Estudo Bíblico Sem Vergonha do Evangelho


O crente não vive com vergonha do Evangelho! Ter vergonha do Evangelho significa rejeitá-lo, considerando-o inferior, insuficiente, irrelevante e até mesmo inútil. Ter vergonha do Evangelho significa não crer nele. O que a Bíblia ensina sobre esse assunto? Em primeiro lugar a Bíblia ensina que um crente jamais se envergonhará do Evangelho. Rm.1:16. O Evangelho é o poder de Deus para a salvação (Rm.1:16; 1 Co.1:18). O Evangelho é a Verdade (Rm.1:25). O Evangelho é o único meio de salvação (Rm.10:17; Jo 14:6).

No entanto, muitos hoje em dia se envergonham do Evangelho e querem dar uma "mãozinha" para Deus. Essas pessoas criam métodos humanistas considerando-os superiores à Palavra de Deus. Usam músicas e artistas mundanos, rezam o "Pai-Nosso" com católicos, espíritas, preferem psicólogos a conselheiros bíblicos, promovem eventos ecumênicos e mundanos, chamam todo mundo de irmão em Cristo, referem-se a Jesus como seu "irmão" e não como Senhor, não usam palavra como "descrente ou culto" por serem "agressivas", deixam de anunciar o erro, reprovar o pecado, são sempre positivas, falando somente do amor de Deus, vitória, felicidade ou prosperidade... Quem age assim, já mostra com seus frutos que sentem vergonha do Evangelho, pois procuram sempre "suavizar" a mensagem de Deus.

"Porque não me envergonho do evangelho de Cristo, pois é o poder de Deus para salvação de todo aquele que crê; primeiro do judeu, e também do grego. Rm.1:16

Em segundo lugar a Bíblia ensina que um crente jamais se envergonhará de sofrer pelo Evangelho.

" Por cuja causa padeço também isto, mas não me envergonho; porque eu sei em quem tenho crido, e estou certo de que é poderoso para guardar o meu depósito até àquele dia." 2Tm.1:12.

Padecer por Cristo é uma graça concedida por Deus. Fp.1:29

"Porque a vós vos foi concedido, em relação a Cristo, não somente crer nele, como também padecer por Ele". Fp 1.29

Em 2Tm.3:12 lemos

"E também todos os que piamente querem viver em Cristo Jesus padecerão perseguições". 2 Tm 3.12

Não deixe de ler o versículo anterior e os posterior! Pedro e os apóstolos se regozijaram por serem considerados dignos de sofrer afrontas pelo nome de Cristo! Esse tipo de sofrimento é uma bem-aventurança na vida do crente. Ouvimos muito falar de coisas como "Pare de Sofrer", ou "Vida Vitoriosa", etc. É claro que a Bíblia diz que em Cristo somos mais que vencedores! Mas não existe vitória sem padecer por Cristo!

A Bíblia ensina que o crente deve sofrer em favor do Evangelho.

" Portanto, não te envergonhes do testemunho de nosso Senhor, nem de mim, que sou prisioneiro seu; antes participa das aflições do evangelho segundo o poder de Deus". 2Tm.1:8.

E Espírito Santo é quem nos capacita a vencer

"Guarda o bom depósito pelo Espírito Santo que habita em nós." 2:Tm.1:14.

Em 1Pe.4:12 lemos que a prova e a tentação não devem ser vistas como algo estranho, muito pelo contrário, devemos estar atentos a isso. Em 1Pe.4:14 diz que se pelo nome de Cristo somos vituperados isso é uma bem-aventurança, o Espírito da glória de Deus repousa sobre nós. E em 1Pe.4:16 vemos que não devemos nos envergonhar quando padecemos como cristãos, mas glorificar a Deus.

Em terceiro lugar a Bíblia ensina que o crente tem o espírito de poder, de amor e de moderação para pregar o Evangelho . O espírito de timidez, medo e covardia não foi dado por Deus. 2Tm.1:7. Devemos testemunhar sem medo. 2Tm.1:8. A pregação deve ser com ousadia, assim como os apóstolos pregaram.

"Então eles, vendo a ousadia de Pedro e João, e informados de que eram homens sem letras e indoutos, maravilharam-se e reconheceram que eles haviam estado com Jesus." At.4:13 (Ef.6:19,20).

Muitos pregadores atualmente pregam para agradar aos homens, isso é ter vergonha do Evangelho. AW Tozer declarou: - Não prego para agradar homens!. É isso que diz Gl.1:10

"Porque, persuado eu agora a homens ou a Deus? ou procuro agradar a homens? Se estivesse ainda agradando aos homens, não seria servo de Cristo." Gl 1.10

O apóstolo Paulo, inspirado por Deus mostra que o Evangelho deve ser pregado para a glória de Deus. Quando pregamos o autêntico Evangelho vamos desagradar os homens. Antes importa agradar a Deus do que aos homens! Muitos vão dizer: Se pregarmos o Evangelho vamos causar muita discórdia, controvérsia, polêmicas. Citando novamente AW Tozer "Quem quiser pregar sem controvérsia jogue fora sua Bíblia!". Quem se envergonha do Evangelho não quer causar controvérsia.

Devemos pregar o Evangelho com compaixão pelas almas. O apóstolo Paulo diz em Rm.9:3 que poderia desejar ser anátema de Cristo por amor a seus irmãos (judeus como nação). Paulo trazia no coração tristeza e contínua dor no coração. v.2. Não se pode pregar o Evangelho sem ter compaixão pelas almas. Jesus se compadecia das pessoas!

"E Jesus, saindo, viu uma grande multidão, e teve compaixão deles, porque eram como ovelhas que não têm pastor; e começou a ensinar-lhes muitas coisas." Mc.6:34; Mt.23:37.

Jamais devemos pregar sem compaixão pelas almas perdidas! Spurgeon ilustrou dessa forma:

"Que os pecadores serão condenados, que eles o sejam, pelo menos passando por cima dos nossos corpos. Se os pecadores hão de perecer, que eles o façam, pelo menos tendo os nossos braços a agarrar-lhes os joelhos, implorando que fiquem. Se o inferno tem de ser cheio, que o seja, pelo menos contra o vigor de nossos esforços. E não permitamos que ninguém vá para o inferno sem que o tenhamos advertido e por eles tenhamos orado."

| Autor: Evangelista Victor | Divulgação: EstudosGospel.Com.BR |