'Filho, os teus pecados estão perdoados' (2:5). Esta simples afirmação causou a maior controvérsia, e deu a Jesus a oportunidade para ensinar algumas verdades importantes.
Mas a vereda dos justos é como a luz da aurora, que vai brilhando mais e mais até ser dia perfeito (Pv 4:18). O justo é libertado da angústia (Pv 11:8). Nenhum agravo sobrevirá ao justo (Pv 12:21).
No cativeiro de Babilônia os judeus não possuíam templo e nem sacerdotes. Não possuíam altares especiais para o exercício de queima de sacrifícios. Não tinham montes sagrados tais como Moriá, Carmelo. Não podiam ver a cidade santa, Jerusalém.
A Bíblia conta que Jesus, estava cansado e sedento, puxou conversa com uma samaritana junto ao poço de Jacó e lhe pediu água para beber. Nos tempos bíblicos os judeus não se davam com samaritanos.
O dogma do Purgatório não encontra qualquer amparo nas Sagradas Escrituras. Então, o lugar chamado Purgatório foi invenção de homens. 'sempre seja Deus verdadeiro, e todo homem mentiroso' (Romanos 3.4). Ainda bem que Jesus derramou seu sangue por nós, e o Seu sangue nos lava e purifica de todo pecado.
A divisão mais importante na Bíblia é a existente entre a profecia e o grande mistério proclamado pelo apóstolo Paulo.
Um carácter santo nunca evita a tentação. Jesus foi tentado. Quando Satanás tenta, por norma suas fagulhas caem em combustível, mas com Cristo parece que caíram em água.
Lembre-se que as pessoas fortemente influenciadas pelo espírito de Jezabel apresentarão muitas delas, num momento ou outro, embora não necessariamente na ordem descrita. Uma característica isolada não indica que alguém tenha o espírito de Jezabel.
A pomba, em Génesis simboliza o Espírito Santo, tal qual no Evangelho de João 1:32. O ramo de Oliveira, simboliza a própria Oliveira que É Cristo Jesus. A aparição da pomba com o ramo de Oliveira no bico significa a Redenção da humanidade através de Cristo Jesus.
'Então, aproximou-se o que recebera cinco talentos e trouxe-lhe outros cinco talentos, dizendo: Senhor, entregaste-me cinco talentos; eis aqui outros cinco talentos que ganhei com eles. E o seu senhor lhe disse: Bem está, servo bom e fiel. Sobre o pouco foste fiel, sobre muito te colocarei; entra no gozo do teu senhor.' Mt 25.20-21.
Murmuração e seus derivados aparecem quarenta vezes na bíblia. O numero quarenta representa o limite máximo que o homem pode suportar, portanto a murmuração é um pecado comum e grave entre o povo de Deus.
E, não aparecendo, havia já muitos dias, nem sol nem estrelas, e caindo sobre nós uma não pequena tempestade, fugiu-nos toda a esperança de nos salvarmos. Atos 27:20