Muitas das vezes que eu vejo as pessoas falando sobre as portas do inferno observo que elas dão mais poder a Satanás do que ele tem; até o que ele tem, o tem debaixo da soberania de Deus absoluta em todos os tempos e lugares na existência. Não nos deixemos enganar, o Diabo não tem poder na vida daqueles que conhecem e praticam a Palavra de Deus, e as portas do inferno não prevalecem contra a igreja.
Tiago e João não tinham noção do tamanho da consequência advinda da escolha de se sentarem ao lado de Jesus na glória! Um pedido ousado, carregado de vaidades. Jesus não apenas adverte os filhos de Zebedeu sobre o perigo das escolhas, mas ensina que devemos ser humildes no viver para que escolhas e consequências nos sejam favoráveis.
Precisamos do avivamento que traga de volta o Espirito Santo as nossas igrejas, que foi afastado pelo formalismo, hipocrisia e vaidade do povo de Deus, que traga de volta os crentes aos nossos templos, para voltarem à prática da oração e adoração à Deus, que tire da 'U.T.I.' muitas vidas cristãs que agonizam, por faltar alimento sólido, consistente da Palavra de Deus, e por padecerem vitimadas por intoxição alimentar com doutrinas falsas e errôneas...
Quando cremos em nossa inclusão no corpo de Cristo, ou seja, em nossa morte e ressurreição juntamente com Ele, verificaremos que do início até o fim, a vida cristã baseia-se no princípio da nossa total dependência do Senhor Jesus. Portanto, tão somente descansa no Senhor e o mais Ele tudo fará...
Como nós nas igrejas locais podemos ser mais dinâmicos, produtivos e evangelizadores? Vamos estudar dois aspectos fundamentais na vida das comunidades eclesiásticas cristãs - o fortalecimento das relações interpessoais e a disciplina pessoal.
O abandono é uma das piores experiências pelas quais um ser humano pode passar. Pense em um soldado sendo abandonado para morrer em um campo de combate; ou um pastor, que depois de dedicar toda sua vida à uma igreja, ser abandonado por ela na sua velhice. Pasmem, esses incidentes acontecem com frequência. Nem Jesus escapou das dores do abandono; antes de ser crucificado, foi deixado de lado por todos os seus discípulos.
Às vezes, Deus deseja demonstrar Sua grandeza e poder e está buscando pessoas que estejam dispostas a caminhar com Ele pelo meio da fornalha ardente. Talvez você esteja enfrentando essas fornalhas agora. Embora esse possa ser um lugar amedrontador, você precisa se lembrar de que Deus é tão capaz de libertar você da fornalha quanto em meio a ela. A decisão é dEle. O que Ele requer de nós é fé.
O amor incondicional é sacrificial e doador. É ele que nos leva a viver para o bem do nosso próximo. É ele que nos impede de vivermos para nós mesmos. Não vivo mais para mim, sirvo a um reino que esta envolvido em amor, e isto me leva a viver para servir ao meu próximo. 
E lá vai o oleiro, seu nome JEOVÁ, saiu a procurar um barro para que se faça um bom vaso e no fundo do lodo viu sem cor e sem cheiro um monte de barro feio e mal cheiroso, era eu e você, então o oleiro enfiou a sua mão e retirou o barro. Não importa de que lamaçal você veio o importante é que o Senhor Jeová te separou. Alegre o seu coração e jubile de emoção, pois Ele te escolheu.
Embora não exista na Bíblia o termo 'Trindade', é empregado como uma denominação teológica para o mistério do Pai, Filho e Espírito Santo como um só Deus mas, em três distintas pessoas. Vemos nas Escrituras uma ação conjunta dos membros da Trindade. Nenhum deles trabalha isoladamente, antes, interagem. A interação da Trindade se dá na criação, ao gerar o corpo de Jesus, no trabalho na igreja, na redenção... 
Jeú teria sido um rei perfeito, se não seguisse os passos dos reis de Israel. Por conseguinte, também seria um homem segundo o coração de Deus, como Davi, se não se desviasse dos caminhos do Senhor.
Situações de conflito ou comunhão rompida, sempre revelam aqueles que realmente tem uma verdadeira conversão e experiência com Deus. nestas horas, O verdadeiro cristão procura o caminho da reconciliação e do perdão. O falso cristão procura o caminho, da contenda, da confusão e da desunião.