da preferência histórica da igreja pelo sepultamento, nem todas as mortes permitem aos entes queridos uma oportunidade de escolher o método do funeral. No entanto, se há escolha, crentes contemporâneos abertos à cremação deveriam ser aconselhados a cuidadosamente considerar a prática e avaliá-la à luz da Palavra de Deus.
Uma vez que entendemos que ninguém pode ser salvo sem Jesus, como fica a situação das pessoas que viviam antes da encarnação dele? Será que milhões de pessoas foram condenadas, sem chance para serem salvas, somente porque nasceram na hora errada?
Deus não depende das palavras dos homens para agir. Deus é e sempre será Soberano. Soberania é o atributo pelo qual Deus possui completa autoridade sobre todas as coisas criadas, determinando-lhe o fim que desejar. Amado irmão, se precisássemos apenas falar e declarar para que as circunstâncias adversas fossem resolvidas e vivêssemos rica e abundantemente sem problemas, então porquê a Bíblia dá tanta ênfase a suportar o sofrimento? Estude a Palavra e não fique por ai repetindo, como papagaio, aquilo que você escuta na televisão. É muito fácil pregar heresias.
Há alguns cristãos que acreditam que qualquer remédio psiquiátrico é uma rejeição espiritual da autoridade bíblica. Faz sentido pra mim que fatores biológicos e psicológicos muitas vezes façam com que as pessoas não vejam a realidade corretamente. Alguns medicamentos podem 'consertar' algo que está errado. Às vezes, quando a depressão ou a ansiedade é causada por razões não-psicológicas, a pessoa fica em uma situação tão prejudicial que a medicação com antidepressivos é necessária para começar a realizar um tratamento.
Sim!!! Se for permitido por Deus. Com certeza será tocado! Só não poderá tocar na sua alma, porque Cristo pagou o seu resgate. Muitos pregam sem conhecimento da Palavra de Deus, tirando um versículo isolado dizendo tolices, colocando dúvidas na mente de outrem. Dizendo - Aqueles que são filhos de Deus o diabo não toca! Temos a verdadeira resposta na leitura do Livro de Jó.
Se aqueles que são nascidos de novo e eternamente seguros são mortos pelo Senhor para evitar que eles sejam condenados com o mundo, isso significa que os eleitos podem perder a salvação?
Diversas seitas religiosas têm feito a questão do nome de Deus um ponto principal de sua doutrina. Determinam, por estudo ou interpretação das Escrituras, que um determinado nome é usado para identificar Deus. Daí, começam pregar que aquele nome é o único que deve ser usado para descrever o Senhor.