Enquanto comiam, Jesus tomou um cálice, agradeceu e disse: “isto é o meu sangue, o sangue da [nova] aliança, derramado em favor de muitos, para remissão de pecados” (Mt 26.28)
Nós cristäos também comemoramos a páscoa, não a páscoa judaica nem a comercial onde o mais importante é a troca de ovos de chocolate deixados pelo Coelho de Páscoa, mas a páscoa bïblica neo testamentária. Jesus Cristo o fundador do cristianismo nosso Cordeiro Pascal, praticava a páscoa judaica e a transformou em Santa Ceia, portanto os cristãos de todo o mundo praticam a páscoa pelo menos uma vez por mês.
Alguns céticos, com relação a veracidade da Palavra de Deus, chegaram ao ponto de sugerir que JESUS tentou autenticar-se como o Messias encenando deliberadamente as profecias do Velho Testamento - e até persuadiu um Judas bem-intencionado a ajudá-lo.
É páscoa, é chegada a hora de abrirmos nosso coração e deixar que ELE viva em nós e guie nossos passos. Dizer SIM para a morte e ressurreição de Cristo, a mais linda história de amor, nos torna filhos e herdeiros, e assim viveremos a vida que Deus planejou para nós, vida de filho mui amado. Isso é que é plenitude de alegria!
A Páscoa comemorada anualmente prova a escravidão de Israel no Egito e a sua libertação, como a Bíblia declara, e também que os judeus são os herdeiros de Abraão, com direito de posse sobre aquela terra, com uma escritura que Deus assinou há 4000 anos.
Num contexto de mudanças tão rápidas e da banalização do cristianismo, eu particularmente creio que a celebração cristã que mais representa o significado do verdadeiro cristianismo é a páscoa cristã.
O passado foi anulado. Cristo que é a Nossa Páscoa também é a nossa expiação. Isso tudo aconteceu sem qualquer merecimento de nossa parte. Comemorar a páscoa, celebrar a Santa Ceia do Senhor, é lembrar todo o ministério de Cristo e a posição que ocupamos no Reino daquele que nos resgatou das trevas para a sua maravilhosa luz.
Jesus Ressuscitou. O Sonho não acabou. Jesus Vive. Celebre a verdadeira Páscoa, participe da Ceia do Senhor. Deixe de lado o fermento símbolo da maldade, malícia e impiedade e busque uma vida de Santidade com Cristo.
A Primeira Páscoa foi comemorada pelos israelitas quando entraram na Terra Prometida, celebrando à passagem da escravidão para a liberdade. Hoje, nós comemoramos a Páscoa para lembrar que Jesus morreu e derramou Seu sangue para nos salvar do pecado, e depois de três dias Jesus ressuscitou, é a passagem da morte para a vida. Vida com Cristo.
A celebração da Páscoa tem a sua origem na Palavra de Deus, e não tem nada a ver com ovos de chocolates ou coelhos. Jesus ressuscitou na Páscoa. Ele morreu para nos dar a vida eterna! A sua ressurreição simboliza o início de uma vida nova, uma vida liberta da escravidão do pecado!
A celebração da páscoa para nós, povo de Deus, representa a maior festa cristã onde comemoramos a passagem da morte para a vida. A morte e ressurreição de Cristo que nos libertou do pecado e das maldiçoes... Esse é o verdadeiro significado da Páscoa.
A Páscoa é lembrada em praticamente todas as religiões. Mas as celebrações que marcam a data são distintas, assim como o significado para as diferentes crenças