O Chamado Para Despertar


Há uma guerra invisível ao nosso redor, e hoje é necessário que haja um moderno Paul Revere* que nos diga para despertarmos!

O inimigo vem vindo e precisamos fazer soar o alarme. O triste de tudo isso é que muitos filhos de Deus estão em sono profundo quando deveriam estar acordados. A Igreja está adormecida, no aconchego de seus bancos, com as cobertas sobre sua cabeça; e o santuário está no escuro. O despertador de Deus está soando e precisamos nos levantar. Este não é o momento de apertarmos a tecla “Snooze” (cochilo)!

Assim como aconteceu em 1775 nos Estados Unidos, quando os sinais da luz de duas lanternas deram o aviso de que a destruição estava às portas, hoje a luz da Palavra de Deus está difundindo um outro aviso sobre um perigo muito mais profundo. Já recebemos um chamado para despertar por meio da Palavra de Deus – alguém está ouvindo?

“E digo isto a vós outros que conheceis o tempo: já é hora de vos despertardes do sono; porque a nossa salvação está, agora, mais perto do que quando no princípio cremos. Vai alta a noite, e vem chegando o dia. Deixemos, pois, as obras das trevas e revistamo-nos das armas da luz” (Rm 13.11-12).

De acordo com o relógio de Deus, é hora de acordar. O apóstolo Paulo chamou os santos em Roma para despertarem. Quanto mais nós não necessitaríamos de seu chamado nos dias de hoje! Há anarquia no mundo todo, apostasia na Igreja, e apatia nos bancos das igrejas.

Provavelmente é muito mais tarde do que muitos de nós imaginamos. Este mundo está com a moral em queda livre como nunca esteve antes na história. O alarme já soou, e precisamos prestar atenção ao chamado. Mas, o que as pessoas estão fazendo? Estão se virando para lá e para cá e bocejando diante da face de Deus. Paulo diz: “já é hora de vos despertardes” e “vai alta a noite”.

Nesta era, já é mais tarde do que você pensa. Eu creio que Jesus está às portas. Creio que a trombeta já vai tocar. Cristo voltará em breve e é apenas a mão controladora do Deus Todo-Poderoso e o Espírito Santo que mantêm as portas do mal fechadas da forma como estão.

Oro para que o Espírito Santo escreva em nossos corações três coisas que o apóstolo Paulo disse à igreja de Roma e que fazem todo o sentido para a Igreja de hoje.

Desperte!

Já é muito mais tarde no tempo da oportunidade (veja 2 Co 6.2) do que você imagina. Temos agora oportunidades sem precedentes para pregar o Evangelho de Jesus Cristo. Quando esteve aqui na Terra, Jesus disse: “É necessário que façamos as obras daquele que me enviou, enquanto é dia; a noite vem, quando ninguém pode trabalhar” (Jo 9.4).

Você sabe o que há de errado na igreja de hoje? Muitíssimos sermões são mais como historinhas de ninar do que como toques de alvorada. O despertador de Deus está soando por todos os lados ao nosso redor. Jesus virá como um ladrão de noite. O apóstolo Paulo disse: “Pois vós mesmos estais inteirados com precisão de que o Dia do Senhor vem como ladrão de noite. Mas vós, irmãos, não estais em trevas, para que esse Dia como ladrão vos apanhe de surpresa” (1 Ts 5.2,4).

Como podemos nos sentar confortavelmente nos bancos da igreja quando a civilização está se desintegrando ao nosso redor? A noite já vai alta. Tantas de nossas igrejas estão como Sansão, adormecido nos braços de Dalila. Então, quando finalmente acordarmos, não saberemos que o Espírito já se ausentou de nós.

Pode ser mais tarde em sua vida do que você imagina. Você tem apenas alguns dias a mais, algumas horas de sobra, para servir ao Senhor Jesus: “Que é a vossa vida? Sois, apenas, como neblina que aparece por instante e logo se dissipa” (Tg 4.14).

Há muitas coisas que você pode fazer, mas o tempo é curto; e todas as suas ações para ganhar almas só poderão ser realizadas enquanto você estiver aqui na Terra. E já pode ser mais tarde nesse tempo da oportunidade do que você imagina.

Lave-se!

Esta não é apenas a hora de despertarmos, mas é a hora de nos lavarmos. Romanos 13 diz para nos despirmos das orgias e bebedeiras, impudicícias e dissoluções, contendas, ciúmes e inveja. Contenda significa o desejo pelo poder. Inveja é querer mais e querer aquilo que o outro tem. Se seu coração é um quartel-general para o ódio, se você está cheio de ciúmes e de desejos insatisfeitos, essas são obras das trevas. Deus fala para você se despir dessas coisas.

Fico abismado de que hoje não haja nenhum senso de vergonha. Temos toda uma geração de “pessoas que não se ruborizam”, pessoas que cometem imoralidades e não se envergonham. Alguém disse que o homem é o único animal que fica ruborizado – ou que deveria ficar ruborizado. “Serão envergonhados, porque cometem abominação sem sentir por isso vergonha; nem sabem que coisa é envergonhar-se” (Jr 6.15). Como precisamos nos achegar ao Senhor em honestidade e confissão!

Vista-se!

Não é apenas hora de despertarmos, mas também é hora de nos vestirmos. Este é o âmago, o clímax da questão: “Deixemos, pois, as obras das trevas e (...) revesti-vos do Senhor Jesus Cristo” (Rm 13.12,14).

O que devemos fazer após termos acordado e nos lavado? Revestir-nos de Jesus. Vista-se com o Senhor Jesus Cristo. Revista-se dEle para buscar direcionamento porque Ele é o Senhor. Você precisa ter alguém que possa revesti-lo em trajes de justiça, que possa protegê-lo, purificá-lo, e mantê-lo puro. Revista-se dEle para obter libertação porque Ele é o Salvador. Revista-se dEle para obter domínio porque Ele é o Rei Messias, o Senhor dos senhores. Eu devo revestir-me de Jesus como minha armadura de luz.

Onde você acha que nós estamos como cultura, como igreja, e como cristãos individualmente? Paulo fez soar o alarme no primeiro século, e nós também precisamos fazer soar o alarme hoje. Já se faz tarde, a noite já vai alta. Logo Ele virá com o som da trombeta. É melhor fazermos agora aquilo que pretendemos fazer por Jesus.

A vida é curta demais. A eternidade é longa demais. As almas são preciosas demais. O Evangelho é maravilhoso demais para estarmos dormindo o tempo todo. Você já ouviu o alarme. Agora você pode virar-se para o lado e apertar a tecla do “cochilo”, ou levantar-se, lavar-se e se vestir!

|  Autor: Adrian Rogers  |  Divulgação: estudosgospel.com.br |