Quando Deus Diz Não


Há momentos que não encontramos explicação para alguns acontecimentos de nossas vidas. A morte ou separação de alguém querido, uma doença que não cura, um fracasso financeiro e assim sucessivamente. O devir é imprevisível e se não somos capazes de prever o futuro, tão pouco de decifrá-lo. Para quem crê em um Deus Criador, que rege todas as coisas, é Nele que se encontram as respostas, ora reveladas, ora em segredos permanente. Para conforto nosso, o não de Deus, não significa Sua ausência em nossas vidas, visto que a Bíblia relata que servos amados do Senhor também experimentaram momentos de angústia e de terem não como respostas a orações.

A vida é mistério e muito do que se passa conosco só será esclarecido quando não mais vivermos, essa esperança na eternidade, tanto é motivo de conforto, como de desespero, mas jamais deverá ser causa de abandonarmos a fé: “Nada há encoberto que não venha a ser revelado; e oculto que não venha a ser conhecido.” Lucas 12:2. Portanto, amados, se neste momento atravessamos o vale da sombra da morte, saibamos que desse mesmo vale ressurgirá a luz e que apesar dos pesares, nossa confiança na soberania de Deus deve ser a causa de toda nossa expectativa de dias e se não houver mais dias, Ele mesmo nos recolherá em Seu Reino para um tempo sem dúvidas, sem trevas e sem choro.

Creio que Deus me chamou para falar sobre fé e às vezes é desafiadora a missão, porque já vivi (e não estou livre de viver) momentos terríveis em que nada do que pedi ou sonhei acontecia. Porções preciosas da minha vida pareciam desmoronar e tudo acabaria ali. Mas eu procurava não “soltar as sementes" que estavam em minhas mãos e mesmo chorando ia plantando aquilo que estava como Promessa na Palavra de Deus. Não era por minha força ou feitos, mas somente por acreditar que Deus transforma e não abandona seus filhos. Eu olhava ao redor e via a pior circunstância, olhava para a Palavra de Deus e encontrava consolo: não, isso aqui não é utopia, não é mentira, é Real. Aleluia!

“...Quando andar em trevas, e não tiver luz nenhuma, confie no nome do Senhor, e firme-se sobre o seu Deus. “ Isaías 50:10

O não de Deus

Moisés - O que viu o mar se abrir, sinais e maravilhas, na saída do Egito em direção a Terra Prometida. Um dia ele feriu a rocha , quando deveria ter apenas falado a ela para jorrar água. O Salmo 106: 33 diz: "Deus se indignou com Moisés porque ele falou imprudentemente aos filhos de Israel”. Moisés errou e não mais foi capaz de pisar os pés na Terra Prometida, apesar de ter orado a Deus mais de uma vez para entrar nela. Sabem o que Deus respondeu para ele? “chega Moisés, não me fale mais nesse negócio, não vais entrar lá, se conforme com isso” Deuteronômio 3: 25-26.

Aqui o não de Deus veio como resultado da desobediência de Moisés. Alguns não's, chegam para nós também nessas condições. Ferimos pessoas, desobedecemos ao Espirito Santo, desprezamos Jesus e perdemos de conquistar coisas importantes: "Todavia o meu justo vivera pela fé, se retroceder, nele não se compraz minha alma". (Hb 10:38).

Certa vez Moisés também orou para Deus curar sua irmã Miriã da lepra, e ouviu como resposta: “ Não Moisés, agora não, ela ficará leprosa por mais um tempo, depois resolvo isso” Números 12:13-14.

Quantas vezes já oramos pela cura de alguém e a pessoa continuou doente? Quem sabe Deus está a dizer: " agora não, preciso realizar algumas coisas na vida dessa pessoa, resolvo mais tarde, no tempo oportuno”. O que nos cabe é interceder e colocar nas mãos do Senhor, que poderá curar através de sinais e maravilhas ou via medicina, ou ainda, Ele pode não curar e a pessoa morrer da enfermidade.

È por isso que a melhor escolha sempre é manter a comunhão e a fé em Deus, em qualquer tempo e para qualquer resposta, sabendo que o possível foi feito por nós, mas o impossível, somente Deus poderia fazer.

Jó – Era integro e fazia holocaustos contínuos a Deus por sua família, tamanho era o cuidado e o amor que tinha para com todos. Ainda assim, seus filhos morreram de forma trágica e Jó padeceu horrores! E aqui sabemos qual a causa de todos os males da vida desse homem: a ação do diabo como forma de desviá-lo do caminho da salvação.

Onde foram parar as orações de Jó por sua família? Alguma vez você já se perguntou o que acontece com suas orações? Por que parecem não ser ouvidas? Deus estava atento a cada palavra de Jó, as ditas e as não ditas e mesmo com toda desgraça, Deus estava agindo na vida de seu servo para lhe dar o melhor. Jó precisava continuar acreditando, sendo fiel a Deus, mesmo sob a pressão do mundo que lançava julgamentos precipitados e distantes dos de Deus.

“Clamo a ti, porém, tu não me respondes; estou em pé, porém, para mim não atentas.” Jó 30:20

O estar de pé, significava urgência, pressa, desespero. Mas Deus estava em silêncio a dizer: “Agora não, Jó. Aguarde mais um pouco, estou atento, você não está orando em vão, vou recompensá-lo”.

Orar nunca será vão. Jesus mesmo disse: "Pedi, e dar-se-vos- a; buscai, e encontrareis; batei, e abrir-se-vos-á. Porque, aquele que pede, recebe; e, o que busca, encontra; e, ao que bate, abrir-se-lhe á. E qual de entre vós é o homem que, pedindo-lhe pão o seu filho, lhe dará uma pedra?" Mateus 7:7-9

Orando e a situação continua ruim? Ela poderia está muito pior, sem oração. Deus está trabalhando, ainda que não se perceba.

Poderia prosseguir contando muitos outros casos Bíblicos sobre o não de Deus, mas creio que o Espirito Santo de Deus cumprirá o propósito da mensagem na vida daqueles que estão perseverando em servir a Jesus em um modo digno e honrado de vida. E para os que ainda não creem no Evangelho, oro para que o tempo da restauração chegue as vossas vidas em reconhecimento de que em Deus se encontra toda justiça e Salvação.

Em Cristo, Eterno Refúgio.

| Autor: Wilma Rejane | Divulgação: EstudosGospel.Com.BR |


Receba Estudos Biblicos todos os dias!
Cadastre-se seu e-mail! É Grátis
     Digite seu Email Abaixo
Emails Cadastrados

OBS: Não esqueça de confirmar seu email em seguida!