Há sempre beleza para os que amam, do caos advém o Paraíso, não foi assim que surgiu o Éden? Quem poderia imaginar que no sofrimento da Cruz, do Cristo humilhado, ferido e injustiçado estaria a Redenção da humanidade?
Crescer continuamente é uma prerrogativa indispensável para a continuidade da relevância do ministério cristão. Pastores, mestres, pregadores e todos aqueles que desenvolvem um ministério na igreja precisam estar conscientes desta necessidade.
Não sabeis vós que sois o templo de Deus e que o Espírito de Deus habita em vós? Se alguém destruir o templo de Deus, Deus o destruirá; porque o templo de Deus, que 'sois vós', é santo.  1Corintios 3:1,17
No meio do jardim estavam a árvore da vida e a árvore da morte. É verdade que esta última foi apresentada como 'árvore do conhecimento do bem e do mal'. Porém, Deus advertiu: 'No dia em que dela comeres, certamente morrerás' (Gn.2.17).
O banquete estava servido com iguarias daquela época. Quando de repente Maria, irmã de Lázaro se aproxima e derrama um vaso de alabastro sobre a cabeça de Jesus.
Conforme os fatos inquestionáveis, fica instituído o tão comentado Tempo da Graça, ou seja, o favor imerecido de Deus para com os homens, onde o Apóstolo Paulo deixa sua contribuição gloriosa para que nosso entendimento não vacile.
'Meu Deus, Meu Deus, por que me desamparastes'. Alguns pregadores ensinam que Deus não pôde suportar o pecado e, por um momento no tempo, a unidade do Pai e Jesus foi separada na cruz. Alguns pregam que a separação entre Jesus e o Pai significa que Cristo morreu espiritualmente, mas será que foi isso?
Aqueles que perseverarem e permanecerem firmes na fé, até o fim, viverão e reinarão com Cristo. Cristo rejeitará, no dia do juízo, aqueles que não perseveraram e os que o negaram por palavras ou ações.
Moisés falou do Deus único e verdadeiro quando disse: 'Pois o Senhor, vosso Deus, é o Deus dos deuses e o Senhor dos senhores, o Deus grande, poderoso e temível' (Deuteronômio 10:17).
Existem centenas de expressões de Cristo Jesus nas Escrituras Sagradas. Discordar ou preferir ignorar as palavras de Cristo é escolher a perda irreparável. Todo sentido das palavras dele é revelar o amor, a benignidade e a justiça de Deus.
No Antigo Testamento, achamos formas da palavra 'preparar' usadas mais de 50 vezes em relação a coisas ou a pessoas dedicadas ao serviço do Senhor.
Deus disse a Jonas para ir à ímpia cidade de Nínive para adverti-la contra a destruição iminente. O profeta temia e desprezava os ninivitas tanto, que tentou fugir de Deus e da sua responsabilidade dada por Deus. 


Receba Estudos Biblicos todos os dias!
Cadastre-se seu e-mail! É Grátis
     Digite seu Email Abaixo
Emails Cadastrados

OBS: Não esqueça de confirmar seu email em seguida!