A palavra discípulo tem o seu sentido somente no âmbito da relação entre pessoas. Discípulo é aquele que recebe ensino de alguém ou aquele que segue as ideias ou as doutrinas de outrem. Portanto, ser um discípulo de Jesus é ser chamado por Ele para um novo estilo de vida, que envolve rompimento com os vínculos anteriores, para uma vida de serviço e para um alvo a ser atingido.
Culpa é a realidade objetiva de que eu cometi uma ofensa ou crime; vergonha é a experiência subjetiva de sentir humilhação ou angústia por causa do que eu fiz. Deus nos fez de tal forma que o pecado incorre na culpa e a culpa gera a vergonha. Quando você cometer pecado e sentir vergonha, abrace isso como uma oportunidade para olhar novamente para o Senhor, e arrepender. Então, abrace a liberdade do perdão e deixe que Jesus sinta a vergonha.
O clamor pelo avivamento é de longas datas, toda vez que se distancia de seu Criador, é natural o ser humano sentir a necessidade de viver um avivamento em sua vida. O avivamento autentico, é marcado de maneira pessoal por algumas características as quais são - A perseverança na leitura e prática da Palavra de Deus; na comunhão, na oração; no testificar e na solidariedade.
A apostasia no reino de Israel começo na época de Jeroboão I, o período mais crítico e perigoso para Israel ocorreu no reinado de Acabe. Nessa época, o culto ao Deus verdadeiro foi substituído pela adoração ao deus falso Baal, trazendo como consequências uma apostasia sem precedentes e pondo em risco a identidade nacional e espiritual do povo de Deus, com o banimento do verdadeiro culto a Jeová. 
Os exemplos de fé obediente são muito numerosos para serem todos listados e, assim, o autor de Hebreus conclui mencionado em geral alguns dos modos pelos quais os indivíduos tinham obedecido a Deus, apesar das provações envolvidas. Cada uma destas pessoas não somente creu que Deus existia, mas creu nas promessas que ele fez.
Você tem andado por outros caminhos? Que caminho você procura? Se você está vagueando, cansado de buscar o caminho certo, Jesus, O ÚNICO CAMINHO, faz um convite a você - Eu sou a porta; quem entra por mim será salvo. João 10:9. Jesus é o endereço de Deus.
A vocação primordial do ser humano é o cuidado. O cuidado que se requer de nós não tem prazo de validade. Não deve ser visto como um mandato político que termina tão logo tenhamos chegado ao seu fim. Devemos tomar o mesmo cuidado até ao fim, para completa certeza da esperança. Enquanto cuidamos com fervor do que nos tem sido confiado, o próprio Pai Celestial estende Seus cuidados especiais a nós.
Quem não tem curiosidade de saber o que o futuro lhe reserva? Se o futuro já está escrito e determinado, teríamos alguma responsabilidade de garanti-lo? Não nos preocupemos em prever o futuro, mas em defendê-lo desde já, assumindo nossas responsabilidades e atribuições. Afinal, fomos constituídos por Deus como 'defensores do futuro'!
No culto ao Senhor, a sua dimensão espiritual, o seu efeito poderoso e duradouro, a sua eficácia em geral para nos abençoar e a edificação espiritual que pode promanar de suas diversas partes, inclusive uma mensagem poderosa do pregador, dependem muito das atitudes e da conduta do púlpito e da própria congregação.
Em sua conturbada trajetória na condição de rei de Israel, mais um episódio seria acrescentado na maculada biografia de Acabe. Tudo começou quando Acabe desejou adquirir a vinha de Nabote, para transformá-la em sua horta particular. Assim como Nabote, os que são vitimados por causa de sua obediência a Deus, e diante da cobiça alheia, são por Ele devidamente justificados e vingados.
No episódio que envolveu o profeta Elias e a viúva de Sarepta, aprendemos diversos princípios que podem, e que precisam ser aplicados à nossa vida, para que assim possamos abençoar e sermos abençoados - O princípio da obediência, do anonimato, da hospitalidade e da generosa semeadura. Haverá sempre uma provisão do Senhor em cada etapa do ministério daqueles a quem ele vocaciona e comissiona.
Temos que vender tudo que possuímos e dar aos pobres para podermos seguir a Cristo? Nas instruções de Jesus ao jovem rico no contexto do Novo Testamento, podemos entender que o Senhor não pediu que todos os cristãos vendessem suas posses. Jesus viu que o dinheiro estava impedindo a salvação daquele jovem, e assim ele mandou que vendesse tudo. Qualquer coisa que impede a nossa devoção ao Senhor deve ser eliminada da nossa vida.


Receba Estudos Biblicos todos os dias!
Cadastre-se seu e-mail! É Grátis
     Digite seu Email Abaixo
Emails Cadastrados

OBS: Não esqueça de confirmar seu email em seguida!