No livro de Provérbios encontramos vários conselhos a respeito do uso apropriado da língua. Se as pessoas atentassem para o que diz esse texto de sabedoria, evitariam muito males decorrentes do descuido quanto ao que falam. Como cristãos, devemos seguir o conselho de Paulo a Tito - 'a ninguém infamem, nem sejam contenciosos, mas moderados, mostrando toda a mansidão, para com todos os homens' (Tt. 3.2).
Saber controlar as nossas emoções é uma virtude que todo cristão deveria cultivar. Quantas vezes agimos precipitadamente com as pessoas e até mesmo com os irmãos. Deixamos que a ira e a discórdia tomem conta das nossas emoções. Muitas vezes tiramos uma conclusão lógica, mas precipitada, falsa, e por isso não conseguimos evitar um conflito. Muitos homens de Deus tomaram decisões precipitadas e amargaram as consequências posteriormente.
Antes de seu real encontro com o Senhor Jesus, experimentou Martinho Lutero uma profunda crise espiritual. Diante da visão daquele jovem trancado em si mesmo e fustigado pelo terror do inferno, Staupitz aconselhou-o a procurar a justificação através dos méritos de Jesus Cristo. Já fortalecido por tão imprescindível verdade, Lutero saiu a reformar a Igreja. Se você deseja, de fato, dedicar-se ao aconselhamento pastoral, busque aprimorar-se espiritualmente; ore, leia a Bíblia, tenha os seus momentos devocionais; adore a Deus com o seu trabalho, e não somente com a sua voz.
Depois das saudações iniciais da sua primeira epístola, o apóstolo Pedro escreveu - 'Bendito o Deus e Pai de nosso Senhor Jesus Cristo, que, segundo a sua muita misericórdia, nos regenerou para uma viva esperança....'  Pedro escreveu para pessoas perseguidas que enfrentavam a real possibilidade de serem mortas por causa da sua fé. Mas ele faz pouco caso deste perigo por confiar na viva esperança. Deus deu vida para Jesus e ressuscitará seus seguidores.
Para que nossa vida continue crescendo, precisamos desenvolver uma salutar insatisfação contra a mediocridade e o comodismo levantando da poeira e prosseguindo para o alvo. Preste atenção no que Paulo disse - 'uma coisa faço'. Existe uma frase que diz muito com poucas palavras - 'quem falha em planejar, planeja para falhar'. É verdade. Mas, ficar só no planejamento, só no projeto, também não leva a lugar algum. É a sua vida que está em jogo, ou você já se esqueceu disso?
A bíblia nos mostra que Israel, afastou-se de Deus, abandonou os preceitos divinos e enveredou-se pelo caminho da desobediência. Israel afastado de Deus fragilizou-se espiritualmente e perdeu sua saúde espiritual, a ponto de se tornar a um vale de ossos secos. Deus abrirá toda sepultura que tem prendido teu ministério, tua vida espiritual! Se você está vivendo uma vida de mornidão e conformismo com o mundo Jesus hoje quer e vai te levantar das cinzas para uma vida espiritual na sua presença.
O que vem a ser arrependimento? O dicionário Aurélio assim define - 'Mudar de atitude, de procedimento, de parecer; voltar atrás em relação a compromisso assumido.' A própria definição diz o que a palavra implica - AÇÃO!!!! Devemos lembrar que pecar é como uma ferida, ela se fecha mas deixa cicatrizes.
Amor X Inveja, Amizade X Inimizade, Bem X Mal. Sentimentos opostos que podem conduzir a Vida ou a Morte. Infelizmente em Adão fomos inoculados pelo sentimento da Inveja e por causa disso a morte foi introduzida. O Amor e o temor a Deus são as armas mais eficazes para combater a Inveja.
Por muito tempo, Deus ficou quieto e deixou Jó e seus amigos procurarem respostas entre si. Mas quando ele falou, a voz divina desceu como um trovão de repreensão. Ele disse a Jó -'Quem é este que escurece os meus desígnios com palavras sem conhecimento?'. Nos últimos capítulos do livro, Deus mostrou que o homem não tem condições de compreender nem questionar a sabedoria do seu Criador, e fortemente repreendeu os amigos de Jó por suas filosofias absurdas.
'Inclina, ó Deus os teus ouvidos à minha oração e não te escondas da minha súplica. Atende-me e ouve-me; lamento-me e rujo, pois o clamor do inimigo e a opressão do ímpio lançam sobre mim iniquidade e com fúria me aborrecem.' Este é o início de um Salmo de Davi, o rei que orava e dependia das respostas de Deus.
Se neste ministério quisermos ter êxito, cultivemos, diuturnamente, as qualificações que tornam o ministro um autêntico conselheiro. Caso contrário, as almas que nos foram confiadas pelo Sumo Pastor jamais terão saúde espiritual. O que faz o conselheiro não é a erudição, é a sabedoria espiritual; não é a eloqüência, é a palavra ungida; não é o domínio das línguas originais, é o controle da própria língua e a discrição no falar; não é o brilho da personalidade, é o caráter provado e íntegro. Sem a integridade de caráter, o conselheiro bíblico inexiste.
Ao longo deste trimestre estudaremos os livros sapienciais de Provérbios e Eclesiastes. Esses dois textos bíblicos tratam a respeito da sabedoria, não a dos homens, mas a de Deus. O salmista, bem como os autores dos Provérbios, assume que o temor ao Senhor é o princípio da sabedoria (Sl. 111.10). Esse tipo de sabedoria, na perspectiva judaica, precisa ser diferenciado do simples conhecimento. Isso porque a sabedoria é uma aplicação prática, daqueles que atentam para os conselhos de Deus (Pv. 13.10).


Receba Estudos Biblicos todos os dias!
Cadastre-se seu e-mail! É Grátis
     Digite seu Email Abaixo
Emails Cadastrados

OBS: Não esqueça de confirmar seu email em seguida!