Estudo Bíblico sobre O Que Profetas e Anjos Desejavam Entender


O apóstolo Pedro nos chamou a valorizar a mensagem do evangelho, destacando o grande privilégio concedido aos destinatários da mensagem do evangelho de Jesus. Ele escreveu: “Foi a respeito desta salvação que os profetas indagaram e inquiriram, os quais profetizaram acerca da graça a vós outros destinada, investigando, atentamente, qual a ocasião ou quais as circunstâncias oportunas, indicadas pelo Espírito de Cristo, que neles estava, ao dar de antemão testemunho sobre os sofrimentos referentes a Cristo e sobre as glórias que os seguiriam. A eles foi revelado que, não para si mesmos, mas para vós outros, ministravam as coisas que, agora, vos foram anunciadas por aqueles que, pelo Espírito Santo enviado do céu, vos pregaram o evangelho, coisas essas que anjos anelam perscrutar” (1 Pedro 1:10-12).

Como Pedro fez ao longo das suas duas epístolas, aqui ele enfatiza a importância do evangelho revelado. Ele e outros apóstolos estavam no processo do encerramento da revelação do Novo Testamento e, por isso, alertaram os leitores sobre os perigos de menosprezar, alterar ou abandonar aquela mensagem. No texto citado acima, ele reforça este entendimento por meio de contrastes entre os cristãos que recebem o evangelho e duas outras categorias de pessoas.

1) Profetas. O primeiro contraste cita os homens usados para revelar as Escrituras do Antigo Testamento. Os profetas não entendiam o que Deus revelou para nós! Desde Gênesis 3, encontramos no Antigo Testamento centenas de profecias messiânicas, ou seja, profecias sobre a vinda do Cristo. Pela ótica do Novo Testamento, entendemos que Jesus é o descendente da mulher profetizado em Gênesis 3:15, e que as bênçãos para as nações pela descendência de Abraão são as bênçãos oferecidas em Cristo (Gênesis 22:17-18 é explicado por Paulo em Gálatas 3:16). Pelo relato de Mateus, entendemos que Salmo 22 olhou além do sofrimento de Davi para falar sobre o sacrifício de Jesus (Mateus 27:46). Quando lemos esses e outros textos do Antigo Testamento, a pergunta óbvia é se aquelas pessoas entendiam o pleno significado das palavras faladas. Será que Natã compreendeu que profetizou sobre a casa de Jesus, e não apenas sobre o templo de Salomão? (Leia 2 Samuel 7:1-17). Será que Isaías, Jeremias, Daniel, Joel, Malaquias e outros profetas compreenderam o significado das suas mensagens?

Pedro disse que estes profetas falaram o que Deus revelou, mas queriam entender! Ele usa palavras que mostram sua vontade e esforço para compreender suas próprias mensagens: indagaram, inquiriram, investigando (1 Pedro 1:10,11). Mas a mensagem não foi para eles, e sim para as pessoas agraciadas com a revelação do evangelho (1 Pedro 1:12).

2) Anjos. Um comentário curioso de Pedro é que “anjos anelam perscrutar” as coisas reveladas aos homens no evangelho. Ou seja, eles desejam olhar para dentro destas coisas para entendê-las. Até um certo ponto, os anjos participaram da revelação do evangelho, como comentado acima, mas isso não significa que Deus abriu os olhos deles para compreender a grandeza desta mensagem.

Deus deixou para nós uma mensagem que foi ocultada dos patriarcas, profetas e anjos! Pedro disse que esta palavra vive e permanece eternamente, e que deve ser valorizada e desejada como um bebê deseja leite (1 Pedro 1:23,25; 2:2). Outro autor diz que devemos nos apegar com firmeza as verdades ouvidas e também alerta sobre o perigo de negligenciar essa mensagem revelada por Jesus e seus apóstolos (Hebreus 2:1-4).

A compreensão do grande privilégio que Deus nos oferece na revelação da sua vontade nos leva a valorizar o evangelho quando ouvimos, quando aplicamos na prática e quando compartilhamos com outras pessoas. Pedro frisou todos esses pontos em 1 Pedro 2: Devemos ouvir (versículo 2), praticar (versículos 12,15) e proclamar (versículo 9) a mensagem do evangelho.

Deus oferece para você algo que os grandes profetas e até os anjos desejavam. Ele lhe oferece a oportunidade de conhecer a sua vontade e seu plano para obter a salvação em Jesus Cristo e viver eternamente em comunhão com seu Criador! Não perca esta oportunidade única!

| Autor: Dennis Allan | Divulgação: EstudosGospel.Com.BR |


Receba Estudos Biblicos todos os dias!
Cadastre-se seu e-mail! É Grátis
     Digite seu Email Abaixo
Emails Cadastrados

OBS: Não esqueça de confirmar seu email em seguida!