O Nascimento que Mudou a História


Você já pensou em quantas pessoas nasceram até o dia em que nasceu Jesus? Um número incalculável, por certo. Muitos nasceram e se tornaram homens e mulheres comuns; outros se tornaram ricos e poderosos; outros reis e rainhas. E todos morreram deixando títulos e fortunas, grandes prodígios e histórias vergonhosas. E depois de alguns anos, perderam-se no esquecimento e deixaram de ser lembrados.

E outros tantos nasceram e se tornaram “divindades”. Foram cultuados pelos homens, transformados em centros de adoração, e ao morrerem também foram relegados ao esquecimento. Pouco se fala deles e quase nada restou para compactar os povos.

Mas o nascimento de Jesus foi um fato sem paralelo. Mudou a história da humanidade, mudou o homem e deu-lhe uma nova esperança. O pequeno infante de Belém, anunciado pelos anjos aos pastores, e por estes visitado, tornou-se o centro das atenções de pessoas humildes e poderosas. Quando criança foi perseguido por Herodes e na idade adulta continuou sendo perseguido, ora por religiosos, por soldados, por escribas e por fariseus.

E assim cresceu e se tornou homem com qualidades notáveis que o destacavam entre os demais. Mas, por que seu nascimento mudou a história? Porque a história dos povos e a história do homem com suas mazelas e pecados, somente pode ser mudada porque nasceu um Deus-Homem que veio para mudar. Veio para salvar. Veio para reinar. Veio para dar vida.

O nascimento de Jesus é diferente de todos os outros nascimentos. Nasceu de uma virgem e foi concebido por graça e poder do Espírito Santo. Viveu como homem, viveu como Deus. Se viesse a este mundo somente como Deus sem sua humanidade, o homem jamais poderia conhece-lo; nasceu como homem para ser conhecido e amado pelo homem. E como homem enfrentou a cruz, e ao ressuscitar pôde provar que é Deus, pois somente Deus tem poder sobre a morte.

Nasceu como homem para amar o homem. O nascimento de Jesus é diferente de outros nascimentos, porque foi profetizado antes da fundação do mundo, e toda a sua trajetória foi marcada com antecedência e afirmações precisas. Nada deixou de cumprir-se e tudo o que se falou sobre ele aconteceu em todos os seus detalhes. Jesus nasceu para mudar o coração do ser humano e por esta razão é um nascimento sem par. Já se passaram mais de dois mil anos e a cada dia mais notoriedade Ele alcança. O brilho do seu nome não se apaga e como um luzeiro cresce mais e mais.

Outros nomes já se apagaram totalmente e muitos nunca ouviram falar de suas façanhas. Quem foi Napoleão Bonaparte para o mais rude homem do campo? Onde estão suas bravuras e as muitas batalhas ganhas? Mas pergunte ao mais humilde homem quem foi Jesus, e um sorriso sempre se esboçará de seu rosto: “Ah! Jesus, sim eu sei quem é Jesus”; outros, ainda dirão: “Eu sei quem é Jesus, pois Ele me salvou”. Sim, o nascimento de Jesus mudou a história, porque para isso ele nasceu. Ele veio para buscar e salvar o perdido. Ele nasceu para salvar e resgatar o homem que se perdeu ao longo do caminho.

Pergunte à pequena criança e ao velho encanecido quem é Jesus e logo terá a resposta. Pergunte à mãe cristã, aflita e triste que acabou de perder o filho, e ela dirá quem é Jesus. Ele muda a história do mundo, move corações de reis e poderosos, mas o seu maior interesse é mudar o coração do homem tão corrompido. E ele pode é quer mudar. Por isso seu nascimento é diferente de todos os demais. É tão diferente que ele somente se regozija quando ele vem a nascer no coração do homem que tanto ama.

Agora que você já conhece esta grandiosa diferença, faça como os humildes pastores que foram visitá-lo apressadamente – dê a sua reverência e cante louvores como eles, porque em Belém, na cidade de Davi, nasceu o Salvador, que é Cristo, o Senhor. (Lucas 2.8-14).

Autor: Orlando Arraz Maz


Receba Estudos Biblicos todos os dias!
Cadastre-se seu e-mail! É Grátis
     Digite seu Email Abaixo
Emails Cadastrados

OBS: Não esqueça de confirmar seu email em seguida!