Qual é a Sua Busca?


Então, eu disse: semeai para vós outros em justiça, ceifai segundo a misericórdia; arai o campo de pousio; porque é tempo de buscar ao SENHOR, até que ele venha, e chova a justiça sobre vós. Oséias 10:12.

Cada religião busca oferecer ao homem o caminho de volta para Deus. É a tentativa desesperada de reconciliação com Deus. A deturpação do pecado, a sagacidade do diabo e a corrupção do mundo entenebreceram a mente humana, e o homem perdeu-se no cipoal desta busca do sagrado. Religiões esdrúxulas são engendradas com vistas a arrastar os homens para os corredores escuros do obscurantismo espiritual. O pecado embruteceu o homem, o diabo cegou o seu entendimento e por isso, cada vez mais, as religiões afastam os homens de Deus, em vez de aproximá-los. A religião é um caminho que o homem tenta abrir da terra para o céu. É uma tentativa desesperada e fracassada de chegar a Deus pelos próprios esforços. O pecado rompeu a harmonia e a comunhão do homem com Deus, consigo mesmo, com o próximo e com a natureza. O pecado desestruturou o homem e todas as suas relações. O pecado atingiu e afetou o homem como um todo e atingiu cada área da sua vida. O homem já nasce espiritualmente morto, ou seja, separado de Deus. Mas as vossas iniqüidades fazem separação entre vós e o vosso Deus; e os vossos pecados encobrem o seu rosto de vós, para que vos não ouça. Isaías 59:2.

Aquele que foi criado à imagem e semelhança de Deus tornou-se um ser ambíguo, confuso e contraditório. De dentro do coração do homem vasa uma torrente caudalosa de sujidades. O coração humano tornou-se enganoso e desesperadamente corrupto, um poço de sentimentos mesquinhos e desejos abomináveis. A corrupção do coração do homem nada mais é do que o transbordamento da maldade que está em ebulição. Onde quer que o homem põe a mão, ele contamina o ambiente. Mas todos nós somos como o imundo, e todas as nossas justiças, como trapo da imundícia; todos nós murchamos como a folha, e as nossas iniqüidades, como um vento, nos arrebatam. Quem da imundícia poderá tirar coisa pura? Ninguém! Isaías 64:6 e Jó 14:4.

Em virtude dessa dolorosa realidade, surgiram e ainda surgem milhares de religiões, criadas pelo engenho humano, por mentes corrompidas, espíritos manietados e subservientes aos caprichos do diabo, para afastar ainda mais os homens de Deus. Há, portanto, muitos “altares” espúrios, muitos deuses falsos, muitos cultos abomináveis para Deus. Não poucas vezes, o homem adora a criatura em lugar do criador. Outras vezes, o homem em rebelião contra Deus serve deliberadamente aos próprios demônios. Ora, o Espírito afirma expressamente que, nos últimos tempos, alguns apostatarão da fé, por obedecerem a espíritos enganadores e a ensinos de demônios, pela hipocrisia dos que falam mentiras. 1 Timóteo 4:1-2a.

O que é mais chocante é que há também aqueles que, mesmo conhecendo a verdade, adotam um modelo doentio de espiritualidade. Testemunhamos hoje o florescimento do humanismo exacerbado. Tudo gira em torno do homem. O homem é o centro e a medida de todas as coisas. A vontade do homem deve ser sempre satisfeita. Até mesmo a Igreja do Senhor precisa adequar-se às pesquisas de mercado. A verdade perdeu o seu valor fundamental para esta geração humanista. As pessoas embaladas pelo pragmatismo emergente buscam não a verdade, mas o que funciona: não o que é certo, mas o que dá certo. Os cultos mais freqüentados são aqueles que supervalorizam a experiência, ainda que não aferida pela verdade revelada de Deus. Prevalece o subjetivismo. O que está em voga hoje não é o estudo sério, analítico e profundo das Escrituras, mas uma consulta superficial, mística e sentimental da Palavra. Isto é recusar a ouvir a Palavra do Senhor. Este povo maligno, que se recusa a ouvir as minhas palavras, que caminha segundo a dureza do seu coração e anda após outros deuses para os servir e adorar. Jeremias 13:10a.

O estudo da Bíblia passou a ser irrelevante: o que importa é o que o “espírito” revela no momento, através de “pessoas inspiradas”. A luz interior tornou-se mais importante do que a revelação escrita de Deus. As pessoas estão ávidas para ouvir os profetas do subjetivismo e os intérpretes de sonhos, em vez de examinar as Escrituras. Correm atrás do místico, não da verdade. Que sabedoria é essa que eles têm? Leiamos em Jeremias 8:9 Os sábios serão envergonhados, aterrorizados e presos; eis que rejeitaram a Palavra do SENHOR; que sabedoria é essa que eles têm?

Em virtude desse desvio, floresce no meio evangélico uma procura cada vez maior por profetas e profetisas que possam interpretar sonhos e visões e trazer direto para o povo os mistérios da vontade de Deus. Mergulhados cada vez mais em um analfabetismo bíblico, os incautos fluem aos borbotões para esses redutos, absorvendo sem questionar todo o ensino que brota do enganoso coração humano, em vez de beber da água limpa que jorra das Escrituras. Cavam cisternas rotas e abandonam a fonte das águas vivas. Porque dois males cometeu o meu povo: a mim me deixaram, o manancial de águas vivas, e cavaram cisternas, cisternas rotas, que não retêm as águas. Jeremias 2:13.

O que está na raiz dessa tendência é o antropocentrismo idolátrico. A preocupação do homem moderno é agradar a si mesmo, e não a Deus. Ele quer sentir-se bem. Quer ter experiências arrebatadoras. Ele busca experiências que lhe provoquem calafrios na espinha. Ele tem sede do sobrenatural, está ávido por ver sinais e maravilhas, e anda atrás de milagres. Para o homem moderno, a Palavra precisa apelar não à sua razão, mas às suas emoções. Ele não quer conhecer, quer sentir. O culto não é racional, é sensorial. Sua mente está embotada, sua razão adormecida. Não importa o que as pessoas falem, desde que ele experimente uma catarse.

Ele não quer julgar os fatos: para ele, tudo o que parece ser sobrenatural é bom. O místico sobrepujou a verdade. O sentimento prevaleceu sobre a razão. As emoções assentaram-se no trono. Elas têm a última palavra. Para muitas pessoas, o cristianismo está se transformando em um ópio, um narcótico que anestesia a alma e coloca em sono profundo as grandes inquietações da mente. Queridos, não é hora de despertarmos do sono? Romanos 13:11 E digo isto a vós outros que conheceis o tempo: já é hora de vos despertardes do sono; porque a nossa salvação está, agora, mais perto do que quando no princípio cremos.

Irmãos hoje a as pessoas buscam os sopros poderosos, as “visões celestiais”, as revelações estranhas e não as Escrituras, as experiências arrebatadoras, as emoções fortes, mas continuam cada vez mais vazias. Essa espiritualidade encenada e teatral traz fogo estranho diante do Senhor. Os filhos de Arão chegaram com fogo estranho diante do Senhor. Deus os destruiu e lhes rejeitou o culto. Todo fogo estranho é abominação ao Senhor. Não adianta ter um culto carismático se a vida do adorador é imoral. Não adianta expulsar demônios, se o exorcista é desonesto em seus negócios. Não adianta falar em outras línguas no culto e depois entregar-se à maledicência em casa. Não adianta apresentar a oferta no altar, se o coração é um poço de inveja e amargura. Pela boca do profeta Isaías, Deus disse que já estava cansado do culto do seu povo, que o honrava apenas de lábios, mas o coração estava distante dele. O Senhor disse: Visto que este povo se aproxima de mim e com a sua boca e com os seus lábios me honra, mas o seu coração está longe de mim, e o seu temor para comigo consiste só em mandamentos de homens, que maquinalmente aprendeu. Isaías 29:13.

É tempo de buscar a Deus, porque Ele já nos buscou em Seu filho Jesus Cristo e nos deu condições para buscá-lO. Nós sem termos nenhuma condição de ir até Ele, Jesus Cristo nos atraiu na cruz fazendo morrer o nosso velho homem. Graças ao Senhor o nosso pecado foi removido na cruz no Corpo Santo de Jesus Cristo. Fomos feitos idôneos para sermos igreja gloriosa, fomos comprados por um alto preço. Jesus morreu a nossa morte e nos deu a Sua vida santa e ressurreta. Fomos crucificados com Cristo e levamos o Seu morrer todos os dias. Está é a fé identificadora do cristão verdadeiro. É nela que se percebe a qualidade do testemunho revelado ao mundo, que se norteiam os caminhos da vida transformada, e que se encaminha o salvo para a glória e recompensa eterna. Dando graças ao Pai, que vos fez idôneos à parte que vos cabe da herança dos santos na luz. Colossenses 1:12. Amém.

|  Autor: Claudio Morandi  |  Divulgação: estudosgospel.com.br |