Não nos deixes cair em tentação


Tem acontecido atualmente com tanta frequência que já não nos surpreende: líderes proeminentes, políticos, executivos, esportistas e até membros do clero, cometendo infrações éticas ou pegos em meio a sérios escândalos. É o mundo em que vivemos! Ao longo da história, líderes reconhecidos e poderosos, caíram de suas posições de influência às profundezas de imensos fracassos.

Mas não seria essa a norma? Afinal não é o que diz o adágio: “Poder corrompe; e poder absoluto corrompe absolutamente?”

Podíamos argumentar que ninguém é perfeito. Ou usar como defesa: “Somos apenas humanos”. Embora sejam ambas verdadeiras em certa medida, não desculpam comportamentos antiéticos ou imorais. O fato de tais atos ainda chocar, ressalta a realidade que padrões éticos e valores morais ainda é o que esperamos de nossos líderes. A questão, porém, não é como convencer esses líderes a viver de acordo com exigências éticas e morais; mas como você e eu podemos permanecer fiéis àquilo que sabemos ser certo ou errado?

Ao ler o Manual de Negócios atemporal, conhecido pelo nome de Bíblia, encontramos a seguinte avaliação da condição humana: “Não há uma só pessoa que faça o que é certo” (Romanos 3.10).

Ela não serve de justificativa para falta de integridade ou recusa em seguir regras morais comumente aceitas. Ao contrário, as Escrituras oferecem avisos e sugestões de como se ater  e manter – a elevados padrões de comportamento.

Ninguém está imune. Anos atrás o líder de uma importante organização sem fins lucrativos declarou: “A única área em que jamais falharei é a dos relacionamentos”. Poucos anos mais tarde ele foi apanhado em adultério com sua assistente administrativa. A Bíblia alerta: “Portanto, aquele que pensa que está de pé é melhor ter cuidado para não cair” (1 Coríntios 10.12).

Cuidado quando tudo estiver bem. Somos mais vulneráveis à tentação quando tudo está indo bem e sentimos que temos tudo sob controle. Em tempos assim, temos a tendência de confiar em nossa autossuficiência, e deixamos de depender de Deus: “Eu me senti seguro e pensei: Nunca terei dificuldades”(Salmo 30.6).

Todos nós temos um escape. “Não pude evitar”-é a desculpa esfarrapada quando nos rendemos à tentação e falhamos ética ou moralmente. A tentação pode parecer grande demais, mas se olharmos para Deus, Ele nos capacitará a evitar levá-la para o passo seguinte: o pecado! “Não sobreveio a vocês tentação que não fosse comum aos homens. E Deus é fiel: Ele não permitirá que vocês sejam tentados além do que podem suportar. Mas, quando forem tentados, Ele mesmo lhes providenciará um escape, para que o possam suportar”(1 Coríntios 10.13).

Todos precisam de ajuda. “Sou fraco demais; não resisto à tentação”. Isso até pode ser verdade, mas se acreditamos na Bíblia, ela nos assegura que podemos ser fortalecidos por Jesus Cristo para fazer o que não podemos por nós mesmos: “Porque, quando perco toda a minha força, então tenho a força de Cristo em mim”(2 Coríntios 12.10).

Autor: Robert J. Tamasy


Receba Estudos Biblicos todos os dias!
Cadastre-se seu e-mail! É Grátis
     Digite seu Email Abaixo
Emails Cadastrados

OBS: Não esqueça de confirmar seu email em seguida!