O Discípulo de Cristo


Texto Básico: Marcos 8.31-38

INTRODUÇÃO

Vários termos são utilizados hoje para identificar os seguidores de Jesus Cristo: cristão, protestante, crente ou evangélico. Jesus chamou os seus seguidores de discípulos: Se vós permanecerdes na minha palavra, sois verdadeiramente meus discípulos; e conhecereis a verdade, e a verdade vos libertará (Jo 8.31 -32). Ele ordenou à Igreja que fizesse discípulos em todas as nações: “Ide, portanto, fazei discípulos de todas as nações, batizando-os em nome do Pai, e do Filho, e do Espírito Santo…” (Mt 28.19).

Você deseja ser um discípulo de Jesus Cristo?

O QUE SIGNIFICA SER UM DISCÍPULO?

A palavra discípulo tem o seu sentido somente no âmbito da relação entre pessoas. Discípulo é aquele que recebe ensino de alguém ou aquele que segue as ideias ou as doutrinas de outrem.

No Novo Testamento, o discipulado se aplica aos seguidores de Jesus e descreve a vida do cristão. Todo aquele que segue a Jesus em resposta ao seu chamado é um discípulo (Mt 9.9; Mc 1.16-20). Todo aquele que se dedica a aprender e a fazer a vontade de Deus é um discípulo de Jesus (Mt 11.29; Jo 6.45). Todo aquele que imita a um modelo pessoal é um discípulo (Ef 5.1; Hb 13.7). Todo aquele que “segue atrás” de Jesus é seu discípulo (Mt 10.38; Lc 9.62).

Portanto, ser um discípulo de Jesus é ser chamado por Ele para um novo estilo de vida, que envolve rompimento com os vínculos anteriores, para uma vida de serviço e para um alvo a ser atingido.

Há muitas pessoas que se dizem crentes ou evangélicas, mas não são discípulos de Jesus.

AS LEIS DO DISCIPULADO

Jesus Cristo estabeleceu alguns princípios ou leis para aqueles que desejam ser seu discípulo. Vejamos os principais:

2.1. O discípulo é alguém chamado por Jesus.

Muitas pessoas encantadas pelos milagres e pelos ensinos de Jesus se dispuseram a segui-lo. Entretanto, Jesus conhecia as motivações dos seus corações (Jo 2.23-25). Apesar de Jesus deixar a decisão aparentemente com o individuo, “se alguém quer vir após mim” (Mc 8.34), ninguém pode ser discípulo de Jesus sem ser aprovado primeiro por Ele: “Não fostes vós que me escolhestes a mim; pelo contrário, eu vos escolhi a vós outros e vos designei para que vades e deis fruto, e o vosso fruto permaneça…" (Jo 15.16). Leia as seguintes passagens: Mt 4.18-22; 9.9; 9.35-10.4; Jo 17.6-12.

2.2. O discípulo é alguém que se submete

Ser discípulo de Jesus é submeter-se inteiramente a Ele. Esta submissão depende de uma decisão individual: Se alguém quer vir após mim. O ir após Jesus implica em um ato de submissão. Jesus esclarece: “Tomai sobre vós o meu jugo, e aprendei de mim, que sou manso e humilde de coração; e encontrareis descanso para as vossas almas”(Mt 11.29 – RC). Tomar o jugo é submeter-se ou ligar-se a Jesus.

2.3. O discípulo é alguém que pratica a autonegação

A expressão “a si mesmo se negue" indica que o discípulo é alguém que nega a si mesmo. A autonegação, isto é, morrer para si, se manifesta na vida do discípulo quando ele, pela fé, deixa de viver para si mesmo e passa a viver exclusivamente para Cristo (Gl 2.19-20). É dizer não à sua própria vontade e sim a Jesus. O amor a Jesus está acima de todas as outras afeições (Mt 10.37). O cristianismo sem a morte de si mesmo é apenas uma filosofia barata; é um cristianismo sem Cristo. Não posso tornar-me um discípulo sem morrer para mim mesmo e sem me identificar com Cristo que morreu pelos meus pecados (Mc 8.34).

2.4. O discípulo é alguém que sofre

“… Tome a sua cruz”. Jesus, em sua graça, preparou uma cruz para cada discípulo. A cruz é o sofrimento que advém do resultado da união com Jesus. Ela indica sofrimento e rejeição por causa da ligação com Cristo. Meu amigo, não acredite no evangelho que promete só sucesso. Não existe cristianismo verdadeiro sem cruz. Leia: Jo 16.33; At 14.22; 1Pe 4.12-19.

2.5. O discípulo é alguém que rompe com as relações imediatas

Ao se tornar um discípulo de Jesus a pessoa rompe as relações que mantinha com o pecado, com o mundo e com o diabo. Ser um discípulo é unir-se a Cristo para um vida de santificação e produtividade (Jo 15.1-6). O discípulo é uma nova criatura (2Co 5.16-17).

2.6. O discípulo é alguém que não desiste e nem abandona

As pessoas que desistem de seguir a Cristo são falsos discípulos, que seguem a Jesus motivadas por benefícios pessoais, admiração, influência, medo do castigo, tradição familiar etc. O verdadeiro discípulo não abandona a Jesus nem O troca por nada. Quando interpelado por Jesus sobre a possibilidade de desistência do discipulado, Pedro responde: “…Senhor, para quem iremos? Tu tens as palavras da vida eterna; e nós temos crido e conhecido que tu és o Santo de Deus” (Jo 6.68-69).

2.7. O discípulo é alguém que faz discípulos

A vocação para ser um discípulo de Jesus tem duas implicações básicas: ser um discípulo e reproduzir discípulos: “…Vinde após mim, e eu vos farei pescadores de homens” (Mc 1.17). A vida do discípulo é produtiva, ou seja, ele é chamado para chamar outros (2 Tm 2.2). Jesus adverte: Todo ramo que, estando em mim, não der fruto, ele o corta; e todo o que dá fruto limpa, para que produza mais fruto ainda (Jo 15.2).

CONCLUSÃO

Meu amigo, você não deseja ser um discípulo de Jesus? Seguir a Jesus é viver um novo e fascinante projeto de vida. É caminhar com Deus. É aprender diariamente de Jesus. É ser habitado e guiado pelo Espírito Santo.

| Autor: Pr Josias Moura | Divulgação: EstudosGospel.Com.BR |


Receba Estudos Biblicos todos os dias!
Cadastre-se seu e-mail! É Grátis
     Digite seu Email Abaixo
Emails Cadastrados

OBS: Não esqueça de confirmar seu email em seguida!