Se os nossos filhos não receberem educação sexual com respaldo bíblico em nossos lares, aprenderão em outros ambientes, com outras pessoas, e possivelmente com uma abordagem distorcida, liberal e relativista. Os pais crentes precisam saber de uma vez por todas que é impossível monitorar e controlar seus filhos vinte e quatro horas por dia. Então o que fazer? Antes de tudo, fortalecer a confiança nas relações familiares e aumentar a quantidade e a qualidade do diálogo, da conversa franca, do papo aberto e amigável.
Juntas, a família cristã e a escola serão instrumentos poderosíssimos para a influência e transformação de vidas, nessa caótica e transtornada sociedade pós-cristã e pós-moderna. De que maneira a família cristã pode cumprir na atualidade, o seu importante e fundamental papel na educação integral de seus filhos amados? 
Um conflito, de acordo com a definição dicionarizada, é uma 'oposição, discórdia, disputa e confronto'. A família é composta de pessoas caídas, portanto, pecadoras, por isso, em maior ou menor grau, é um espaço de conflito. Quanto mais carnal for a família, maiores são as incidências de conflitos. Uma família espiritual, por sua vez, tende a conviver com menos conflitos, quanto mais se anda no Espírito, menos oportunidade terá a natureza pecaminosa.
O casamento cristão está fundamentado na Bíblia, a Palavra de Deus. As bases que sustentam o casamento são - a graça, o favor imerecido, a disposição de aceitar o outro, com suas diferenças e particularidades. E não com menor importância, o amor que se sacrifica, que não busca apenas os interesses individuais. O casamento cristão, que está pautado em Cristo, busca, na Bíblia, e não nos padrões midiáticos, seu alicerce de sustentação. Em Ef. 5, Paulo destaca que Cristo é a referência, não a sociedade, para as atitudes no casamento.
O padrão bíblico para o casamento é a monogamia, a heterossexualidade e a indissolubilidade. Na atual sociedade descomprometida com os valores cristãos, 'pegar' virou moda, e o descompromisso nas relações afetivas é o grande 'lance'. Casar e descasar é como trocar de roupa, ou qualquer outro objeto. O divórcio tornou-se a regra. Na sociedade pós-moderna os valores cristãos são relativizados, o modelo bíblico para o casamento e para a família é atacado abertamente.
Deus é o criador da família. A criação da família funde-se com a criação da humanidade. A família é a mais importante instituição social estabelecida por Deus, sendo ela mesma a base de todas as outras. A destruição, inversão de valores, deturpação, descaracterização e a desmoralização da família, implicam diretamente num profundo caos, produzindo os mais terríveis danos à humanidade, quer sejam de ordem moral, espiritual, econômica, fraternal e social.
O tema da comunicação no casamento é difícil, talvez impossível. Ela envolve esforço, dor, sensibilidade, paciência e muito cuidado. O ato de se comunicar é muitas vezes uma tarefa pesada, mas é uma tarefa que deve ser realizada para que o casamento seja completo. Quando a comunicação vacila, o casamento está em dificuldades. Quando ela falha, o casamento está praticamente condenado.
Já vi grandes abusos acontecerem pela falta de entendimento das passagens bíblicas que orientam a respeito da mulher ser submissa ao seu marido. Assim, conhecer o real significado dessa expressão e colocá-la em prática será de grande bênção para o casal e para o lar. A orientação do Senhor a respeito da submissão da mulher ao marido está registrada em vários versículos na Bíblia, vou destacar esse verso - 'Como, porém, a igreja está sujeita a Cristo, assim também as mulheres sejam em tudo submissas ao seu marido.' (Efésios 5.24).
O relacionamento de Jacó com seus familiares não é nenhum bom exemplo, a seguir veremos o que aconteceu com este lar. Renunciar os ídolos da modernidade e estar na casa de Deus, requer esforço, precisamos sair de um estado de acomodação e renovar nossos votos a Deus. O avivamento nunca virá se houver em nossos corações a intenção de retornar ao pecado. Avivamento é uma série de novos começos. 
Visando trazer uma melhor orientação para a família que é a célula mãe da sociedade apresento dez requisitos básicos para se obter um relacionamento conjugal perfeito. São eles - honestidade, respeito, romantismo, paciência, intimidade, lazer, humildade, compreenção, privacidade e afinidade.
O casamento traz consigo direitos e deveres. Tanto o marido como a mulher devem algo a seu cônjuge. Quase sempre que falo a casais sobre os deveres dos cônjuges percebo que eles sempre dão mais atenção ao que vão cobrar do outro do que à aquilo que eles deveriam fazer… Portanto, antes de detalhar os papéis, as responsabilidades do marido e da esposa no matrimônio, entendemos ser importantíssimo estabelecer o maior dever de cada cônjuge - viver para amar, agradar, servir e promover a felicidade do outro.
Tanto o homem como a mulher receberam de Deus atribuições para a vida familiar – algumas iguais, algumas diferentes. Por exemplo, ao criar a mulher para ser uma ajudadora do seu marido (Gn 2.18), o Pai Celeste definiu o papel do homem como cabeça (ou governo) do lar; e é justamente por este aspecto que queremos começar abordando os deveres do marido.