É possível alguém adorar o verdadeiro Deus e cair no pecado de idolatria? Uma pessoa pode devotar-se a outra ou a alguma coisa e ainda assim achar que está promovendo a genuína adoração?
Uma das distorções doutrinárias mais difundidas entre o povo de Deus ultimamente é o ensino das “maldições hereditárias”, conhecido também como “maldição de família ou “pecado de geração”.
“...compartilhe o evangelho antes de expulsar o demônio. Às vezes não saberá se está lidando com um espírito humano ou com um demônio, mas se proceder assim , possivelmente estará evangelizando o satanista envolvido.”
"Não haverá traje de homem na mulher, e não vestirá o homem vestido de mulher, porque qualquer que faz isto é abominação ao Senhor teu Deus". (Deuteronômio 22:5) 
Existem certas narrativas bíblicas que me fazem pensar num Deus alegre e "brincalhão". Narrativas estas que devem fazer Deus dar "boas risadas" com o incômodo que elas provocam nos homens por ocasião do afrontamento dos seus paradigmas e preconceitos. 
Já foi provado além de qualquer controvérsia que o livre-arbítrio é um absurdo. A liberdade não pode pertencer à vontade, mais do que a medição poderia pertencer à eletricidade. São coisas completamente diferentes. Em livre-agência nós podemos crer, mas livre-arbítrio é simplesmente absurdo. 
Embora hoje não mais realizemos ofertas com sacrifícios no sentido literal, em nossos cultos levamos ao altar de Deus nossas ofertas em dinheiro com orações e louvores através de hinos, cânticos, mensagens musicais vocais e instrumentais. 
Quando a fé é superficial, você vê Deus como um ser supremo e pronto para perdoar. Acredita que Ele estará te esperando de braços abertos simplesmente porque confessou que Ele era o Messias; porém não encara em viver como Jesus e viver sua palavra. 
Em relação às nossas contribuições para a Obra de Deus, podemos cair em dois erros mais comuns: um deles é nos abstermos de qualquer contribuição, achando que Deus não precisa de dinheiro; outro erro é transformarmos a Igreja numa "empresa" materialista e ávida por arrancar a qualquer custo o dinheiro dos fiéis 
Se você parar um instante para analisar comigo estes fenômenos, você perceberá a seriedade deste alerta. Você já percebeu quantos “modismos” apareceram em nossas igrejas nestes últimos anos?


Receba Estudos Biblicos todos os dias!
Cadastre-se seu e-mail! É Grátis
     Digite seu Email Abaixo
Emails Cadastrados

OBS: Não esqueça de confirmar seu email em seguida!