Estudo Bíblico O Polvo Paul versus os Falsos Profetas


         A Bíblia diz aos preguiçosos: "Vá ter com a formiga, ó preguiçoso!" (Provérbios 6:6) Com essas palavras, o proverbista exortava o preguiçoso a trabalhar. Com isso em mente, não seria nenhum exagero criarmos a frase: "Vá ter com o Polvo Paul, ó falso profeta". (Galli 1:1)
         Perdoe minha apocrifia, mas embora tais palavras não estejam na Bíblia, elas ironicamente caem como uma luva quanto àqueles que brincam de profetizar. Jesus predisse:
 
"Levantar-se-ão muitos falsos profetas e enganarão a muitos". (Mateus 24:11)
        João, no final do primeiro século, havia escrito:
 
"Pois muitos falsos profetas saíram pelo mundo afora".  (1 João 4:1)
        Em todas as épocas da história do Cristianismo as palavras de Jesus acima têm se cumprido. Na foto acima, observamos personagens que provam isso.
       Ellen G. White, dos Adventistas do Sétimo Dia, declarou:
 

“Quando a Inglaterra declarar guerra, tôdas as nações terão seu próprio interesse em acudir, e haverá guerra geral e confusão geral.” (Testemony for The Church, vol. I, citado no livro Subtilezas do Erro, página 42)

         Nada disso aconteceu.

         Joseph Smith Jr., fundador da Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias (Mormonismo), predisse:
 

“Uma revelação de Jesus Cristo ao seu servo Joseph Smith [...] A palavra do Senhor com respeito à sua Igreja, como que pela boca do seu profeta, para a restauração do seu povo e para o ajustamento dos seus santos que permanecerão sobre o Monte Sião, o qual será a cidade Nova Jerusalém, (...) no limites ocidentais do Estado de Missouri, e dedicado pela mão de Joseph Smith Jr. E outros com quem o Senhor se comprazia. (...) Pois na verdade esta geração toda não passará, sem que seja construída uma casa ao Senhor.” Doutrinas e Convênios, 1950, página 157)

         Nada disso aconteceu.
 
        Charles Taze Russel, fundador das Testemunhas de Jeová, profetizou:
 

“Não vemos nenhuma razão para mudar os números, nem poderíamos nós mudá-los se quiséssemos. Eles são, nós cremos, datas de Deus, não nossas. Tenha em mente que o fim de 1914 não é a data do começo, mas do fim do tempo de tribulação. Não vemos qualquer razão para mudarmos de opinião...” (Torre de Vigia de Sião de 15 de julho de 1894, página1677 - reimpressão em inglês).

        Nada disso aconteceu.
 
        William Marion Braham, da Seita Tabernáculo da Fé, predisse o fim para 1977, nas seguintes palavras:
 

“A era Laodiceiana começou por volta da entrada do século vinte, talvez em 1906. Por quanto tempo ela se estenderá? Como servo de Deus que tem uma infinidade de visões, NENHUMA das quais jamais falhou, deixem-me predizer (Eu não disse profetizar, mas predizer) que esta era terminará por volta de 1977. Se me perdoam uma referência pessoal aqui, baseio esta predição em sete visões principais e contínuas que me vieram um Domingo de manhã de junho, em 1933.” (A dispensação da Igreja de Laodicéia, página 6.)

        Nada disso aconteceu.
        E predizer e profetizar - tem diferença? David Berg, da Seita Meinos de Deus, hoje conhecida como A Família do Amor, "Fixou o ano de l993 para o retorno de Cristo. Usou o argumento de que Jesus disse somente que não podíamos saber o dia e nem a hora, mas nada falou sobre o ano, semana ou mês". (Fonte: CACP). Nada disso aconteceu.
         Todos esses profetas já morreram e, caso não tenham aceito a Jesus Cristo verdadeiramente e, consequentemente, arrependido-se de suas profetadas, devem estar pedindo gotinhas de água lá no hades, a ante-sala do lago de fogo. Todavia, o ex-pastor batista José Luiz de Jesus Miranda, ainda vive, e após se declarar a encarnação do Apóstolo Paulo, hoje intutula-se a encarnação de Jesus Cristo Homem. Ele prediz que até julho de 2012, todos os seus seguidores já terão sido glorificados, inclusive ele.
         Sabemos que o verdadeiro Jesus pode voltar em qualquer dia e glorificar os salvos, mas com certeza nada disso ocorrerá com esse tal de Miranda, casado duas vezes, homem que fumava maconha, que ganha 140 mil dólares de salário, e que prega que até os homossexuais serão salvos, o que vai de encontro à Palavra de Deus. (1 Coríntios 6:9-11). Mas o que dizer do Polvo Paul? Ele acertou o vencedor de todos os jogos da Alemanha e o vencedor da Copa do Mundo de 2010, na África.
         Posso pensar? Acho que vou escolhê-lo como o mascote do IACS. Obviamente, o Polvo Paul não é profeta coisa nenhuma, como jamais foram os indivíduos mencionados acima. Mas a vergonha é que o polvo acertou 100% de seus "palpites". Os "profetildos" acima erraram. Perder para bicho é feio. Todavia, se você faz parte daqueles evengélicos que chegam nos outros e dizem: "Deus pede para te dizer que em breve você estará assinando papéis", cuidado! Agir como falso profeta pode ser criancice espiritual, mas pode indicar também que você nem é convertido. E os personagens acima que já se foram adorarão encontrar-se com você onde eles estão.

Autor: Fernando Galli


Receba Estudos Biblicos todos os dias!
Cadastre-se seu e-mail! É Grátis
     Digite seu Email Abaixo
Emails Cadastrados

OBS: Não esqueça de confirmar seu email em seguida!