O Chamado de Deus Para o Serviço no Reino

Mateus 20.1-16


1) Introdução

A história contada por Jesus nos versos acima tem como finalidade nos mostrar que a recompensa de Deus não depende apenas do que a pessoa faz, mas do fato que Deus é bom.

Esta parábola fala de um pai de família que sai em busca de trabalhadores para a sua vinha. Ele vai chama estes trabalhadores e os convida a vir para a sua vinha, prometendo lhes dar o que for justo V.3.

Nesta parábola, Jesus usa uma linguagem simples para nos revelar que o Senhor tem serviço para todos nós em sua vinha. Esta vinha ilustra o seu reino. E em seu reino há lugar para que todos possam servir.

Estamos vivendo num tempo onde o Senhor da Seara, chama o seu povo para servir. Há muito serviço a ser feito, pois Jesus breve vem para buscar a sua Igreja.

No fim do dia, o dono da vinha chama seus trabalhadores começando pelos últimos, e acerta os seus salários. Os trabalhadores ficam surpreendidos com o fato de que todos os trabalhadores recebem o mesmo salario, pois o dono da vinha não faz distinção entre aqueles que trabalharam mais ou menos.

Esta parábola nos revela algumas verdades importantes acerca de Deus:

1) Ele é o Deus chama

Esta parábola nos mostra isso. O pai de família chama trabalhadores quando ainda é madrugada, mais tarde na hora terça, na hora sexta, nona e no fim dia, na hora undécima.

Isto nos mostra que em todas as épocas Deus tem chamado o seu povo para o serviço em seu reino.

Ele chamou Nóe, para pregar uma mensagem de juízo a geração de seu tempo.
Ele chamou Abraão e o fez ir para um lugar que ainda era desconhecido.
Ele chamou José do Egito, fazendo daquele escravo um príncipe numa terra estranha.
Ele chamou Moises, para libertar o povo de Israel.
Ele convocou Josué e fez dele um grande conquistador.
Ele chamou Gideão, e lhe deu a vitória com apenas 300 homens.
Ele chamou sansão lhe proporcionando uma força incomum.
Ele chamou Samuel fazendo dele um dos maiores profetas que a história já conheceu.
 
Vemos nesta parábola que o dono da vinha chama trabalhadores na hora undécima, quando o fim do dia se aproxima. Podemos dizer que nós somos os trabalhadores da hora undécima, pois o “fim do dia se aproxima”: Jesus Cristo, breve vem!.

Há um hino que tem a seguinte letra:

O Senhor da ceifa está chamando:
”Quem quer ir por Mim a procurar
Almas que no mundo, vão chorando;
Sem da salvação participar?”
Fala Deus! Fala Deus!
Toca-me com brasa do altar;
Fala Deus! Fala Deus!
Sim, alegre, atendo ao Teu mandar.”
O Senhor nos pergunta: “A quem enviarei, e quem há de ir por nós?”
 
É tempo de fazermos sacrifícios para atendermos ao chamado do Senhor, e mais tarde haveremos de receber o justo galardão.

2) Ele é o Deus da provisão.

Nesta parábola, vemos que Ele faz a provisão dos trabalhadores e da vinha onde os trabalhadores possam atuar. Ele é o Deus da provisão!

Vemos a provisão de Deus em todas as páginas da Bíblia. No deserto, Deus fazia o Maná cair do céu todos os dias. E o seu povo não perecia. O maná sempre chegará na hora certa.

Deus fez a provisão de uma arca para Noé não ser destruído pelo dilúvio. Deus fez a provisão para que seu povo andasse em terra seca através do mar que milagrosamente foi aberto pelo Senhor em resposta a oração de Moisés. Deus fez a provisão de livramento para Daniel que estava diante de leões ferozes e famintos para lhe devorar.

Deus tem feito provisão para o louvor desta Igreja. Há pouco tempo atrás os irmãos oravam pelo ministério de Louvor e hoje temos 07 grupos que atuam na área do louvor em nossa igreja. Pretendemos até fazer dois momentos de louvor, a cada semana, para que cada grupo possa ser usado no ministério da adoração.

O nosso Deus, é o Deus da provisão! Ouvi falar da história de uma senhora que estava passando por momentos muito difíceis, ao ouvir um programa de rádio evangélico ligou para lá. E ali através daquela oportunidade, ela resolveu fazer o seu apelo e disse: – "Eu estou passando por uma grande prova: o desemprego bateu em minha porta, tenho filhos pequenos, meu esposo está fazendo apenas alguns serviços extras, porém a renda não é suficiente. Se algum irmão puder me ajudar com algum alimento eu ficaria muito grata. Aquilo que DEUS tocar em seu coração eu agradeço e será de grande ajuda". E ali ela aproveitou e falou seu endereço… Porém, no momento deste apelo, um bruxo estava ouvindo a programação e disse: – "É hoje que eu acabo com esta raça de crentes, ah é hoje…" Então o bruxo se dirigiu para o mercado e fez aquela compra… e tudo ele comprou e ainda comprou tudo em dobro. Chegou a casa e disse para duas pessoas que trabalham para ele e dissse: – "Vocês vão até a casa desta senhora e vão entregar esta compra e quando ela perguntar quem mandou, vocês vão dizer à ela que foi o diabo. O diabo quem está enviando esta compra". E assim seguiram aqueles dois homens rumo a casa da senhora. Bateram palmas e ela, com toda a sua humildade, atendeu e eles disseram: – "Viemos trazer esta compra para a Senhora!" E ela disse: – "Entrem, por favor vão colocando aqui…" Descarregaram tudo e a senhora disse: – "Que Deus abençoe, muito obrigado, muito obrigado mesmo…" E aqueles dois homens pararam, olharam um para o outro e sussurraram: – "Ela não vai perguntar quem mandou a compra?" E o outro respondeu: – "Não sei… estranho né?" Então aquele homem com todo o seu atrevimento perguntou… – "Hei, você não vai perguntar quem mandou esta compra não?" E a senhora com toda sabedoria respondeu: – "Eu não! Quando o meu Deus manda até o Diabo obedece!".

3) Ele é o Deus da recompensa

Nesta parábola, vemos que cada trabalhador recebe a justa retribuição por seu salário. Quando servimos a Deus em obediência e fidelidade haveremos de ser recompensados. E isto que aprendemos na parábola dos talentos. O Senhor diz aos servos fieis: “foste fiel no pouco e sobre o muito te colocarei”.

Davi em seu cântico de gratidão ao Senhor no livro de 2 Sm. 22:25 diz: “O Senhor me retribuiu segundo a minha justiça, conforme a minha pureza diante dos seus olhos”.

Nesta caminhada com Cristo passamos por lutas, mas devemos lembrar da recomendação que nos faz Hebreus 10:35: “Portanto, não lanceis fora a vossa confiança, que tem uma grande recompensa.”

Ilustração. Ouvi falar da história de um rei que colocou uma pedra enorme no meio de uma estrada. Escondeu-se para ver se alguém á tiraria. Alguns mercadores ricos passaram e simplesmente deram a volta. Alguns até esbravejaram dizendo que o rei não mantinha as estradas limpas.

Passa um camponês, se aproxima rocha, põe de lado a sua carga. Após muita força, conseguiu mover a pedra.

Embaixo da pedra, ele notou que havia uma bolsa cheia de moedas e havia uma nota escrita pelo rei que dizia que o ouro era para a pessoa que tivesse removido a pedra do caminho.

AO INVÉS DE RECLAMAR DAS DIFICULDADES, VOCE DEVE PEDIR AJUDA A DEUS E VENCE-LA, POIS EM CADA PROVA VENCIDA, MAIS PERTO DE DEUS VOCE CHEGA E DA SUA RECOMPENSA.

4) Ele é o Deus que não faz acepção de pessoas

Na hora de pagar os trabalhadores o dono da vinha resolve dar o mesmo salário para todos, não levando em conta quem trabalhou mais ou menos.

No verso 14 Ele diz aos trabalhadores: “..Toma o que é teu, e retira-te. Eu quero dar a este último tanto quanto a ti”.

Ao contar esta parábola Jesus tem como finalidade nos mostrar que a recompensa de Deus não depende apenas do que a pessoa faz, mas do fato que Deus é bom e que em sua graça Ele salva e resgata o homem, não por causa daquilo que o homem faz, mas por causa de seu misericordioso amor.

5) E por fim, Ele é o Deus que é soberano

Ele é o dono da vinha, dos trabalhadores, dos recursos. E ele quem declara aos trabalhadores no verso 15: “Não tenho o direito de fazer o que quiser com o que é meu? Ou é mau o teu olho porque eu sou bom?”

Ele esta nos dizendo que é Senhor soberano de nós que somos os trabalhadores e de sua vinha. Como soberano, Ele tem governo absoluto. Ele tem poder absoluto sobre todas as coisas. E tudo pertence a Ele.

Ele nos faz questão de recomendar em Dt. 4:39: “Portanto, reconhece hoje, e medita em teu coração, que só o Senhor é Deus em cima no céu, e embaixo na terra; nenhum outro há”.

Langston, no seu Esboço de Teologia Sistemática, nos tenta proporcionar uma visão da soberania de Deus, dizendo que Deus vê o mundo como um grande transatlântico, cruzando os imensos mares. Durante a viagem, todas as pessoas são livres para agir e fazer suas próprias escolhas, mas o transatlântico é conduzido para um destino certo. Assim, Deus guia o mundo para atender os seus propósitos, apesar da inteira liberdade que Ele nos dá de escolher fazer o bem ou o mal.

Precisamos reconhecer sua soberania em nossos corações. É isto que Jesus nos ensina na oração do Pai nosso: “Venha sobre nós o teu reino…”.

Quando reconhecemos sua soberania, deixamos de ser pessoas ansiosas e passamos a descansar nas promessas do Senhor, sabendo que elas se cumprirão, porque Ele esta no controle de tudo.

Pedro nos recomenda: “Lançamos sobre ele toda a vossa ansiedade, porque ele tem cuidado de vós". I Pedro 5: 7.

Lance, neste exato momento, todas as inquietações de seu coração, porque esta aqui em nosso meio aquele que é soberano, aquele que tem governo e controle absoluto de todas as coisas.

7) Conclusão

Que Deus nos abençoe, e que nunca esqueçamos que o Deus que chama, que faz a provisão, que dá a recompensa, que não faz acepção de pessoas, e é soberano, esta morando dentro de nossos corações. Vivamos então para agradá-lo.

Autor: Pr Josias Moura
|  Autor: Pr Josias Moura  |  Divulgação: estudosgospel.com.br |