Jesus é o maior exemplo de um bom amigo. Não só de um bom amigo para ter, mas de um bom amigo para ser. São impressionantes as atitudes de Jesus. Todos os seus amigos mais próximos foram resultado de oração. Jesus, antes de escolher seus discípulos, orou por eles.
As igrejas estão repletas de frequentadores que confessam a Jesus como seu Salvador, mas não concordam em chamá-lo de Senhor. Há muitos que até o chamam de Senhor, mas não o conhecem com tal. O foco desta mensagem são aquelas pessoas que tentam reconhecer o Senhor Jesus como Único Senhor e Salvador e não conseguem viver as alegrias destinadas a todos os filhos de Deus.
O autor identifica Jesus como uma oferenda pelo pecado, observando que ele sofreu fora do acampamento (Jesus foi crucificado fora da cidade de Jerusalém). Para comer (gozar das bênçãos) desta oferenda perfeita pelo pecado deve-se sair do acampamento. O ponto do autor é, claramente, que aqueles que desejam viver sob a Lei de Moisés não gozam as bênçãos do sacrifício de Cristo!
Davi desejou ser "oliveira verde na casa de Deus" porque conhecia todas as funções que a pequena azeitona teria na Casa de Deus, ele também sabia que isso lhe custaria sacrifício, renúncia, mas, que compensaria.
'E porei a chave da casa de Davi sobre o seu ombro, e abrirá, e ninguém fechará; e fechará, e ninguém abrirá'. Isaias, 22:22.
'Porque onde estiver o teu tesouro, aí estará também o teu coração'. Ao observamos tal passagem, vemos claramente o foco de onde estão os olhos de Deus: no coração do homem!
Muitas vezes nossas oraçoes sao simplesmente uma conversa sem nenhum ânimo e desejo de falar com Deus. Isto é um sintoma de pessoas doentes, sim doentes, infelismente temos muitas dessas em nossas igrejas, algumas até mesmo dizendo que nao precisam orar e muito menos jejuar.
'Não rogo somente por estes, mas também por aqueles que vierem a crer em Mim, por intermédio da sua palavra; a fim de que todos sejam um; e como és Tu, ó Pai, em Mim e Eu em Ti, também sejam eles em Nós; para que o mundo creia que Tu Me enviaste.' João 17:20 e 21
Nossa oração terá imenso valor para Deus se como o estoraque ela fluir de nós voluntariamente, se como a ônica, ela tiver profundidade espiritual, e se como o gálbano nos apresentarmos à nosso Pai Celestial completamente quebrantados.
"A oração fervorosa de um homem justo tem grande poder e resultados maravilhosos". 
A Bíblia claramente nos revela que ele comia gafanhotos e mel silvestre. E aqui está uma linda revelação de Deus para nós...
Há muitos que oram, mas não recebem. E não recebem, porque oram mal. A oração para ser respondida tem que estar em harmonia, em sintonia, com a vontade do Pai Eterno. Bênçãos grandes vêm de grandes orações. E não de orações grandes.