Os Linguarudos


Segundo o Dicionário Aurélio, o significado de linguarudo é "falador, "maledicente", que "fala mal dos outros".

No Dicionário VINE, o termo maldizente é assim definido: "Diabolos" (grego), adjetivo, difamador, caluniador, que acusa falsamente. É usado como substantivo em 1 Tm 3.11 ("maldizentes"), onde a referência é àqueles que são dados a encontrar faltas no comportamento e conduta dos outros, e espalhar suas insinuações e críticas pela igreja. Também é encontrado em 2 Tm 3.3: Tt 2.3 ("caluniadoras").

A Palavra adverte:

"Mas agora vos escrevi que não vos associeis com aquele que, dizendo-se irmão, for devasso [moralmente desregrado, libertino], ou avarento, ou idólatra, ou maldizente, ou beberrão, ou roubador; com o qual nem ainda comais" (1 Co 5.11).

"Da mesma forma as mulheres sejam honestas, não maldizentes, sóbrias [qualidade de quem é moderado] e fiéis em tudo" (1 Tm 3.11). "Sem lenha, o fogo se apagará; e, não havendo maldizente, cessará a contenda" (Pv 26.20).

"Não saia da vossa boca nenhuma palavra torpe, mas só a que for boa para promover a edificação, para que dê graça aos que a ouvem. Toda amargura, e ira, e cólera, gritaria, blasfêmias e toda malícia seja tirada de entre vós" (Ef 4.29, 31). "Nem torpezas, nem parvoíces, nem chocarrices, que não convêm; mas ação de graças". (Ef 5.4).

Não é fácil refrearmos nossa língua. O homem jamais alcançará a perfeição absoluta, somente encontrada na Divindade, somente personificada em Jesus Cristo, o homem Deus e o Deus homem. Bem disse o Apóstolo: "Porque eu sei que em mim, isto é, na minha carne, não habita bem algum; e, com efeito, o querer está em mim, mas não consigo realizar o bem. Porque não faço o bem que quero, mas o mal que não quero esse faço. Ora, se eu faço o que não quero, já não o faço eu, mas o pecado que habita em mim" (Rm 7.18-20).

"Aqueles que tentam obedecer aos mandamentos de Deus sem a graça salvífica de Cristo, descobrem que são incapazes de realizar as boas intenções do seu coração. Não são senhores de si mesmos; o mal e o pecado governam o seu ser. São escravos dessas coisas; presos debaixo da lei do pecado. É somente para os que estão em Cristo, que Deus, juntamente com a tentação, "dará também o escape, para que a possais suportar (1 Co 10.13)" (Comentário da Bíblia de Estudo Pentecostal).
 
|  Autor: Pr. Airton Evangelista da Costa  |  Divulgação: estudosgospel.com.br |