Será que os primeiros apóstolos que conheciam e foram ensinados por Jesus, pessoalmente, celebraram o aniversário do menino Jesus em 25 de dezembro? Será que alguma vez o celebraram em qualquer outro dia?
O mês de Dezembro e esta época do natal é meu período do ano favorito!  Gosto das músicas, enfeites, confraternizações, troca de presentes, abraços, demonstrações de gratidão e generosidade, declarações de amor, amizade, e clima festivo! O cristão tem motivos de sobra para se alegrar, cantar e celebrar a vinda de Cristo ao mundo!  Tanto é que o evangelho de Lucas, nos dois primeiros capítulos, ao tratar do nascimento de Cristo registrou cinco lindas músicas!
Muitos, nunca se detém para pensar no PORQUÊ acreditam no que acreditam, no PORQUÊ seguem determinados costumes ou de onde eles procedem. Todos nascemos de um mundo cheio de costumes: crescemos acostumados a aceitá-los sem discussão. Por quê? Instinto de ovelha?
Ninrode, neto de Cão, filho de Noé, foi o verdadeiro fundador do sistema babilônico que até hoje domina o mundo – Um Sistema de Competição Organizado - de impérios e governos pelo homem, baseado no sistema econômico de competição e de lucro.
Um menino nasceu e mudou a história mundial, por mais que o paganismo possa desconsiderar a pessoa de Jesus, a reação de não aceitar o marco da história é pura tolice, pois todos foram marcados por Antes Dele e Depois Dele.
Com a aproximação do dia 25 de dezembro, vemos em pregações e mensagens pela Internet líderes, pregadores e crentes em geral atacando a aludida celebração, como se ela fosse pagã e idolátrica. Mal começa dezembro, e alguns cristãos inimigos do Natal - que ironia! - já estão espalhando nas redes sociais textos e vídeos pelos quais satanizam o Natal, como se este trouxesse muitos males à cristandade. Neste artigo refutarei pacientemente, item por item, o texto preferido dos evangélicos que se opõem ao Natal - '10 motivos para não celebrar o Natal'. Celebremos sem medo o Natal de Cristo!
Devemos aproveitar a data (Andai em sabedoria para com os que estão de fora, usando bem cada oportunidade. Colossenses 4:5) para estar com parentes e amigos em suas casas, falando da necessidade do nascimento de Jesus em seus corações, pois este é o verdadeiro presente que o aniversariante' quer receber.
O fato de o mundo comemorar o Natal de maneira errada não nos impede de celebrar corretamente. O Natal pode ser uma festa que comemora que Jesus veio em carne. Sendo assim, sabemos que procede do Espírito de Deus. Não há na Bíblia um mandamento para celebrar o Natal nem mesmo uma citação da data exata. Mas também não há uma proibição de fazer isso. O Natal como uma celebração para proclamar que Jesus Cristo veio ao mundo para salvar a humanidade é uma festa Bíblica.
Se a idolatria é um pecado praticado conscientemente, ou seja, o idólatra peca de modo objetivo, pondo o objeto de sua adoração no lugar de Deus, por que chamar de idolatria o ato de enfeitar uma casa com um pinheirinho, luzes e bolas coloridas? O cristão que enfeita sua casa está, consciente e objetivamente, colocando a decoração do Natal secular no lugar de Deus? Ou ele faz isso porque gosta desse período de confraternizações, aprecia o belo e quer externar sua alegria?
Estamos no final de ano e o Natal está se aproximando, apesar do consumismo e dos exageros das festas, do comércio em efervescência, parece que um clima de paz se acerca do mundo inteiro. O mundo inteiro comemora o Natal como época de reconciliação, de perdão, de caridade para com o próximo. Boa vontade ou boas intenções não nos podem trazer paz! Só quem vive em Cristo pode obter essa paz, porque Ele é a própria Paz. 
O Natal está relacionado com o amor de Deus, prometido pela primeira vez séculos atrás, a um homem fiel chamado Abraão. Esse amor apareceu na primeira noite de Natal na forma de um bebê envolto em panos e deitado em uma manjedoura. O amor divino é a mensagem que o anjo compartilhou com os pastores que guardavam o seu rebanho durante as vigílias da noite. 'Não temais; eis aqui vos trago boa nova de grande alegria, que o será para todo o povo - é que hoje vos nasceu, na cidade de Davi, o Salvador, que é Cristo, o Senhor'.
Por que o Natal teve de acontecer? Qual a relação do Natal com a manjedoura, a cruz e a coroa? Não há cruz sem manjedoura! Não há coroa sem cruz! E sem manjedoura e sem cruz não há céu para nós! Por isso, antes de tudo, foi preciso que houvesse o Natal.


Receba Estudos Biblicos todos os dias!
Cadastre-se seu e-mail! É Grátis
     Digite seu Email Abaixo
Emails Cadastrados

OBS: Não esqueça de confirmar seu email em seguida!