Segredos do Eficiente


Introdução: Em todas as áreas funcionais da vida vocacional e profissional há os que obtêm êxito e os que ficam se desculpando com explicações. As palavras abaixo podem ser a reviravolta de que precisam muitos leitores. O legado de nossa história inspirará multidões ou ser balde de água fria nos sonhadores que nos tinham como referência. Se conseguirmos adotar as sistemáticas sugeridas triunfaremos!

1 – TORNAR-SE ESPECIALISTA NO QUE FAZ.

“Procura apresentar-te a Deus aprovado, como obreiro que não tem de que se envergonhar, que maneja bem a palavra da verdade.” II Tm 2.15. Os ofícios sagrados e seculares serão bem-sucedidos se os operadores forem mestres em suas especificações, preparados.

2 – NÃO OPERAR SERVIÇOS PELA METADE.

“Para que não aconteça que, depois de haver posto os alicerces e não a podendo acabar, todos os que a virem comecem a escarnecer dele, dizendo: Este homem começou a edificar e não pôde acabar.” Lc 14.29-30. O medíocre desmerece tudo em que coloca suas mãos. O dedicado sempre diz: está consumado!

3 – USAR AS FERRAMENTAS ADEQUADAS.

“Revesti-vos de toda a armadura de Deus, para que possais estar firmes contra as astutas ciladas do diabo.” Ef 6.11. Armas de defesa e ataque. Instrumentos cortantes e de sutura.

4 – SUAS FERRAMENTAS ESTÃO SEMPRE EM BOM ESTADO PARA USO.

“Se estiver embotado o ferro, e não se afiar o corte, então, se deve pôr mais forças; mas a sabedoria é excelente para dirigir.” Ec 10.10. Amoladas, afiadas.

5 – NÃO PERDER TEMPO OUVINDO CRÍTICAS.

“Não vos enganeis: as más conversações corrompem os bons costumes.” I Co 15.33. “Surdo-mudo.” Os atrasados sempre encontrarão alguma coisa que não fizeram, mas de que não gostam.

6 – NÃO TRABALHAR SOB PRESÃO, MAS POR PRAZER.

“Mas em nada tenho a minha vida por preciosa, contanto que cumpra com alegria a minha carreira e o ministério que recebi do Senhor Jesus, para dar testemunho do evangelho da graça de Deus.” At 20.24. Realização psicológica do bom serviço.

7 – SERVIR COM ALEGRIA E DISPOSIÇÃO.

“Fazei todas as coisas sem murmurações nem contendas; para que sejais irrepreensíveis e sinceros, filhos de Deus inculpáveis no meio duma geração corrompida e perversa, entre a qual resplandeceis como astros no mundo.” Fp 2.14-15. Espontaneidade.

8 – ACREDITAR NO DESENVOLVIMENTO GRADATIVO DE SUAS OBRAS.

“Prepara fora a tua obra, e apronta-a no campo, e então edifica a tua casa.” Pv 24.27. Cada obra no seu tempo; cada semente em seu terreno.

9 – PASSAR POR CIMA DAS DIFICULDADES OU IGNORÁ-LAS.

“Porque para mim tenho por certo que as aflições deste tempo presente não são para comparar com a glória que em nós há de ser revelada.” Rm 8.18. Superação! O homem que tem um sonho valioso passará por sobre areia movediça e entre leões famintos para realiza-lo!”


10 – REGOZIJAR-SE COM OS FRUTOS DE SEUS ESFORÇOS.

“O trabalho da sua alma ele verá e ficará satisfeito; com o seu conhecimento, o meu servo, o justo, justificará a muitos, porque as iniquidades deles levará sobre si.” Is 53.11. O contentamento do dever cumprido é a coroação do trabalhador consciente!

11 – NÃO ESPERAR TUDO FICAR AS MIL MARAVILHAS PARA AGIR.

“Quem observa o vento nunca semeará, e o que olha para as nuvens nunca segará.” Ec 11.4. O navio não espera as ondas pararem para poder zarpar.

12 – NÃO DESPERDIÇAR MATERIAL.

“E Jesus tomou os pães e, havendo dado graças, repartiu-os pelos discípulos, e os discípulos, pelos que estavam assentados; e igualmente também os peixes, quanto eles queriam. E, quando estavam saciados, disse aos seus discípulos: Recolhei os pedaços que sobejaram, para que nada se perca.” Jo 6.11-12. Economia. Critério. Proveito.

13 – GUARDAR SEUS INSTRUMENTOS APÓS O TRABALHO, DEPOIS DE LIMPÁ-LOS.

“E viu estar dois barcos junto à praia do lago; e os pescadores, havendo descido deles, estavam lavando as redes.” Lc 5.2. Zelo. Longa vida.

14 – INSPIRAR OS DEMAIS COM O TESTEMUNHO DE SUA FÉ.

“De maneira que as minhas prisões em Cristo foram manifestas por toda a guarda pretoriana e por todos os demais lugares; e muitos dos irmãos no Senhor, tomando ânimo com as minhas prisões, ousam falar a palavra mais confiadamente, sem temor.” Fp 1.13-14. Influência. Referencial. Liderança.

15 – DESCENTRALIZAR QUANDO NECESSÁRIO.

“E tu, dentre todo o povo, procura homens capazes, tementes a Deus, homens de verdade, que aborreçam a avareza; e põe-nos sobre eles por maiorais de mil, maiorais de cem, maiorais de cinquenta e maiorais de dez.” Ex 18.21. Usar a mão de obra de todos.

16 – CULTIVAR A CONSCIÊNCIA DO DEVER CUMPRIDO.

“Combati o bom combate, acabei a carreira, guardei a fé.” II Tm 4.7. Nunca ter de ficar fugindo por ter sido omisso. Driblar todo desânimo. Concluir é o destino; iniciar é instalar bases.

Conclusão: Somos responsáveis pelo que fazemos, deixamos de fazer e pela influência que exercemos, seja positiva ou negativa. O galardão será dado a cada um de acordo com suas obras. O servo fiel sempre será agraciado por seu senhorio; o leviano receberá castigo e constrangimento.

|  Autor: Pr. Odair Alves de Oliveira  |  Divulgação: estudosgospel.com.br |


Receba Estudos Biblicos todos os dias!
Cadastre-se seu e-mail! É Grátis
     Digite seu Email Abaixo
Emails Cadastrados

OBS: Não esqueça de confirmar seu email em seguida!