Estudo Bíblico Gospel

O centro de qualquer civilização é sua cultura, e o cerne da cultura é a religião. Mais do que qualquer outro fator, a religião infunde na cultura um senso de percepção da realidade no mais amplo sentido da palavra, oferecendo explicações sobre as origens do Universo e dando significado à história e ao lugar que a humanidade ocupa nela.
A Bíblia nunca menciona diretamente o ato de fumar. Há alguns princípios, entretanto, que definitivamente se aplicam ao fumar. Primeiro, a Bíblia ordena que não permitamos que nossos corpos se tornem “dominados” por coisa alguma. I Coríntios 6.12 declara: “Todas as coisas me são lícitas, mas nem todas as coisas convêm. Todas as coisas me são lícitas, mas eu não me deixarei dominar por nenhuma.”
Me parece que certas pessoas assimilam Deus de forma muito mesquinha, miúda, egoísta. É mais ou menos como a famosa história da lâmpada de Aladim, que bastava uma esfregada, e... pronto, aparecia o gênio disposto a fazer todo e qualquer desejo do seu "amo" que, por tê-lo achado, tinha agora todo o direito de pedir o que quisesse.
São lobos espertalhões travestidos de líderes, que se aproveitam da forma como o sistema “funciona” e do modo como está organizado. São profissionais eclesiásticos que buscam primeiro e antes de qualquer coisa, seu próprio bem-estar e interesses pessoais, camuflados em discursos, como quem busca, propaga, defende e vive o Reino de Deus.
Qualquer cristão que tem o mínimo de conhecimento bíblico entende que Deus odeia a idolatria. Em 1 Coríntios 6:9 Deus alerta que os idólatras não herdarão o Reino dos céus. Em outra parte das escrituras lemos: “Não terás outros deuses diante de mim”. (Êxodo 20:3).
Seria a cremação um assunto de liberdade cristã para ser tratada como desejar? Em certos locais, o espaço na terra é tão limitado devido a população local, que o enterro custa muito caro, há em certos casos até esforços do governo para estimular a cremação e desencorajar o sepultamento.
Muitas pessoas, por não terem alicerce bíblico, embasamento das doutrinas do Evangelho, portanto, têm sido enganadas, tendo passado a viver em escravidão espiritual. Tendo aparência de cristão e não sendo como afirmam. Pois têm relegado o sacrifício vicário de Cristo e adotado práticas totalmente em desacordo com o que a Bíblia ensina.
Dois nomes para uma só pessoa. É preciso que, antes de analisarmos declarações de ambas organizações religiosas, tenhamos presente a necessidade absoluta em conhecermos o Jesus verdadeiro indicado na Bíblia, para não aceitarmos um "outro" Jesus.
Ao longo da história muitos grupos supostamente cristãos marcaram a data da vinda de Cristo: Adventistas, Testemunhas de Jeová, evangélicos e teólogos de diferentes correntes apostaram todas as suas fichas em uma data específica para o retorno do Senhor Jesus e para o fim do mundo.
A marca que caracterizou a vida do Senhor foi a obediência. Ele sempre fez a vontade daquele que o enviou a este mundo. Quando criança, era sujeito a seus pais. Na ocasião do batismo de Jesus, bem no início de seu ministério público, Deus testificou da perfeição dos trinta anos de vida dele, dos quais nós tão pouco sabemos, declarando publicamente o prazer que tinha em seu Filho.
Pesquisas apontam que adolescentes e até mesmo adultos estão passando mais e mais tempo mergulhados no mundo dos RPGs. Não é anormal um jovem gostar de um jogo, porém os RPGs podem levar o jogador a experiências que podem ser muito mais do que só fantasias. RPG é uma sigla em inglês que significa role-playing game (jogo de interpretação de personagem).
Com certeza o filme Avatar encanta por seus efeitos especiais, aventura e por todo o enredo que prende a atenção do início ao fim. Mas, se olharmos mais de perto o que enxergaremos nas entrelinhas?


Receba Estudos Biblicos todos os dias!
Cadastre-se seu e-mail! É Grátis
     Digite seu Email Abaixo
Emails Cadastrados

OBS: Não esqueça de confirmar seu email em seguida!