O Que Jesus Espera de Seus Discípulos?

Mateus 16:24-27


O que Jesus espera de nós como Seus seguidores? Que verdades foram expressas por Jesus acerca dos nossos interesses pessoais como Seus discípulos? Que promessa é feita por Jesus aos que o seguem como discípulos?

Antes de Cristo, nós éramos “escravos” do pecado. O que é um escravo? Um escravo é comparável a um objeto, uma propriedade do seu senhor, assim como os animais de uma fazenda. Tudo que um escravo produzisse pertencia por direito ao seu senhor, e por mais anseio que tivesse pela liberdade, nunca disporia de meios para levar a efeito tal objetivo.

Paulo diz que: Quando eram escravos do pecado, vocês não faziam o que é direito. (Rm.6:20 NVI) O que ele quer dizer é que quando éramos escravos do pecado, não dávamos importância àquilo que Deus chama de correto. Paulo ainda fala "Que fruto colheram então das coisas das quais agora vocês se envergonham? O fim delas é a morte! (Rm.6:21 NVI) A liberdade que Satanás dá aos escravos de seu reino é a liberdade para as paixões da carne em todos os seus seguimentos.

No entanto, nós não fomos criados para estarmos ausentes de Deus. O nosso espírito humano clama pela presença Dele! Ansiávamos por outro estilo de vida; então, fomos “comprados” do reino de Satanás pelo sangue do Puro Cordeiro de Deus, Jesus. Mas agora que vocês foram libertados do pecado e se tornaram escravos de Deus, o fruto que colhem leva à santidade, e o seu fim é a vida eterna. (Rm.6:22 NVI)

Pelos princípios de Deus, ninguém é forçado a sair do reino mundano para “entrar” no Reino de Deus. É necessário ter vontade própria de sair de “um” para entrar no “Outro” por um preço. Na verdade, nós não deixamos de ser escravos, mas graças a Deus, mudamos de “Dono”. O nosso Dono agora é o Senhor! Paulo ensina que: Ele (Jesus) se entregou por nós a fim de nos remir de toda a maldade e purificar para si mesmo um povo particularmente seu, dedicado à prática de boas obras. (Tt.2:14 NVI)

Paulo diz: Fui crucificado com Cristo. Assim, já não sou eu quem vive, mas Cristo vive em mim. A vida que agora vivo no corpo, vivo-a pela fé no filho de Deus, que me amou e se entregou por mim. (Gálatas 2:20 NVI) Esta é uma linguagem de “escravo”. O nosso antigo dono queria o nosso mal, a nossa destruição eterna com ele no inferno e o mesmo não se dá com o nosso presente “Dono”.

Entretanto, ocorre um problema: os nossos desejos carnais ainda estão vivos e vivemos dentro de um sistema mundano, ao qual não pertencemos mais por nossa escolha e por ele nós somos considerados desertores, por aceitarmos o pagamento de Deus pelas nossas vidas. Aos desertores do seu reino, Satanás estabelece o castigo do ódio e da mais profunda humilhação, a cruz!

Como seguidores de Cristo, (Mt.16:24) Ele espera que enfrentemos esse castigo diário satânico, para que morrendo diariamente como Cristo morreu, diariamente Nele vivamos em novidade de vida, pelo poder do Espírito Santo que O ressuscitou dos mortos. 25 (...) Jesus afirmou: - Eu sou a ressurreição e a vida. 26 Quem crê em mim, ainda que morra, viverá; e quem vive e crê em mim nunca morrerá. Você acredita nisso? (Jo.11:25,26 NTLH) Estes versos dizem que você morre e torna a viver e depois de voltar a viver não experimentará mais a ausência temporal e eterna de Deus. Você acredita nisso?

Jesus espera de nós como seus seguidores, que vivamos como Seus “escravos” (no grego, doulos) e os escravos, põem em primeiro lugar os interesses de Seu Dono. (Mt.16:24-26) Caso contrário, seremos considerados “desertores” de Seu Reino e seremos punidos não com a cruz, mas com ausência eterna de Deus – o inferno! Para uma pessoa punida por Deus dessa forma, não haverá outro senhor capaz de pagar qualquer quantia para livrá-la do Seu castigo eterno.

Como escravos de Cristo, Ele espera que creiamos que a nossa “obediência” será recompensada por Ele, o SENHOR de nossas vidas. (Mt.16:27) O Reino de Deus não é só uma questão de crer, mas de fazer e fazer a vontade do Pai, mesmo em meio a muitas dores e perdas. 6 Felizes as pessoas que têm fome e sede de fazer a vontade de Deus, pois ele as deixará completamente satisfeitas. 10 Felizes as pessoas que sofrem perseguições por fazerem a vontade de Deus, pois o Reino do Céu é delas. (Mt.5:6,10 NTLH)

 

| Autor: Pr. Walter de Lima Filho | Divulgação: estudosgospel.Com.BR |


Receba Estudos Biblicos todos os dias!
Cadastre-se seu e-mail! É Grátis
     Digite seu Email Abaixo
Emails Cadastrados

OBS: Não esqueça de confirmar seu email em seguida!