Estudo Bíblico Este Mistério Eu Não Entendo

 

       Essa foi a frase de uma pessoa que nos procurou certa feita. Para ele, entender como não existia a transubstanciação era um mistério.
 
A minha carne verdadeiramente é comida, e o meu sangue é verdadeiramente bebida, João 6.55.

Tendo dado graças, tomou o pão, e, partindo, disse: tomai, comei, isto é o meu corpo que é partido por vós; fazei isto em memória de mim. Semelhantemente também, depois de cear, tomou o cálice, dizendo: este cálice é o novo concerto no meu sangue; fazei isto todas as vezes que o beberdes, em memória de mim. 1 Co 11.24-25
 
E memória é memória. 
       Não existe mistério nestas duas passagens bíblicas. Em João 6.63 Jesus nos dá a devida explicação:
 
O Espírito é o que vivifica, a carne para nada aproveita; as palavras que eu vos disse são espírito e vida. João 6.63
 
       Então por que Jesus usa esta figura? Não foi a sua carne dilacerada no Calvário? Não foi o seu sangue derramado na mesma cruz? Então Jesus relaciona com este fato que Ele se deu literalmente. O pão que Jesus partiu passou a simbolizar o seu corpo que foi partido por nós; e o cálice contendo o fruto da videira, passou a simbolizar o seu sangue que selou essa nova aliança ou concerto. Observemos bem as palavras que Jesus usa em I Co 11.24-25: "Fazei isto em memória de mim". É sabido que só fazemos alguma coisa em memória de alguém quando esta pessoa está ausente ou falecida.
       O Senhor Jesus Cristo morreu, depois de ter sido crucificado. E, assim que ressuscitou, voltou para o Pai. Portanto, não está mais conosco corporalmente, como em Hebreus:
 
onde há remissão das iniqüidades, não há mais oblação pelo pecado. Hebreus 10.18
 
       Diante disso não se pode admitir que as palavras de Jesus tenham sido literalmente no texto acima citado. Do contrário, estaria sendo feito outro sacrifício; ou Jesus estaria sendo literalmente sacrificado. Jesus morreu uma só vez. Portanto "já não morre mais", diz em Hebreus. Então, entender que, na Ceia do Senhor, comemos literalmente a sua carne e bebemos literalmente o seu sangue, seria estar matando literalmente a Jesus novamente! Ver Hebreus 6.6.
      Ná Bíblia há certos fatos que são literais e há fatos que são puramente espirituais, são figuras comparativas ou parábolas. Mas, no caso deste assunto, na celebração da Ceia do Senhor, fazemos "em memória dEle", em memória do que Ele fez por nós para nos salvar. E, quanto a nos salvar, ele nos salva literalmente: "quem nele crê" recebe o perdão e a salvação. O Espírito Santo veio para revelar-nos os mistérios de Deus para a humanidade. Moisés diz no livro de Deuteronômio: "porque as coisas ocultas são para Deus, e as coisas reveladas são para os homens". Entendamos estas verdades fundamentais para as nossas almas. Que o Espírito de Deus ilumine essa pessoa que diz não entender este mistério. Na hora em que se converter de coração a Deus, deixará de ser mistério.

Autor:  Pr Timofei Diacov
Rua Aroeira, 135 - Jardim Pinheiro
16400-576 - Lins - SP
(0xx14) 522-7032


Receba Estudos Biblicos todos os dias!
Cadastre-se seu e-mail! É Grátis
     Digite seu Email Abaixo
Emails Cadastrados

OBS: Não esqueça de confirmar seu email em seguida!