Essa é uma parábola bem conhecida, de crianças a adultos; todos já ouviram. As duas casas representam dois tipos de homens e também de lares - os alicerçados na Palavra de Deus e os que não têm fundamento, pois estão distantes e rebeldes aos ensinamentos de Deus. Ambos são atacados pela força das águas, porém apenas o firmado na Rocha permanece de pé. O homem que constrói na Rocha - cava fundo, carrega madeira, prepara o alicerce, escolhe o lugar, planeja, mede... E o que constrói na areia?
Os poucos versículos que compõem o Salmo 23, se apagados, deixariam um pequenino branco nas páginas de nossa Bíblia. Contudo, se os sentimentos nele expressados fossem apagados da vida, eles deixariam um buraco sem fundo no coração humano.  O coração faminto não encontraria alimento; o coração perdido, nenhuma orientação; e o coração moribundo, nenhuma esperança.  Afortunadamente, ele não foi apagado e cada homem que conhece o Senhor como Pastor, não sentirá falta de nada
Quantas vezes desistimos na primeira dificuldade encontrada? Quantas vezes fracassamos ao enfrentarmos alguma tribulação? A Palavra de Deus nos anima a sermos perseverantes se quisermos ser vencedores, precisamos insistir em nossa fidelidade a Deus até a morte. Bem-aventurado o homem que suporta, com perseverança, a provação; porque, depois de ter sido aprovado, receberá a coroa da vida, a qual o Senhor prometeu aos que o amam.
Jesus 'teve necessidade de atravessar Samaria'. Havia em Jesus, uma necessidade de abençoar as pessoas e se Samaria não fazia parte da rota dos judeus, chagara a hora de ela entrar na rota de Jesus para que a animosidade, ódio e outros males fossem extirpados de entre aquele povo. Samaria é um lugar em nossas vidas que é rota para a benção, contudo desprezamos por sabermos que dará trabalho para ser atravessado. Então, vamos indo ao longe, por fora, evitando o encontro com Jesus. Vamos indo com o cântaro, ao poço, 'bebendo' as mesmas coisas de sempre.
Após admoestar os crentes filipenses que o tenham como modelo a ser imitado, Paulo os adverte quanto aos perigos daqueles a quem denomina de 'inimigos da cruz de Cristo'. Estudaremos, na aula de hoje, que esse não apenas devem ser evitados, mas também confrontados, por comprometerem a veracidade do evangelho. Ao final destacaremos que a perdição deles está prevista nas Escrituras, e que nós, os crentes em Jesus, estamos fundamentados em uma viva esperança, eterna que vem de Deus.
Preso, acusado de sedição e profanação, Paulo entra no navio sob os cuidados de um centurião, ele e mais alguns prisioneiros. Entre Cesareia e Roma acontece uma grande tempestade a qual Lucas, companheiro de viagem de Paulo, narra em cada pormenor. Momentos de desespero, dúvidas e sofrimento. Atos 27 e 28 é uma ministração eficaz sobre - tempo de adversidade. Deus nos ensina sobre vida e fé, ao som da tempestade
Este Evangelho trata dos discípulos e dos frutos que a Palavra de Deus desenvolve no mundo. Ele não fala da lei nem das instituições humanas, mas, como o próprio Cristo diz da Palavra de Deus, que ele próprio prega como semeador, pois a lei não dá fruto, tampouco as instituições dos homens. Porém Cristo estabelece aqui quatro tipos de discípulos da Palavra divina.
Será que Isaías, Jeremias, Daniel, Joel, Malaquias e outros profetas compreenderam o significado das suas mensagens? Pedro disse que estes profetas falaram o que Deus revelou, mas queriam entender! Deus oferece para você algo que os grandes profetas e até os anjos desejavam. Ele lhe oferece a oportunidade de conhecer a sua vontade e seu plano para obter a salvação em Jesus Cristo e viver eternamente em comunhão com seu Criador! Não perca esta oportunidade única!
Após aconselhar os crentes filipenses em relação aos falsos mestres, Paulo orienta os irmãos filipenses a perseguirem o alvo, em busca da maturidade cristã, seguido seu exemplo. Esse será o assunto da lição de hoje, os cristãos não podem viver na mediocridade. Destacaremos a importância de ir sempre adiante, e a saber lidar com as situações difíceis, na presença ou ausência dos pastores.
Falar de 'quatro leis espirituais', em 'decisão por Cristo', ou pedir às pessoas que 'aceitem Jesus', sem pregar a inclusão do pecador na morte e ressurreição de Cristo é diabólico. Sem a morte do velho homem, o homem continua pecador e a serviço ao Diabo na promoção do cristianismo diabólico, enchendo as igrejas de não regenerados. São pessoas que fazem o pior com a melhor das intenções. Mas o puro e verdadeiro cristianismo é Cristo, a cruz, a ressurreição e a santificação.
A beleza intrínseca e a sabedoria dos Salmos são claramente apresentadas neste solene salmo didático. Seu tema principal é que os ricos ímpios freqüentemente vencem na vida, enquanto os pobres e devotos freqüentemente sofrem. E emite uma nítida advertência àqueles que confiam nas riquezas. A futilidade de confiar na riqueza terrestre e nas posses materiais é graficamente ressaltada no Salmo 49.5-12. Riquezas terrestres não darão satisfação no dia mau. O salmista apresenta diversas razões convincentes para isto...
Neste artigo, mostraremos que o sermão evangélico não é uma mera peça de oratória; é mais do que isto: é uma forma de ensino que prima pela qualidade e pela excelência. Aliás, foi o método usado pelos santos profetas e apóstolos. E, hoje, todos os pregadores que fazem questão de realçar a pregação como ensino sistemático da Palavra de Deus, vêm colhendo abundantes resultados.


Receba Estudos Biblicos todos os dias!
Cadastre-se seu e-mail! É Grátis
     Digite seu Email Abaixo
Emails Cadastrados

OBS: Não esqueça de confirmar seu email em seguida!