Superando os Traumas da Violência Social


Texto Áureo:

Genesis 6.11 "A terra, porém, estava corrompida diante da face de Deus; e encheu-se a terra de violência".

Leitura Bíblica em Classe: Gênesis 6.5-12

SÓ CRISTO TEM A SOLUÇÃO PARA TODO TIPO DE TRAUMAS 

Introdução: O quadro de violência em grande escala e aumentando a cada dia, o isto pode ser comprovado pelos meios de comunicação que noticiam diariamente uma infinidade de ocorrências envolvendo a famigerada violência. Vários movimentos pedindo a paz e o fim da violência tem sido em vão, pois há uma causa e também uma origem de tudo isso. A violência que hoje vemos em todos os lugares do mundo, teve o seu início com a queda do homem no Éden, que motivou a introdução do pecado no mundo. O homem por si só, jamais atingirá os seus ideais de paz, pois esta paz não vem pelo lado exterior do nosso ser e sim pelo nosso lado interior. É no lado interior do homem que está alojado o pecado, que é o fator determinante de todo mal que se alastra assustadoramente por todo o mundo. A maldade e a violência que se instalou no mundo estão predestinadas a serem extintas, mas não pelo esforço do homem e sim pelo poder de Deus. Jesus disse: Deixo-vos a paz, a minha paz vos dou; não vo-la dou como o mundo a dá. Não se turbe o vosso coração, nem se atemorize. (João 14.27); isso indica que o mundo pode lutar pela paz, mas sempre será uma falsa paz, pois se trata de uma paz exterior. A paz que Jesus oferece é a verdadeira, pois se trata da paz interior e só quem encontrou essa paz através de Cristo é que pode superar os traumas da violência social.

1. É O PECADO QUE GERA E ALASTRA A VIOLÊNCIA NO GÊNERO HUMANO

* Ele escraviza uma humanidade caída na perversidade- Genesis 6.5a.. E viu o SENHOR que a maldade do homem se multiplicara sobre a terra - 2 Pedro 2.12 Mas estes, como animais irracionais, que seguem a natureza, feitos para serem presos e mortos, blasfemando do que não entendem, perecerão na sua corrupção,

Com a queda o homem passou a ficar escravo da maldade e da violência que brotam do seu interior; alguns em menor escala e outros em maior escala, pois todo homem em determinados momentos da sua vida está sujeito a ter manifestações, impulsos ou inclinações para a violência, pois cada um particularmente tem um tipo de temperamento. A prova que a queda do homem pelo pecado gerou a violência é observada com o primeiro assassinato registrado na bíblia em que Caim por ciúme e despeito, encheu o seu coração de ira, sendo possuído de uma violência irracional e fúria tirou a vida do seu irmão Abel.  A mistura da geração setista (crentes) com a geração caimíta (pecadores), também foi um dos fatores que contribuíram para a disseminação do pecado e por conseqüência a violência descontrolada em todo o mundo da época, ao ponto de trazer preocupações ao próprio Deus. O Espírito levantou homens como Enoque, Enos, e Noé para pregar a graça divina em meio à rebelião, mas o temor necessário a mensagem desses pregadores não foi atendido.

* Ele escraviza a mentalidade do homem na depravação - Genesis 6.5b.. e que toda imaginação dos pensamentos de seu coração era só má continuamente. Efésios 4.19 Os quais, havendo perdido todo o sentimento, se entregaram à dissolução, para com avidez cometerem toda a impureza.

Tudo que essas gerações faziam era mau; todos os seus pensamentos eram pecaminosos; tudo que planejavam era corrupto. A liberdade em que eles se atiravam, na realidade era uma forma de escravidão pecaminosa. O homem se tornou um ser carnal e depravado, tendo usado mal o seu livre arbítrio para satisfazer suas inclinações corruptas. Em nossos dias não é diferente, pois a cada dia podemos contemplar o aumento incontrolável da violência. A situação de degradação que o mundo enfrenta não ira melhorar, muito pelo contrário; a tendência é aumentar a cada dia e isso tem sido notório. O que muitos ignoram é que os olhos de Deus estão sobre os justos e injustos e conhece toda a maldade que está no coração do homem. Deus não irá poupar ninguém dos seus juízos e da sua justiça. Tudo que o homem ceifar, ele colherá.

2. É O PECADO QUE LEVA O HOMEM A PERDER O SENSO DE FAZER O BEM

* A sua prática é um mal tão terrível ao ponto de afligir a Deus - Genesis 6.6 - Então, arrependeu-se o SENHOR de haver feito o homem sobre a terra, e pesou-lhe em seu coração. Romanos 3.12 Todos se extraviaram, e juntamente se fizeram inúteis. Não há quem faça o bem, não há nem um só.

Eles praticavam o mal por prazer e de uma forma deliberada e não se conscientizam do que faziam contra si próprios e também aos outros. Não havia esforço em retroceder nas suas práticas depravadas e sim de continuarem com as suas maldades. Esse é um quadro que se avoluma em nossos dias em todos os segmentos da sociedade, ou seja, no meio da pobreza e no meio da riqueza a violência está presente. Deus viu essa maldade como um pai que se entristece com as atitudes de um filho rebelde ao ponto de desejar não ter tido aqueles filhos. Quem deveria ser afligido por isso? Nós deveríamos nos afligir pela nossa conduta e não Deus. O que precisamos compreender é que Deus odeia o pecado, mas tem um grande amor pelo pecador. A falta de arrependimento faz Deus se afligir com a dureza do coração do homem, pois não quer que nenhum se perca.

* A sua prática é um mal que provoca Deus a punir com juízos - Genesis 6.7 - E disse o SENHOR: Destruirei, de sobre a face da terra, o homem que criei, desde o homem até ao animal até ao réptil e até a ave dos céus; porque me arrependo de os haver feito. Salmos 1.5 Por isso os ímpios não subsistirão no juízo, nem os pecadores na congregação dos justos.

A um destino e um fim para todos os que insistem em viver no pecado sem esboçar qualquer sintoma de arrependimento. Nenhum ser vivente que não se rendeu a Cristo poderá escapar dos juízos divinos. A salvação eterna foi oferecida a todos sem exceção. O Espírito tem contendido com o homem desde o princípio, mas para a maioria tem sido em vão, pois de uma maneira proporcional quase todos preferem se manter na sujeira do pecado. A condição do homem no pecado é com uma sujeira que precisa ser varrida e lançada fora como se lança num monte de lixo; preferem perder a sua vida na devassidão do pecado ficando irredutíveis aos propósitos salvíficos divinos. Aos homens de boa vontade com relação a sua salvação nunca serão castigados pela justiça divina, senão aqueles que detestam ser reformados pela graça de Deus.

3. SOMENTE OS FIEIS REMANESCENTES ALCANÇARÃO A GRAÇA DIVINA

* Deus olha com favor os que atentam sinceramente para Ele - Genesis 6.8 - Noé, porém, achou graça aos olhos do SENHOR. Provérbios 28.18 O que anda sinceramente salvar-se-á, mas o perverso em seus caminhos cairá logo.

Noé achou graça diante de Deus, pois não se inclinou as correntes do pecado. Na construção da arca certamente passou por grandes constrangimentos, mas nunca se deixou levar pelas zombarias enquanto estava construindo o único meio de salvação diante do dilúvio prometido por Deus. Isso mostra que diante de todas as afrontas, perseguições, zombarias ou qualquer tipo de constrangimento, venha ser um motivo para retrocedermos; muito pelo contrário: quanto mais isso acontece conosco é que devemos prosseguir firmemente em nossa caminhada de fé, pois o importante é nunca perdermos a nossa espiritualidade. Deus pode ter se arrependido de ter feito o homem e isso Ele expressou num momento de indignação e profunda tristeza; porém, algo que Ele jamais se arrependeu ou se arrepende é do seu plano de redenção para a humanidade.

* Deus olha com favor quem anda na fé em correntes contrárias - Genesis 6.9 - Estas são as gerações de Noé: Noé era varão justo e reto em suas gerações; Noé andava com Deus. Hebreus 10.38 Mas o justo viverá da fé; E, se ele recuar, a minha alma não tem prazer nele.

Noé enfrentou muitos obstáculos em sua vida, mas conseguiu transpor todos eles porque simplesmente mantinha a sua fé e integridade andando na presença de Deus. Foi assim que ele achou graça aos olhos de Deus em ser o escolhido para um novo começo. Enquanto o mundo estava cego para entender os sinais de Deus, Noé teve discernimento e espiritualidade para observar e interpretar esses sinais. Jesus falou de muitos sinais que precederiam a sua segunda vinda para arrebatar a igreja. Os sinais estão acontecendo e a vista de todos; seja pelas catástrofes da natureza, pela violência cada vez mais cruel, pela indiferença ao pecado e muito mais. Porventura quando vier o Filho do Homem achará fé na terra? Em todo um contingente de chamados essa fé será encontrada apenas nos escolhidos que fazem parte do rol dos fieis remanescentes.

* Deus olha com favor os seus fieis incluindo as suas gerações - Genesis 6.10 - E gerou Noé três filhos: Sem, Cam e jafé. - Atos 2.38 Porque a promessa vos diz respeito a vós, a vossos filhos, e a todos os que estão longe, a tantos quantos Deus nosso Senhor chamar.

Todo esforço e abnegação empreendidos por Noé teve uma recompensa estendida a sua família. Os que priorizam o reino de Deus gozarão da misericórdia e graça divina. Deus sabe retribuir a nossa fidelidade nos enquadrando em suas promessas. Como o nosso trabalho não é vão no Senhor, temos promessa a nosso respeito, mas não fica só nisso; pois elas também são extensivas aos nossos filhos que por nosso intermédio também são beneficiados.

4. A MALDADE CONTAGIOSA JUSTIFICA DEUS VARRER O PECADO DA TERRA

* Quando o mal se generaliza o juízo divino está muito próximo - Genesis 6.11 - A terra, porém, estava corrompida diante da face de Deus; e encheu-se a terra de violência - Isaías 13.11 E visitarei sobre o mundo a maldade, e sobre os ímpios a sua iniqüidade; e farei cessar a arrogância dos atrevidos, e abaterei a soberba dos tiranos.

O paraíso foi perdido por causa do pecado, agora todo o mundo precisará de um novo começo para extirpar toda a humanidade pecaminosa da face da terra. O pecado enche a terra com violência e isto justificava plenamente a decisão de Deus de destruir o mundo. O que impede Deus de fazer isso imediatamente é os seus planos redentivos com relação ao homem, que precisa seguir e cumprir um curso escatológico. As etapas que faltam nesse curso escatológico é o arrebatamento da igreja, a grande tribulação, o milênio, o julgamento do trono branco e finalmente os novos céus e novas terras.

* Quando o mal se generaliza a medida divina chega ao limite - Genesis 6.12 - E viu Deus a terra, e eis que estava corrompida; porque toda carne havia corrompido o seu caminho sobre a terra. Jeremias 30.23 Eis que a tempestade do SENHOR, a sua indignação, já saiu; uma tempestade varredoura, cairá cruelmente sobre a cabeça dos ímpios.

Deus vai mostrar que Ele é o juiz de toda a terra, e que toda a humanidade é responsável pelos seus atos diante dele. Ninguém, com exceção dos salvos terá como se livrar dos julgamentos divinos. A misericórdia divina é distribuída aos obedientes, porém aos desobedientes não haverá misericórdia. O Senhor disse: Compadecer-me-ei de quem me compadecer, e terei misericórdia de quem eu tiver misericórdia. O Senhor livrará da condenação os piedosos, mas reservará os injustos para o dia do juízo, para serem castigados por toda a eternidade.
 
|  Autor: Pastor Adilson Guilhermel  |  Divulgação: estudosgospel.Com.BR |