O Plano Secreto de Deus

Ef 1.7


Introdução
Queridos, não há nada mais prejudicial a nós como seres humanos do que a condição de pecadores em que vivíamos. Num estado de condenação e de separação de Deus por causa dos nossos pecados, vivendo e amando a vida que tínhamos de dissolução e desvarios. Embasados numa corrente de pensamento de que nós éramos suficientes para realizar o que queríamos, e dados as práticas erradas da nossa própria carne. Todos nós fazíamos de alguma forma estas coisas, e por elas, Deus nos tinha como mortos em delitos e pecados. Mas, a graça divina nos vivificou quando mortos e nos fez ter confiança de que nenhum dos pecados que cometemos pôde nos separar do eterno, glorioso, esplêndido, sábio, deleitável, desejável, imensurável, inamovível, confortável, insuperável, incomparável, insondável, inigualável, amor de Deus nosso bem amado Pai, na pessoa de Cristo Jesus nosso Salvador.

1) Deus preparou um Plano:

Havia um plano, como descreve Gn 3.15. Neste plano constava uma batalha travada entre o executor, através dos seus filhos e o libertador (pelos filhos de Deus). Uma batalha que se trava desde o Éden e transcende o tempo e as gerações até a mal fadada e terrível cruz.

a) A inimizade entre a serpente e a mulher
b) Na vulgata latina houve uma super valorização da mulher – em dizer que a semente seria Maria, no entanto, a semente refere-se ao que foi gerado de Deus em Maria e não uma referencia a Maria co0mo semente da mulher. (Is 7.14; e ainda 9.6-9)
c) Deus nunca descansou Jo 5.17, sempre trabalhou em seu plano para a redenção do homem

Isso mostra o quanto Deus se importa com a humanidade e quer vê-la remida de seus pecados e culpas.

2) A humanidade tornou-se sujeita ao pecado

Deus em sua presciência, e conhecendo todas as coisas determinou um tempo para todas uma delas, Ec 3.1. Desde o tempo de nascer até o tempo de morrer;

a) Rm 3.10; todos pecaram e ficaram destituídos de Deus
b) Gn 6.5; - o coração do homem é sempre inclinado para o mal
c) 1Rs 8:46 – não há no mundo quem não peque, mas devemos nos arrepender e nunca mais pecar.
d) Sl 14:3 - Todos se desviaram, igualmente se corromperam; não há ninguém que faça o bem, não há nem um sequer.
e) Sl 130:3 – Se Deus registrasse todos os nossos pecados nenhum de nós escaparia.
f) Pv 20:9 – o homem não se livra do seu pecado, só Cristo pode purificar nossos pecados, caiamos na sua maravilhosa graça salvadora.
g) Ec 7:20 – não quem pratique o bem e nunca peque, todos somos pecadores... só o sangue de Jesus pode nos purificar.
h) Is 53:6 – Deus fez cair sobre o seu Filho os pecados de nós todos
i) Is 64:6 – todo homem diante de Deus é como impuro, mas Deus quando olha para os que se arrependem e deixam, ver os méritos de seu Filho Jesus Cristo.
j) Gl 3:22 - As escrituras colocou todos debaixo do pecado, para que a justiça pela fé em Cristo fosse dada aos que Nele crêem.
k) 1Jo 1:8 – ninguém pode dizer que não tem pecado, em adão todos pecaram e carecem de Deus, porque toda a humanidade tornou-se carente da Glória de Deus – Rm 3.23;

3) As bênçãos de Deus em Cristo

Rm 3.21 – agora surge uma justiça que vem de Deus em Cristo Jesus...

a) Predestinados em seu Filho – Deus conhece a nossa vida bem antes de existirmos, por isso predeterminou uma redenção antecipada, que em seu Filho nos foi revelada, para que Nele nos tornássemos seus filhos pelo perdão dos nossos pecados e a mais completa redenção pelo Sangue de Jesus.

b) Amados em seu Filho – Deus nos amou em Jesus, e todos os meus e seus pecados, quando os confessamos a Deus, Jesus o seu filho, nos pedoa por causa do amor de Deus que há em Cristo, segundo a riqueza da sua graça que nos limpa da culpa dos nossos pecados.

c) Deus nos proporcionou em Cristo a Redenção – a redenção em Cristo Jesus nos garante a tranqüilidade que nos faz sentir nossos pecados perdoados e nossa culpa removida do nosso coração. O sangue de Jesus nos purifica de todos os pecados cometidos.

4) O Mistério da Vontade de Deus.

Desde a antiguidade a humanidade procura entender o sentido da sua existência, da condição e os porquês de todas as coisas que ocorrem com as pessoas; bem como os males, violência, crimes, maldades, guerras e tantas outras coisas inerentes ao homem.

a) Para muito Deus é injusto, por causa da sua vontade estabelecida
b) Para outros Deus é confuso, porque criou coisas e as proíbe aos homens
c) Outros ainda, pensam até que Deus não existe, e que é uma idéia criada por homens

a) Deus determinou as soluções para os caos da humanidade
b) Deus criou as saídas para as prisões nas quais a humanidade se encontra
c) Deus resolve o que o homem não pode resolver para demonstrar o seu amor
d) Deus nunca pecou nem aceita o pecado, mas perdoa os homens que se arrependem do pecado e os restaura para a sua própria Gloria
e) Deus permitiu que o homem caísse para que no erro do homem sobressaísse a sua justiça em Jesus Cristo
f) Deus sempre foi paciente com o homem esperando que o homem se arrependa e volte-se para Ele
g) Deus aceitou o sofrimento de seu Filho em nosso lugar
h) Deus o glorificou e lhe concedeu todo poder e autoridade:

01) Poder para salvar
02) Poder para transformar
03) Poder para curar
04) Poder para capacitar para a sua obra
05) Poder para santificar
06) Autoridade dar aos que anunciam o evangelho
07) Autoridade para dar aos que o buscam de coração
08) Autoridade para perdoa pecados
09) Autoridade para batizar com o Espírito Santo
10) Autoridade para revelar seus mistérios
11) Autoridade para nos levar para si no dia da sua vinda.
 
5) Conclusão:
A conclusao fica a critério do pregador - ore por nós!

Autor: Pr. Gesiel Melo


Receba Estudos Biblicos todos os dias!
Cadastre-se seu e-mail! É Grátis
     Digite seu Email Abaixo
Emails Cadastrados

OBS: Não esqueça de confirmar seu email em seguida!