Uma Experiência Poderosa

2 Reis 2:1-8


O início da vida cristã é uma experiência espiritual poderosa. O nosso texto bíblico revela essa experiência em todos os seus níveis, por meio dos nomes das localidades apresentadas; isto é, de Gilgal até o Jordão. Vejamos:

Gilgal

(2:1) Representa a nossa experiência com o perdão de Deus, em que Ele nos liberta da escravidão da vergonha e da morte. A Bíblia diz:  Hoje eu tirei de vocês a vergonha de terem sido escravos no Egito. Foi por isso que chamaram aquele lugar de Gilgal. (...). (Js.5:9 NTLH)

- Nós estávamos mortos em nossos pecados, mas Deus nos deu vida em Cristo Jesus. (cf. Ef.2:1-5)

Betel

(2:2) Representa a nossa experiência com a presença de Deus. A Bíblia diz: 11 De tardinha ele chegou a um lugar sagrado e passou a noite ali. Pegou uma pedra daquele lugar para servir como travesseiro e se deitou ali mesmo para dormir. 12 Então Jacó sonhou. Ele viu uma escada que ia da terra até o céu, e os anjos de Deus subiam e desciam por ela. (...) 16 Quando Jacó acordou, disse assim: “De fato, o SENHOR Deus está neste lugar, e eu não sabia disso. ” 17 Aí ficou com medo e disse: “Este lugar dá medo na gente. Aqui é a casa de Deus, aqui fica a porta do céu! ” (...) 19 Naquele lugar havia uma cidade que antes se chamava Luz, mas Jacó mudou o seu nome para Betel. (Gn. 28:11,12,16,17,19 NTLH)

- Nós tivemos a convicção de que estávamos diante da presença poderosa de Deus, da Sua graça e verdade em Cristo. (cf. Jo.1:14)

- A natureza ou a glória de Deus nos foi dada por Jesus. (cf. Jo.17:22)

Jericó

(2:4) Representa a nossa primeira batalha espiritual pela nossa fé em Cristo. A Bíblia diz: 1 Os portões da cidade de Jericó estavam muito bem fechados, para não deixar que os israelitas entrassem. Ninguém podia entrar, nem sair da cidade. 2 O SENHOR Deus disse a Josué: —Olhe! Eu estou entregando a você a cidade de Jericó, o seu rei e os seus corajosos soldados. (Js. 6:1,2 NTLH)

- O espírito do mundo foi a nossa primeira barreira, para de fato confessarmos a nossa fé em Cristo. Nós vencemos esse espírito com a ajuda do Espírito de Deus que nos conduziu em vitória a Cristo. (cf. Gl.5:16-23)

- Uma transformação inicial de mente se deu naquele momento.

Jordão

(2:6-8) Representa o rompimento com o legado adâmico, para ingressarmos em uma nova vida em Jesus Cristo. Leia Josué 3:15,16 e repare que as águas do Jordão pararam na cidade de Adã (no hebraico, ‘”Âdâm = Adão). Deus nos transformou em uma nova raça em Cristo! Você é estranho ao “mundo”. Quem está unido com Cristo é uma nova pessoa; acabou-se o que era velho, e já chegou o que é novo. (2 Co.5:17 NTLH) No Jordão: 16 Logo que foi batizado, Jesus saiu da água. O céu se abriu, e Jesus viu o Espírito de Deus descer como uma pomba e pousar sobre ele. 17 E do céu veio uma voz, que disse: - Este é o meu Filho querido, que me dá muita alegria! (Mt. 3:16,17 NTLH)

- O céu esteve fechado por 400 anos; isto é, por todo esse período, nenhum profeta surgiu anunciando a Palavra de Deus aos homens até João Batista.

- Naquele dia, no Jordão, “o céu se abriu” e o próprio Deus falou!

Deus continuou falando no Monte da transfiguração: E da nuvem veio uma voz, que disse: - Este é o meu Filho, o meu escolhido. Escutem o que ele diz! (Lc.9:35 NTLH)

A partir dessa experiência:

- Não duvide do amor de Deus. Ele perdoa os seus erros.
- Busque a Sua presença. Ande e fale com Ele em todos os momentos.
- Confie no Seu poder em qualquer adversidade.
- Honre a sua fé em Cristo e Ele o recompensará.
- Esteja sempre atento ao que Deus lhe diz. Novas oportunidades surgirão!

|  Autor: Pr. Walter de Lima Filho  |  Divulgação: estudosgospel.com.br |