Estudo Bíblico Gospel

O Simbolismo da Cruz


Texto usado: Epístola de Paulo aos Gálatas cap.3 v.13 “...Maldito todo aquele que for pendurado em madeiro”.

Introdução:

O assunto que abordaremos nesse estudo, tem por objetivo mostrar, o verdadeiro significado da cruz símbolo: O que foi, e o que representa para os dias atuais. É essencial que o povo do Senhor saiba diferenciar a apresentação da cruz como um objeto que simboliza o cristianismo, e a mensagem da cruz; ambas tem expressões diferenciada, uma de bênção e a outra de maldição. Vamos entender tudo isso com Bíblia na mão. Por favor não se precipite, medite e analise, faça como os crentes de Beréia: “Ora ,estes de Beréia eram mais nobres do que os de Tessalônica, pois receberam a palavra com toda a avidez, examinando as Escrituras todos os dias para ver se as cousas eram de fato assim.” (Atos 17:11)

Vamos começar falando da mensagem da cruz, é mui importante saber isso meu amado; o Senhor Jesus consumou o seu plano de amor naquela cruz! Nada foi obra do acaso, Jesus foi à oferta perfeita! Tudo se fez novo no panorama espiritual, a lei e o meio de justificação por obras foram banidos, hoje vivemos por graça, devido à morte de Cristo Jesus naquela cruz.

Essa era a visão do Ap. Paulo a respeito do ato de Cristo Jesus no Calvário, e podemos ver isso quando ele escreve aos Gálatas; (Gálatas 6:14) “Mas longe esteja de me gloriar-me, senão na cruz de Cristo, pela qual o mundo está crucificado para mim, e eu para o mundo”. O que é meu amado que o Ap. Paulo falou aos gálatas? Será que ele se referiu a um crucifixo, ou ele se referiu a uma mensagem que a na cruz foi proporcionada? Vamos ver essa resposta dentro da Bíblia em; (I Coríntios 1:18) “Certamente a palavra da cruz é loucura para os que se perdem, mas para nós, que somos salvos, poder de Deus.” Então nós vemos que; quando o Ap. Paulo fala de cruz, é óbvio que ele se refere à mensagem! Essa mensagem nos separa do mundo, como ele mencionou aos Gálatas, essa mensagem é loucura para os que se perdem, eu posso ingloriamente confessar também que muitos irmãos não entende essa mensagem! A maioria não entende o que Cristo fez por ela na cruz! Elas só se limitam a extração do pecado, mas não entende que Jesus:

- Cancelou o escrito de dívida!(Colossenses 2:14)

“Tendo cancelado o escrito de dívida, que era contra nós e que constava de ordenanças, o qual nos era prejudicial, removeu inteiramente, encravando-o na cruz;” Olha meu amado! Na cruz do calvário, os 613 mandamentos impostos pela lei de Moisés, junto com as ordenanças dos escribas e fariseus foram abolidas naquela cruz!

A lei dizia: Tem que circuncidar, tem que guardar o sábado como dia de descanso, tem que sacrificar... tudo isso era prejudicial! O Senhor dos senhores removeu inteiramente, encravando-o na cruz .

O que é que o Senhor Jesus fez mais?

Nos concebeu cura perfeita! (I Pedro 2:24) “Carregando ele mesmo em seu corpo, sobre o madeiro, os nossos pecados, para que nós, mortos para aos pecados, vivamos para justiça; por suas chagas fostes sarados.” Veja quanto fomos beneficiados naquela cruz! Olha meu amado ou minha amada, confesse isso mediante a qualquer enfermidade que surgir sobre tua vida. Não receba doença de bom grado em tua vida não! Abra os teus lábios e declare; Jesus ME SAROU! EU ESTOU SARADO!

Ô glórias!, essa é a mensagem da cruz que para muitos é loucura! Vamos ver o que o Senhor fez mais naquela cruz:

- Nos reconciliou com Ele: (Colossenses 1:22)

“Agora, porém, voz reconciliou no corpo da sua morte, para apresentar-vos perante ele santos, inculpáveis e irrepreensíveis,” É por isso que o cristão tem que ver esse novo pacto como pacto de melhores e superiores promessas! A lei, a primeira aliança nunca teve esse poder; mostrava o pecado, mas não o removia, por isso que a culpa, a sujeira do pecado a repreensão eram constante na vida daqueles que por ela vivia. Agora na graça de Deus, rendemos aos pés do Altíssimo grato por Ele ser o nosso substituto, a sua morte de cruz nos favoreceu uma total reconciliação. Outrora éramos inimigos de Deus, agora somos amados, justos, inculpável e irrepreensível. Tudo isso nos foi favorecido graciosamente na cruz.

Isso é para o teu deleite espiritual! Descansa nessa mensagem! Celebre o Deus de nossa salvação! Seja grato por tudo isso! Em nome de Jesus Cristo. Tem mais! Vamos ler: (Hebreus 2:14) “Visto, pois, que os filhos têm participação comum de carne e sangue, destes também ele, igualmente, participou, para que por sua morte, destruísse aquele que tem o poder da morte, a saber, o diabo,” Então quer dizer que na cruz o Senhor Jesus destruiu o diabo? Exatamente isso que está escrito! Antes da cruz o diabo era o príncipe deste mundo, entrava e saia nos filhos de Deus, destruía vidas, chagou a oferecer o reino deste mundo a o Senhor Jesus no deserto! Mas o Senhor disse antes de ir a cruz: (João 12:31) “Chegou o momento de ser julgado este mudo, e agora o seu príncipe será expulso.” Quero ser mais preciso, leia por favor: (Lucas 13:32), onde o Senhor diz categoricamente aos fariseus a cerca de Herodes: “Ele, porém, lhes respondeu: Ide dizer a essa raposa que hoje e amanhã expulso demônios e curo enfermo, e no terceiro dia terminarei.” Aleluias! Jesus Cristo destruiu o diabo, julgou o príncipe deste mundo e no terceiro dia ele terminou. É por isso que o cristão tem que confessar; EU ESTOU CURADO! O diabo NÃO PODE MAIS CONTRA A MINHA VIDA! EU ESTOU RECONCILIADO COM CRISTO! TODO O ESCRITO DE DIVIDA FOI BANIDO!!!!!

É essa a mensagem da cruz! Os discípulos não saiam empunhando um crucifixo não! Eles declaravam! Eles confessavam o que Cristo fez por nós! Isso era loucura na época, agora também não é diferente. Diga aí fora que o diabo não pode contra a tua vida pra você ver; Diga aí fora que não tem mais que pagar o preço; muitos não entendem! Pra eles isso é loucura, mas para os que crêem, é poder de Deus.

Vamos tratar agora da cruz que expressa o símbolo do cristianismo, o crucifixo:

A cruz foi um instrumento de suplício, no original grego essa palavra é; Stauros . Tal instrumento era usado pelos assírios, persas, fenícios, egípcios, gregos, e romanos. Era formada, geralmente, de duas peças de madeira, atravessada uma sobre a outra, e ao qual se prendiam, ou em que se pregavam, os criminosos. Devido às várias acusações feitas a Jesus Cristo pelos escribas e fariseus, não tanto por isso pois nele se cumpria a predição dos profetas; “Foi contado com os transgressores..” (Isaías 53:12). Então, no 18º ano de reinado de Tibério César foi ele crucificado, assim como muitos transgressores. Isso fica bem patente, quando lemos a cerca de sua crucificação! Pois ao lado do Senhor jaziam dois ladrões.

Na cruz foram mortos muitos transgressores; vamos a Bíblia e veremos isso. (Josué 8:28-29) que fala da morte do rei de Ai: “Então Josué pôs fogo a Ai, e a reduziu para sempre a um montão, a ruínas até ao dia de hoje. Ao rei de Ai enforcou-o, e o deixou no madeiro o cadáver, e o lançaram à porta da cidade, e sobre ele levantaram um montão de pedras, que até hoje permanece.” Veja! O rei de Ai foi posto no madeiro, crucificado como malfeitor de Deus!

Vamos a outra execução, agora dos cinco reis em Maquedá; (Josué 10:25-26) que diz ,depois da perseguição a execução dos tais: “Então Josué lhes disse: Não temais, nem vos atemorizeis; sedes fortes e corajosos, porque assim fará o SENHOR a todos os vossos inimigos, contra os quais pelejardes. Depois disto, Josué, ferindo-os, os matou, e os pendurou em cinco madeiros; e ficaram eles pendentes dos madeiros até à tarde.” Cinco reis, malfeitores de Deus, punidos de cruz. Como vemos; a cruz como objeto, não há valores espirituais nem tão pouco cristãos! É de extrema necessidade haver essa compressão, pois esse símbolo sempre foi um objeto de execução.

Quero te mostrar como isso tem sentido também em; (Deuteronômio 21:22-23) que diz: “Se alguém houver pecado, passível da pena de morte, e tenha sido morto, e o pendurares num madeiro, o seu cadáver não permanecerá no madeiro durante a noite, mas certamente o enterrará no mesmo dia: porquanto o que for pendurado no madeiro é maldito de Deus: assim não contaminará a tua terra, que o SENHOR teu Deus te dá em herança.”

Como está escrito? “Porquanto o que for pendurado no madeiro é maldito de Deus;” então o que fica evidente, e que a cruz como um objeto, é um símbolo de maldição!

O Ap. Paulo ciente disto, quando escreve aos irmãos da galácia, ele ratifica: (Gálatas 3:13) “Cristo nos resgatou da maldição da lei, fazendo-se ele próprio maldição em nosso lugar, porque está escrito: maldito todo aquele que for pendurado em madeiro;”

Além das escrituras podemos ver na história, milhares de cristãos que foram crucificados, pendurados no madeiro, como maldito de Deus pela igreja católica! A inquisição; Quem não se lembra!!! Quem no se lembra do martírio do Ap. Pedro, que foi crucificado de cabeça para baixo!

Então, por não haver essa distinção entre esses dois paralelos; a mensagem e o objeto, 99º/º do povo inclusive evangélico, aderem a cruz objeto como sinal de cristianismo. Aí nos vemos; sinal da cruz no peito, crucifixo fixado em muitos lares, comércio, empresas, no pescoço, na orelha, tem pessoas que fazem tatuagem; o desenho do crucifixo e pousa como credor. O pior de tudo é que tem IGREJAS EVANGÉLICAS, que expõe o objeto na faixa da igreja, em seus panfletos, no altar. É sem dúvida uma ignorância sem igual! Eu fico a me perguntar; se Jesus fosse morto na cadeira elétrica, será que as pessoas aderiam a uma cadeirinha pendurada no pescoço? Se fosse enforcado, será que as pessoas pendurariam uma forca no pescoço? Se fosse assassinado pelos leões, será que os bispos pendurariam leões nos altares de suas igrejas?

Então, como nos podemos ver, o cristão que se presa na verdade, deita fora; o erro, o engano, o paganismo. Também encontramos na Bíblia, passagens onde a crucificação é metaforicamente usada para aludir à renúncia do mundo que caracteriza a verdadeira vida cristã; como essa por exemplo: (Mateus 16:24) que diz; “Então disse Jesus a seus discípulos: Se alguém quer vir após mim, a si mesmo se negue, tome a sua cruz e siga-me”. Será que o SENHOR está pedindo que os seus discípulos saíssem pelas ruas de Israel arrastando uma cruz no ombro? Claro e evidente que não! Isso é uma metáfora! Isso quer dizer abnegação das cousas do mundo. O Ap. Paulo entendia muito bem isso, pois quando ele escreve aos gálatas, nos vemos também essa metáfora; (Gálatas 6:14) está escrito; “Mas longe esteja de me gloriar-me, senão na cruz de nosso Senhor Jesus Cristo, pela qual o mundo está crucificado para mim, e eu para o mundo.”

Como ministro dessa nova aliança, e despenseiro dos mistérios de Deus, eu desejo que esse estudo desperte muitas vidas; que você abençoado(a) esteja apegado(a) a mensagem da cruz! Por ela viva! Por ela seja o teu progresso manifesto para a glória de Deus. Enquanto a cruz como objeto simbolizando o cristianismo; deita fora, não recebais em casa isso é um instrumento de suplício, isso é símbolo de maldição.

Que a graça e a paz te sejam multiplicadas, no pleno conhecimento de Deus o nosso Senhor.
| Autor: Pr. Erivelto Soares | Divulgação: estudosgospel.com.br |


Receba Estudos Biblicos todos os dias!
Cadastre-se seu e-mail! É Grátis
     Digite seu Email Abaixo
Emails Cadastrados

OBS: Não esqueça de confirmar seu email em seguida!