Por Que Somos a Última Geração


         Quando o mundo vai acabar? De que maneira?
        A Biblia é categórica: Deus nos diz quando e como o mundo que conhecemos acabará.
         Quais as evidências bíblicas de que somos a última geração? Você quer mesmo saber? Veja abaixo.

  • Multiplicação do Conhecimento
        A primeira indicação que confirma que somos a última geração é registrada em Daniel:
 
"Tu, porém, Daniel, encerra as palavras e sela o livro, até ao tempo do fim; muitos o esquadrinharão, e o saber se multiplicará" (Dn 12.4).

        A tradução literal deste trecho da Bíblia indica que a última geração experimentará uma explosão de conhecimento.
         Somos, definitivamente, esta geração. Do jardim do Éden até 1900 d.C., os seres humanos andaram em cavalos, como o rei Davi, Julio Cesar e Napoleão. Num espaço de alguns anos, o homem inventou o automóvel, o avião e o ônibus espacial. Na área médica, temos presenciado tamanha explosão de conhecimento, que a ciência precisou redefinir o conceito de morte. O ser humano pode ser mantido vivo quase que indefinidamente através de máquinas e drogas miraculosas (isso, sem se falar nos projetos Genoma e Células Tronco). A explosão de conhecimento é evidente na super infovia de informação. Você pode ficar sentado comodamente em casa e obter qualquer informação que desejar através da Internet.

  • Bomba Atômica
        O profeta Zacarias teve uma visão e não soube como descrevê-la, chamando-a de "os terríveis resultados de uma praga". Esta praga será enviada a todos os que viverem para lutar contra Jerusalém nos últimos dias. A praga consome a carne do homem, estando ele ainda de pé. Os olhos apodrecem ainda nas órbitas, e a língua se dissolve ainda dentro da boca (Zc 14.12-15). Esta praga de Zacarias foi um mistério para a geração de meus avós, mas, então, a bomba atômica foi inventada. Uma bomba atômica pode produzir, em milésimos de segundos, uma temperatura de mais de um milhão de graus. É desta forma que os olhos e a língua de um homem são consumidos antes que seu corpo caia no chão. A praga de Zacarias não é mais um mistério. É um armamento atômico, e ele será usado no Oriente Médio nesta última geração que vivemos.

  • Renascimento de Israel
         Todos os grandes profetas testemunharam que Deus tiraria o povo judeu de suas sepulturas gentílicas (as nações) e o traria à terra de Israel antes da volta de JESUS. No dia 15 de maio de 1948 foi anunciado no rádio: \"As Nações Unidas anunciaram hoje que reonheceram formalmente o Estado de Israel\". Israel havia renascido, conforme profetizado em Is 66.8. O renascimento de Israel não é um acidente histórico. Ele é a mão de Deus no controle da situação, justamente como os profetas bíblicos disseram que aconteceria.

  • Os Judeus na Sua Própria Terra
        Assim está escrito:
 
"Portanto, eis que vêm dias, diz o SENHOR, em que nunca mais dirão: Tão certo como vive o SENHOR, que fez subir os filhos de Israel da terra do Egito, mas: Tão certo como vive o SENHOR, que fez subir, que trouxe a descendência da casa de Israel da terra do Norte e de todas as terras para onde os tinha arrojado; e habitarão na sua terra" (Jr 23.7-8).

         Os judeus da terra do Norte (Rússia) retornaram a Israel em dezenas de milhares, assim como os outros judeus do resto do mundo. Através dos noticiários da televisão, vimos o seu desembarque no aeroporto de Tel Aviv. Lemos sobre isto em todo tipo de mídia impressa. Mas lemos isto, primeiramente, na Bíblia. Este é outro sinal de que somos a última geração.

  • Jerusalém no Controle dos Judeus
         A profecia bíblica nos informa que Jerusalém não será mais governada pelos gentios na última geração. O povo judeu não controlava Jerusalém desde o ano 70 d.C., quando os romanos atacaram a cidade e destruíram o templo, até que houve a guerra dos Seis Dias, em 1967. JESUS disse que
 
"até que os tempos dos gentios se completem, Jerusalém será pisada por eles" (Lc 21.24).

         Jerusalém está sob o controle dos judeus pela primeira vez em dois mil anos. Somos a última geração.

  • Comunicações Avançadas
        No livro de Apocalipse, capítulo 11, João descreveu duas testemunhas que serão executadas, e seus corpos sem vida ficarão por três dias nas ruas de Jerusalém, sendo vistas por pessoas, tribos, línguas e nações. Por diversas gerações, os estudiosos se perguntaram sobre como estas testemunhas poderiam ser vistas por toda a terra ao mesmo tempo. Isso era impossível. Então, chegou a televisão e, depois, os satélites de comunicação. Isso não era possível em 1900. Isso é possível agora, pois somos a última geração.

  • Engano e Mais Engano
        O Senhor JESUS nos advertiu:
 
"Vede que ninguém vos engane. Porque virão muitos em meu nome... e enganarão a muitos... porque surgirão falsos cristos e falsos profetas operando grandes sinais e prodígios para enganar, se possível, os próprios eleitos" (Mt 24).
 
        JESUS advertiu que o problema maior da terra nos últimos dias seria a fraude. As teorias e filosofias da Nova Era são uma fraude. Neste momento, há milhares de pessoas, somente nos Estados Unidos, querendo provar na justiça que são o próprio Cristo. Os gurus ambientalistas, que dizem que a terra nada mais é senão o seio da "deusa mãe" Gaia, estão simplesmente espalhando uma ilusão. A igreja apóstata, que tem aparência de piedosa, mas nega o poder de Deus, está praticando uma fraude. O engano prolifera em todo o mundo, pois somos a última geração.

  • Pestes e Fome
         Algumas potências mundiais são capazes de alimentar o mundo inteiro, mas muitos fazendeiros são pagos para não produzir certas espécies de alimentos, e outros, para jogar fora toda sua produção, pois, do contrário, a oferta de produtos seria muito grande e, consequentemente, os preços despencariam no mercado. Vemos todas as noites no noticiário da televisão crianças desnutridas, com barrigas inchadas, olhos esbugalhados e ossos à mostra. Ouvimos também diariamente de notícias de várias epidemias se alastrando e causando morticínio. Nem precisamos citar aqui o nome das inúmeras doenças deste século que se espalham incontrolavelmente ceifando desde crianças a idosos... Por quê? JESUS disse que nos últimos dias
 
"se levantará nação contra nação, reino contra reino, e haverá fomes e terremotos em vários lugares; porém tudo isto é o princípio das dores" (Mt 24.7-8).

  • Terremotos, Terremotos e Terremotos
        Segundo estatísticas comprovadas, os terremotos das últimas décadas superam em muito, todos os que houveram antes em toda a terra. A verdade é que Deus usa terremotos para se comunicar com os surdos espirituais. A Bíblia registra pelo menos 33 exemplos de que Deus usou um terremoto para chamar a atenção do ser humano.
         A terra tremeu no monte Sinai quando Moisés recebeu os Dez Mandamentos (Exodo 19.18). Deus usou um terremoto em Jerusalém durante a crucificação de JESUS, para separar em dois, de cima a baixo, o véu do templo (Mt 27.51). Fez uso de um terremoto, na ressurreição, para rolar a pedra da tumba emprestada, não para que JESUS saísse, mas para que nós entrássemos (Mt 28.2). Os constantes tremores de terra são a voz de Deus falando através da natureza para nos lembrar de que somos a última geração.

  • Como nos Dias de Noé, O Homem Continua o Mesmo
        Lemos na Bíblia:
 
"...assim com foi nos dias de Noé, assim também será na vinda do Filho do Homem" (Mt 24.36-37).

        Que características marcaram os dias de Noé? A Bíblia nos conta que a maldade do ser humano era muito grande sobre a terra e que "era continuamente mau todo o desígnio do seu coração" (Gn 6.5). Se você abrir seu jornal pela manhã, perderá o apetite lendo sobre assassinatos, abuso infantil, estupros, sequestros, assaltos, abuso de cônjuges, corrupção no governo, balas perdidas, tráfico de drogas, pornografia, homossexualidade, adultério e fornicação. Esta geração é semelhante à de Noé, com seus pensamentos continuamente maus.
         É por isso que sabemos que somos a última geração.

         O que fazer?
"Arrependei-vos... Salvai-vos deste geração perversa" (At 2.38-40).
"Crê no Senhor JESUS e serás salvo, tu e tua casa" (At 16.31).

Autor: Adail Campelo