Depois das saudações iniciais da sua primeira epístola, o apóstolo Pedro escreveu - 'Bendito o Deus e Pai de nosso Senhor Jesus Cristo, que, segundo a sua muita misericórdia, nos regenerou para uma viva esperança....'  Pedro escreveu para pessoas perseguidas que enfrentavam a real possibilidade de serem mortas por causa da sua fé. Mas ele faz pouco caso deste perigo por confiar na viva esperança. Deus deu vida para Jesus e ressuscitará seus seguidores.
Para que nossa vida continue crescendo, precisamos desenvolver uma salutar insatisfação contra a mediocridade e o comodismo levantando da poeira e prosseguindo para o alvo. Preste atenção no que Paulo disse - 'uma coisa faço'. Existe uma frase que diz muito com poucas palavras - 'quem falha em planejar, planeja para falhar'. É verdade. Mas, ficar só no planejamento, só no projeto, também não leva a lugar algum. É a sua vida que está em jogo, ou você já se esqueceu disso?
A bíblia nos mostra que Israel, afastou-se de Deus, abandonou os preceitos divinos e enveredou-se pelo caminho da desobediência. Israel afastado de Deus fragilizou-se espiritualmente e perdeu sua saúde espiritual, a ponto de se tornar a um vale de ossos secos. Deus abrirá toda sepultura que tem prendido teu ministério, tua vida espiritual! Se você está vivendo uma vida de mornidão e conformismo com o mundo Jesus hoje quer e vai te levantar das cinzas para uma vida espiritual na sua presença.
O que vem a ser arrependimento? O dicionário Aurélio assim define - 'Mudar de atitude, de procedimento, de parecer; voltar atrás em relação a compromisso assumido.' A própria definição diz o que a palavra implica - AÇÃO!!!! Devemos lembrar que pecar é como uma ferida, ela se fecha mas deixa cicatrizes.
Amor X Inveja, Amizade X Inimizade, Bem X Mal. Sentimentos opostos que podem conduzir a Vida ou a Morte. Infelizmente em Adão fomos inoculados pelo sentimento da Inveja e por causa disso a morte foi introduzida. O Amor e o temor a Deus são as armas mais eficazes para combater a Inveja.
Por muito tempo, Deus ficou quieto e deixou Jó e seus amigos procurarem respostas entre si. Mas quando ele falou, a voz divina desceu como um trovão de repreensão. Ele disse a Jó -'Quem é este que escurece os meus desígnios com palavras sem conhecimento?'. Nos últimos capítulos do livro, Deus mostrou que o homem não tem condições de compreender nem questionar a sabedoria do seu Criador, e fortemente repreendeu os amigos de Jó por suas filosofias absurdas.
'Inclina, ó Deus os teus ouvidos à minha oração e não te escondas da minha súplica. Atende-me e ouve-me; lamento-me e rujo, pois o clamor do inimigo e a opressão do ímpio lançam sobre mim iniquidade e com fúria me aborrecem.' Este é o início de um Salmo de Davi, o rei que orava e dependia das respostas de Deus.
Se neste ministério quisermos ter êxito, cultivemos, diuturnamente, as qualificações que tornam o ministro um autêntico conselheiro. Caso contrário, as almas que nos foram confiadas pelo Sumo Pastor jamais terão saúde espiritual. O que faz o conselheiro não é a erudição, é a sabedoria espiritual; não é a eloqüência, é a palavra ungida; não é o domínio das línguas originais, é o controle da própria língua e a discrição no falar; não é o brilho da personalidade, é o caráter provado e íntegro. Sem a integridade de caráter, o conselheiro bíblico inexiste.
Ao longo deste trimestre estudaremos os livros sapienciais de Provérbios e Eclesiastes. Esses dois textos bíblicos tratam a respeito da sabedoria, não a dos homens, mas a de Deus. O salmista, bem como os autores dos Provérbios, assume que o temor ao Senhor é o princípio da sabedoria (Sl. 111.10). Esse tipo de sabedoria, na perspectiva judaica, precisa ser diferenciado do simples conhecimento. Isso porque a sabedoria é uma aplicação prática, daqueles que atentam para os conselhos de Deus (Pv. 13.10).
Sabemos que em tudo na nossa vida nós passamos por escolhas. Escolhemos nossos relacionamentos nossas amizades, nosso cônjuge e etc.. Enfim, os caminhos da vida são feitos de decisões e escolhas. E o que você é hoje é consequência das escolhas que você fez no passado. Sendo assim as escolhas que você fizer hoje, também mudarão seu futuro. As Escrituras em muitos de seus textos relatam exemplos de escolhas que mudaram vidas e destinos. E através desses exemplos podemos tirar algumas lições para as nossas próprias escolhas.
Para que outros possam viver, não apenas vale a pena morrer, como deve-se morrer, deve-se. Para que outros possam viver, deve-se, é necessário morrer para que haja vida, trazendo sempre em nosso corpo o morrer de Jesus, para que a vida de Jesus também seja revelada em nosso corpo, pois nós que estamos vivos, somos sempre entregues à morte por amor a Jesus...Assim como a semente que não morre, não germina, assim como a semente que não morre é incapaz de gerar frutos, aquele que não morre é incapaz de gerar vida... 
Amizades são muito importantes em nossa vida. Elas contribuem grandemente em nossa formação e modo de vida. Delas, surgem os relacionamentos mais profundos que definirão coisas importantes como com quem vamos nos casar e que tipo de pessoas vamos ser. As amizades são desenvolvidas primeiro em família e depois na convivência da igreja, escola, vizinhança, etc. A Bíblia nos dá muitas orientações a respeito de amizades. Ela fala da importância dos bons amigos e nos avisa sobre os perigos das más companhias através de várias exortações e ricos exemplos.