Estudo Bíblico Terapia do Amor


Existe hoje no meio que se diz evangélico a chamada terapia do amor, mas afinal de contas o que é terapia? Terapia é o meio de curar doenças com readaptação a uma estrutura social, podendo ser terapia ocupacional, enfim, uma readaptação para vida normal.

Na vida religiosa ou na igreja pode existir terapia do amor? Leia a presente matéria toda e verás se existe terapia do amor ou não. Tenhamos cuidado, existem terapias por aí que são puras heresias porque não encontram respaldo bíblico. Eis a verdadeira terapia!

Na vida religiosa a terapia se realiza quando aceitamos a Jesus Cristo como Salvador. Ele que provou Seu amor para com a raça humana morrendo em nosso lugar conforme diz em (Romanos 5:8) “Mas Deus prova o seu amor para conosco em que Cristo morreu por nós, sendo nós ainda pecadores”.
 

Amor

No inicio vimos o que é terapia, agora veremos o que é amor na vida comum: Amor é a afeição profunda que se tem por outra pessoa ou objetos ou outras coisas.

Um casal quando assumem compromissos de amor no inicio tem entre ambos pequena afeição e interesse talvez pela aparência física ou pelo modo de ser, porque amor total a primeira vista é história, não existe o que existe é o interesse pessoal pelo visual ou outras coisas que podem despertar um falso amor, raramente dão certo. No período chamado de namoro o amor pode aumentar ou se extinguir de vez. Se aumentar o amor o casamento se realizará, começando assim a vida a dois com toda força do amor, mas virão também os reveses que serão facilmente decepados pela terapia que sempre deve existir entre o casal, que são; reconciliação, oração e consideração mutua, deixando Deus operar no lar.

E aqueles que vivem a sós e querem se casar. O que devem fazer?

A terapia do amor para eles é buscarem a presença de Deus em oração nunca irem atrás de “terapias” porque Deus conhece a necessidade de cada um de nós, (Mateus 6:32) (...) “Decerto, vosso Pai celestial bem sabe que necessitais de todas essas coisas”. Não adianta se desesperar, mas confiar em Deus. Isso sim é a verdadeira terapia, examine (Salmos 37:5) “Entrega o teu caminho ao SENHOR; confia nele, e ele tudo fará”. Não precisa de inovações é só confiar orar e Deus tudo fará.

Amor verdadeiro:

O amor verdadeiro não se encontra em “terapias”, mas se encontra só em Deus que nos amou antes da fundação do mundo, (Efésios 1:4) “Como também nos elegeu nele antes da fundação do mundo, para que fôssemos santos e irrepreensíveis diante dele em caridade”.

Deus fez o homem perfeito com possibilidade e liberdade de amar e ser amado, mas o homem caiu em pecado sem condições de se levantar, nessa situação funcionou a verdadeira terapia do amor, vejamos; (João 3:16) “Porque Deus amou o mundo de tal maneira que deu o seu Filho unigênito, para que todo aquele que nele crê não pereça, mas tenha a vida eterna”.

Entre os casais sejam namorados ou casados podem surgir divergências que os podem separar assim como a desobediência separa a pessoa do seu Criador em ambos os casos têm a verdadeira terapia conforme está escrito em (Tiago 4:8) “Chegai-vos a Deus, e ele se chegará a vós. Limpai as mãos, pecadores; e, vós de duplo ânimo, purificai o coração”. Não tem como escapar, errou tem que se chegar a Deus, não adianta irem por aí em busca de “terapias” temos que buscar ao Senhor que certamente resolverá os nossos problemas inclusive os de amor.(Deuteronômio 28:2) “E todas estas bênçãos virão sobre ti e te alcançarão, quando ouvires a voz do SENHOR, teu Deus”. Quando a pessoa quer a Terapia de Deus Ele opera em nós mais do que esperamos, (Efesios 3:20) “Ora, àquele que é poderoso para fazer tudo muito mais abundantemente além daquilo que pedimos ou pensamos, segundo o poder que em nós opera”. Colocando em primeiro lugar a obra de Deus iremos entender e gozar o verdadeiro amor de Deus e também o conjugal que Ele nos proporcionou. O amor conjugal diante de Deus é também bênção concedida, (Cantares 7:12) “Levantemo-nos de manhã para ir às vinhas, vejamos se florescem as vides, se abre a flor, se já brotam as romeiras; ali te darei o meu grande amor”. Veja, primeiramente examinar a vinha se estão em ordem porque o amor conjugal deve estar de acordo com o amor que Deus demonstrou por nós para que tudo vá bem em nossa vida sem precisar-mos de correr atrás de heresias que hoje se oferecem em muitas igrejas por aí.

Examinemos tudo a luz da Bíblia:

Tribulação vem em nossas vidas, mas é momentânea, o crente tem que ficar firme na graça, (2 Coríntios 4:17) “Porque a nossa leve e momentânea tribulação produz para nós um peso eterno de glória mui excelente”. Porém, temos que resistir o Diabo para termos uma vida de paz e amor em todos os sentidos, (Tiago 4:7) “Sujeitai-vos, pois, a Deus; resisti ao diabo, e ele fugirá de vós”. Nunca dando lugar para ele, (Efésios 4:27) “Não deis lugar ao diabo”.

A receita para o amor é permanecer no amor, (João 15:9) “Como o Pai me amou, também eu vos amei a vós; permanecei no meu amor”. Se perdermos o amor existe um caminho certo o da humilhação, (Tiago 4:10) “Humilhai-vos perante o Senhor, e ele vos exaltará”. João confirma em (Apocalipse 2:5) “Lembra-te, pois, de onde caíste, e arrepende-te, e pratica as primeiras obras”(...). Reconhecendo nossos erros procuremos nos reconciliar com Deus, (Romanos 5:11) “E não somente isto, mas também nos gloriamos em Deus por nosso Senhor Jesus Cristo, pelo qual agora alcançamos a reconciliação”.

Devemos freqüentar constantemente os cultos, pois eles são verdadeiramente a Terapia divina. (Salmos 84:4) “Bem-aventurados os que habitam em tua casa; louvar-te-ão continuamente”. Obedecendo a Palavra de Deus, não haverá necessidades de andar vagando atrás de inovações que se implantam para enganar os que nem sequer lêem a Bíblia.

As bênçãos

Assim como vem tribulação nesta vida, vêm também as bênçãos quando damos ouvido a voz de Deus, (Isaías 55:3) “Inclinai os ouvidos e vinde a mim; ouvi, e a vossa alma viverá;” (...).

As bênçãos de Deus vêm sobre os que atendem aos ensinos da Palavra de Deus, tratando-se de amor, ele é benigno e quem ama suporta conforme diz o Apostolo Paulo em (I Corintios 13:5e 7) “Não se porta com indecência, não busca os seus interesses, não se irrita, não suspeita mal; (...) tudo sofre, tudo crê, tudo espera, tudo suporta”.

A verdadeira terapia do amor está em (Efesios 5:22 a 25) “Vós, mulheres, sujeitai-vos a vosso marido, como ao Senhor; porque o marido é a cabeça da mulher, como também Cristo é a cabeça da igreja, sendo ele próprio o salvador do corpo. De sorte que, assim como a igreja está sujeita a Cristo, assim também as mulheres sejam em tudo sujeitas a seu marido. Vós, maridos, amai vossa mulher, como também Cristo amou a igreja e a si mesmo se entregou por ela”.

Obedecendo esses ensinos não há demônio que consiga desfazer o amor conjugal e as bênçãos estarão sobre o casal para todo sempre, (Salmos 71:15) “A minha boca relatará as bênçãos da tua justiça e da tua salvação todo o dia, posto que não conheça o seu numero”. Tantas são a bênçãos que se torna impossível saber quantas são. 

Deus nos abençoa de maneira gloriosa, (Efésios 1:3) “Bendito o Deus e Pai de nosso Senhor Jesus Cristo, o qual nos abençoou com todas as bênçãos espirituais nos lugares celestiais em Cristo”. Não caia no engodo de terapias, confia unicamente na Palavra de Deus.

Creia em Deus e leia a Bíblia.

Autor: Pastor Ismar Vieira Malta