Quantos hoje se dizem fracos diante de situações que aos seus olhos parecem impossíveis de serem vencidas. Olham para si mesmo. Contemplam fraqueza. Se mudassem o modo de falar, certamente iriam experimentar mudanças não só de pensamentos, mas de atitudes também.
Conforme a aliança com Acaz, o rei assírio subiu contra Damasco, capital da Síria, e prevaleceu contra ela, e com a reação natural dos 'vencedores', Acaz foi encontrá-lo naquela cidade, e lá chegando, viu um altar pagão, usado para sacrifícios a ídolos e deuses pagãos...
Como é que a corça suspira e anseia pelas águas? É com desespero. Gritando, correndo, buscando, farejando. Com sede. Com olfato privilegiado para localizar a fonte certa. Continuamente, todos os dias.
Deus ama o pecador, mas destrói suas obras más. Quem vive sem Deus está caminhando para o fracasso. Não chegará ao céu, mas descerá ao abismo. Sem Deus, tudo o que fizermos se perderá.
Os quatro evangelhos contam que três homens morreram crucificados naquele dia, mas nas epístolas de Paulo aprendi que havia um quarto homem!
Chama-nos a atenção o aparecimento do Senhor a Salomão em sonhos, mandando-o que lhe fizesse uma petição, nesse pedido estava à seguinte condição: Pede-me o que queres que eu te faça. Imagine se fosse você o que pediria?
O Sermão Profético revela como Jesus interpreta as passagens proféticas cruciais do Antigo Testamento a respeito de Israel e das nações. Ele serve como um inspirado esboço dos eventos do fim dos tempos.
Em certo aspecto nós nos tornamos santos ou santificados quando passamos pela experiência da conversão. Mas, isto não significa que a santificação já se completou em nós. Não devemos confundi-la com a graça, o presente, a dádiva da salvação.
Ele está morrendo de fome no deserto, e o tentador lhe pressiona ainda mais.  Ao passo que a primeira tentação foi um sussurro manso 'Se és Filho de Deus'  nessa segunda, a intensidade da voz do diabo chega a um nível fervoroso: 'Duvide, duvide, duvide, quando ele diz novamente:  Se és Filho de Deus, atira-te abaixo'.
Como um retrato faz a diferença, ele nos comove, nos apaixona, nos emociona, nos inspira. Mas meramente surge uma pergunta: Você já viu a face de Deus? Você já viu o retrato de Deus? 
A pessoa somente consegue estar em paz consigo mesma, quando está contente com aquilo que tem e é. Somos pessoas com defeitos e qualidades, não há ninguém perfeito neste mundo.
É imprescindível assumir uma atitude como João Batista teve, quando disse, olhando para Jesus: "Convém que ele cresça e que eu diminua" (Jo 3.30). É por isso que João Batista era tão grande aos olhos de Deus.


Receba Estudos Biblicos todos os dias!
Cadastre-se seu e-mail! É Grátis
     Digite seu Email Abaixo
Emails Cadastrados

OBS: Não esqueça de confirmar seu email em seguida!