Para Onde Ir Quando Não Há Saída?


Textos:

Êxodo 14.1-3,10

01.Então falou o Senhor a Moisés, dizendo: 02.Fala aos filhos de Israel que voltem, e que se acampem diante de Pi-Hairote, entre Migdol e o mar, diante de Baal-Zefom; em frente dele assentareis o campo junto ao mar. 03.Então Faraó dirá dos filhos de Israel: Estão embaraçados na terra, o deserto os encerrou. 10.E aproximando Faraó, os filhos de Israel levantara m seus olhos, e eis que os egípcios vinham atrás deles, e temeram muito; então os filhos de Israel clamaram ao SENHOR.

INTRODUÇÃO

Na vida passamos por momentos diversos. Momentos difíceis e momentos fáceis, momentos felizes e momentos tristes, e isso nos abala o psicológico. O ser humano está preparado somente para viver em tempos fáceis e felizes, situações de normalidade que não fogem ao cotidiano. Isso me faz pensar que aqueles que passam por momentos difíceis precisam de ajuda e de uma ajuda que os levará a um lugar de descanso.

Quero mais uma vez levar a todos os amados irmãos uma palavra que venha lhes trazer uma capacidade de enfrentamento diante aos problemas que enfrentamos nesta vida, por isso escolhi um contexto que mostra bem o que quero lhes transmitir.

A passagem sobre um dos mais conhecidos contextos bíblicos que nos foi deixado para meditação. Quero lhes pedir para que a bram seus corações e deixem a luz da palavra de Deus entrar em seus inte riores e lhes levarem para o local de descanso e da vitória.

ANALISANDO O CONTEXTO

Israel havia ficado escravizado no Egito por cerca de 430 anos, vivendo debaixo de açoites e humilhação, e com o passar dos tempos a situação de escravo foi fazendo parte do consciente do povo Hebreu, e assim o povo foi ficando intimidado e até asesperanças estavam morrendo.

Mas um dia o Senhor levantou um homem chamado Moisés que como um emissário foi até Faraó, o grande monarca do Egito e com fé foi usado e assim Deus realizou a grande libertação do povo Hebreu. E depois de enviar dez pragas devastadoras humilhando os pseudos deuses egípcios Faraó decide mandar os escravos embora, libertando não somente os Hebreus, mas também outros povos que outrora havia sido dominado pelo Egito, povos que a bíblia chama de estrangeiros, mas o povo ainda leva todo ouro e toda prata do Egito, como uma indenização pelo tempo de escravidão e deixando aquele país irreconhecível, pois depois da saída dos Hebreus o Egito nunca mais foi o mesmo.

Com a saída dos Hebreus, Faraó viu que nunca mais se levantaria e decide sair atrás do povo e matar a todos, como quem dizia que “se eles não fossem seus escravos também não seriam de ninguém”, mas mal sabia ele que aquele povo não foi criado para ser escravo de ninguém, mas sim um povo livre para adorar a Deus e que tomaria posse das promessas de seu Senhor. Na verdade Faraó nunca conheceu um Deus com “D” maiúsculo.

Então o povo olha para trás e vê o exército do Egito vindo para os matarem. Eles olham para frente e vê um imenso mar; Olham para trás e vê o inimigo; Olham para direita e vê montanhas e para e squerda mais montanhas. Agora estão encurralados, sem saída, sem opção, sem esperança, e aí eu pergunto: O que fazer, para onde ir, quando não há uma saída visível?

A RESPOSTA CERTA

Eu sempre digo e afirmo que a bíblia é a palavra de Deus para o homem, eu a defino de uma forma simples. Veja bem, quando vamos a uma loja e compramos um aparelho ou um eletrodoméstico junto a este produto vem um livrinho que conhecemos como manual de funcionamento que descreve tudo sobre o produto e dá instruções de como instalá-lo e conservá-lo. Não é mesmo? Assim também Deus quando criou o homem Ele deixou um livro como um manual de funcionamento onde podemos encontrar todas as respostas a nossas mais difíceis perguntas, e este livro se chama Bíblia Sagrada.

Então vamos encontrar a resposta para a nossa pergunta, ou seja, a pergunta que permeia esta mensagem: O que fazer, para onde ir, quando não há uma saída visível?

Muitas vezes nos encontramos em situações desesper adoras, onde pessoas pensam até mesmo em tirar suas próprias vidas. Situações onde famílias são dizimadas, e jovens se entregam as drogas ou a prostituição por não verem uma saída que os levem a um lugar seguro.

Esses problemas são os mais diversos, quer seja na vida sentimental, quer seja na vida profissional, financeira, ou mesmo na área espiritual, precisamos de uma saída, uma apenas que nos leve a um lugar seguro. Então: O que devemos fazer, para onde devemos ir, quando não há uma saída visível?

Quero ajudar a todos os leitores e pedir que divulguem esta mensagem, pois trago aquilo que Deus falou a meu coração.

Primeira coisa a se fazer

Verso 13 - Moisés, porém, disse ao povo: Não temais;...

É bem verdade que o medo é um sentimento muito ruim, pois se não tivermos um bom controle sobre esse sentimento ele pode nos levar ao fracasso, pois o medo é um sentimento que nos faz pensar que algo vai dar errado, um sentimento de que não temos capacidade para realiza r tal coisa. O medo trava a ação de resposta quando não se tem controle dele.

O povo de Deus sabia quem era o inimigo que vinha atrás deles, eles passaram anos debaixo dos chicotes e de trabalhos forçados, eles sabiam que os Egípcios eram realmente maus, e isso os leva a um sentimento de medo extremo, ao ponto de perguntarem a Moisés se no Egito não havia sepultura suficiente para eles, para morrerem no deserto.

Devemos ter domínio sobre o medo, pois este sentimento está inerente ligado a qualidade de sermos humanos. É normal termos medo, mas não podemos deixar que este sentimentos nos domine e nos faça entregarmos os pontos, fazendo com que o inimigo tenha vitória. Se deixarmos que o medo nos domine então o fracasso é certo. Mas se usarmos o medo como uma fonte de precaução, de prudência, então ainda haverá uma esperança para nós.

Precisamos nos levantar e não olharmos para a sepultura, mas acreditar que tudo ainda não está perdido ainda devemos acreditar que enquanto há vida, há esperança e se a morte vier Deus ainda tem poder para ressuscitar. O diabo usa esta estratégia todos os dias com muitos do povo de Deus, Ele se faz parecer com um grande e terrível inimigo, com chifres pontiagudos, dentes afiados, olhos avermelhados, quando na verdade ele não passa de um ratinho. Irmão, irmã, levante seus olhos e não temas, pois a última palavra é de Deus e Ele ainda não se pronunciou.

Segunda coisa a se fazer

Verso 13 - ...;estai quietos,...

Esta é a segunda orientação de Moisés para o povo, ESTAIS QUIETOS. O povo ao ver o inimigo vindo e se sentindo sem saída, sem salvação, começaram a falar mal, a reclamar e já estavam vendo seus túmulos ali mesmo (vr. 11-12). Eles nem bem tinham saído do Egito e já estavam prestes a morrer, esse era o sentimento do povo. Agora imagine 2.700.000 (dois milhões, setecentas mil pessoas) gritando: “Vamos morrer, estamos perdidos! ”. Uma verdade é clara, quando estamos falando, reclamando, murmurando, resmungando, não vemos coisas ao nosso redor. Outra verdade é que “quando um burro fala o outro baixa as orelhas”, e com todo o povo murmurando ninguém poderia ouvir a voz do grande Deus dos deuses e Senhor dos senhores.

Diante de uma situação adversa precisamos nos calar, pois existem pessoas que basta um probleminha que já fica gritando aos quatro cantos da terra colocando qualquer um a par de seus problemas e não deveria ser assim. Quando estamos em um problema, em uma situação muito difícil clamamos a Deus e não ficamos quietos para ouvir as orientações de Deus, achando que Deus irá fazer tudo, e não é assim, muitas vezes Deus nos dá orientações que nos levarão até a porta que nos colocará em local de descanso.

Amadas e amados irmãos, por favor, fique quieto, procure ouvir as orientações de Deus para sua vida, como esta mensagem que está chegando agora para sua vida através da internet. Ficai quieto, pois Deus com certeza está te vendo nesta situação, e se você ficar quieto ouvirá as orientações de Deus. Pois aprenda que o ficar quieto aqui é para ouvir p
alavras de salvação, pois Deus não fará tudo, Ele só vai fazer aquilo que você não pode fazer.

Terceira coisa a se fazer

Verso 13 - ... e vede o livramento do SENHOR, que hoje vos fará;...

Com o coração cheio de medo e declarando que a morte era certa, o povo não teria a visão da liberdade, pois na verdade o povo saiu do Egito, mas o Egito ainda não havia saído do povo. Em seus corações eles ainda eram escravos de Faraó e no subconsciente eles pensavam que Faraó vinha em busca daquilo que era dele por direito, o que não era verdade.

Todos os anos de escravidão tiveram o poder de tirar do povo o poder da visão. Eles esperavam a libertação porque era uma promessa, mas na verdade não mais acreditavam que seriam libertos, e Faraó a postou nisso, que conseguiria intimidar o povo com seus carros de ferro.

Precisamos utilizar os olhos da fé, pois somente eles nos mostrarão aquilo que ainda não existe, pois com os olhos da fé eu posso ver minha vida próspera em todas as áreas, com os olhos da fé eu vejo meus filhos livres, eu vejo aminha igreja vitoriosa, ainda que os problemas estejam em evidência eu posso ver com os olhos da fé a vitória.

Precisamos sair do marasmo do desânimo e acreditar que algo vai acontecer, devemos ter a visão da vitória é sermos otimista, é não desanimar, é seguir em frente mesmo quando tudo parece lutar ao contrário. O que faz de uma tempestade ser uma tempestade é o vento, pois sem o vento é apenas uma chuva que não traz prejuízo algum, mas é o vento que faz o estrago, o vento sempre soprará ao contrário daquilo que é correto, ele arranca o que foi estabelecido, ele traz lixo para o local que está limpo, ele destrói aquilo que levou tempo para se levantar.

Nós devemos ver que a vitória já chegou, devemos nos ver livres do problema, ver que a salvação chegou. Vede o livramento, vede a saída, vede a salvação, vede, vede, vede agora.

Quarta coisa a se fazer

Verso 14 - O SENHOR pelejará por vós,...

O povo sabia que havia uma profecia de que Deus levantaria um libertador para os tirarem da escravidão. Não que Deus precisasse de Moisés, pois na verdade Deus poderia tirar o povo do Egito, mas era necessário Moisés para levar o povo de volta para Deus. E se havia uma profecia então era necessário crer que o Eterno ainda era suficientemente poderoso para realizar qualquer feito, que se Deus falou então Ele é fiel para cumprir com a sua palavra.

O povo já não mais acreditava no poder incomparável do Eterno, eles já não mais eram um povo visionário, eles se esqueceram que o Senhor era Onipotente, e nada pode frustrar a vontade do Eterno. O povo ficou descrente, e bem sabemos que sem fé é impossível agradar a Deus, sendo que a fé é o firme fundamento daquilo que se espera e a prova daquilo que não se vê. Crer significa ver o impossível acontecer e o impossível é aquilo que nós não podemos fazer.

Eu vivo no Sul de Minas, e não preciso ter fé que vai chover, pois a região é e sempre foi bem regada pelas chuvas. Eu não preciso ter fé que vai entrar em minha conta bancária uma boa quantia por mês, pois eu sou funcionário público e é certo que irei receber meu salário. Eu não preciso ter fé para acreditar que farei uma refeição amanhã, pois há suprimento em minha casa. Precisamos ter fé para acreditar no impossível, ou seja, aquilo que foge ao nosso controle, aquilo que está fora de nossa capacidade, pois foi com a fé que Pedro andou sobre as águas. E quando a fé entra em ação acontece a cura de uma enfermidade que nenhum médico curou a doze anos, ou acontece que um cego volta a ver e um paralítico volta a andar.

Devemos colocar a nossa fé naquele que pode realizar o impossível, aquele que nunca perde o controle da situação, aquele que tem a chave que abre porta e ninguém fecha e quando Ele fecha ninguém abre. O senhor é quem pode pelejar a nossa peleja.

Quinta coisa a se fazer

Verso 15 - Então disse o SENHOR a Moisés: Por que clamas a mim? Dize aos filhos de Israel que marchem.

Mesmo tendo o inimigo por detrás, montanhas pelos lados, e o mar adiante, Deus dá uma palavra que aos nossos olhos parece uma gozação, mandou o povo seguir em frente. Mas vamos ver esta situação.

Ao perceberem a vinda do inimigo cruel e maldoso, olhando para os lados e vendo mais empecilhos, e o pior, tendo em frente a imensidão do mar mediterrâneo o povo parou, e parando começaram a murmurar, perderam a visão que já não tinham e a esperança que já haviam perdido. Parando eles só conseguiam ver impossibilidades e fracasso, e não era um povinho, mas sim uma grande multidão, era um povo tão obstinado pelo fracasso que o Eterno quase os exterminou por completo. E sendo um povo assim jamais veriam o impossível acontecer. Deus sempre quer nos dar o melhor; e o melhor tem a ver com o impossível, um impossível que quando acontecer todos saberão que realmente foi o grande e poderoso Deus quem realizou em nossas vidas.

Precisamos entender que mesmo o vento soprando contrário não podemos parar, pois se pararmos então seremos tomados pelo cansaço e iremos ser abraçados pelo fracasso, parar é para os fracos, mas avançar mesmo com a situação dizendo que não iremos conseguir, é para os fortes, aqueles que acreditam na vitória, aqueles que compreendem que não se pode parar nos momentos difíceis, não se entrega os pontos diante de uma situação adversa.

A palavra de Deus para o povo é MARCHE, pois o improvável vai acontecer e Ele, o Senhor, o Eterno vai envergonhar seus inimigos, e nós não precisaremos levantar um só dedo, Ele vai fazer o impossível acontecer diante dos nossos olhos e de nossos adversários, quer seja a doença quer seja a falência, Ele ainda tem o controle de tudo.

CONCLUSÃO

Quando o povo decidiu marchar, ou seja, seguir em frente sem olhar para trás, sem olhar para os empecilhos das laterais, quando o povo decidiu aplacar o medo e deixar de murmurar, então algo maravilhoso começa acontecer, o mar começa a se abrir para o povo passar a seco.

Mas vamos analisar um pouco mais esse grande milagre. Veja que a bíblia relata sobre a abertura do mar vermelho: Ex - 14: 21 - Então Moisés estendeu a sua mão sobre o mar, e o SENHOR fez retirar o mar por um forte vento oriental toda aquela noite; e o mar tornou-se em seco, e as águas foram partidas.

Israel, o povo do Senhor estava do lado ocidental, ou seja, a travessia se deu do ocidente para o oriente, então fica evidente que durante toda a noite o Senhor Eterno já preparava a solução do problema para o povo de Israel, pois o vento já soprava a favor do povo, um vento que não traz lixo ou estragos, mas um vento que traz paz, livramento, bonança e cura.

Enquanto nos preocupamos deixamos de fazer o que manda a boa e agradável palavra de Deus e mesmo assim Deus está trabalhando a nosso favor, mas se continuarmos no erro contrariando esta palavra que acabou de nos alimentar, então não veremos o milagre de Deus acontecer.

Amigos e irmãos, eu não te conheço, nem sei qual a dificuldade esteja passando agora, mas eu também já estive em meio a uma tempestade, ou seria melhor dizer em meio a várias tempestades, mas Deus me enviou o socorro e veio de onde eu menos esperava. Por isso é bom que sejamos como povo de Deus deve ser, obediente e fiel, pois se servirmos o diabo com os vícios, idolatria, e pecados, então não veremos o milagre acontecer. O Senhor está nos chamando para sermos seu povo exclusivo dEle, pois Deus não aceita dividir você com ninguém. Entregue sua vida a Jesus e confia nEle, pois Ele tudo pode.

| Autor: Pr. Alexandre Augusto | Divulgação: EstudosGospel.Com.BR |


Receba Estudos Biblicos todos os dias!
Cadastre-se seu e-mail! É Grátis
     Digite seu Email Abaixo
Emails Cadastrados

OBS: Não esqueça de confirmar seu email em seguida!