Mistérios Nada Misteriosos à Luz da Bíblia


         Passo a colocar rapidamente para os irmãos como aplica-se o texto de Paulo que afirma que “as coisas espirituais se discernem espiritualmente”, a temas sobre os quais poderíamos nunca outrora ter pensado.
         Ao analisarmos os fatos históricos, não podemos considerá-los simplesmente como meras coincidências do acaso. A história na qual figura o homem é cíclica, e é conduzida pelas intervenções oportunas de Deus e pelas constantes atividades de Satanás e seus anjos visando a destruição do homem.
         Antes de iniciar nossa análise, gostaríamos de colocar qual foi a causa da destruição de Sodoma e Gomorra. O grande pecado de Sodoma foi que além de pecarem gravemente contra Deus, publicavam seus pecados de sensualidade, pornografia e idolatria (PP, 455).
         Isto significa que eles já não possuíam vergonha de assumir publicamente seus pecados. A cidade estava tão corrompida que muitos dos próprios bebês, ao nascerem, nasciam endemoniados, pois haviam sido consagrados aos deuses ainda nos ventres de suas mães.
         Assim, um juízo divino a consumiu ao descer fogo do céu sobre ela. A história de Sodoma deixa claro que existe um limite, estabelecido por Deus, além do qual os homens não podem ir no pecado. Quando este limite é atingido, as calamidades certamente sobrevêm sobre os culpados impenitentes.
         Ora, com base no exposto acima, vamos à analise de alguns ditos “mistérios” das civilizações antigas para verificar onde se encontram as explicações:

  • A Cidade de Pompéia foi destruída por uma erupção do vulcão Vesúvio.

        Será que a destruição desta cidade foi apenas um capricho da natureza? De forma alguma. O magma derretido resultante do fluxo piroglástico que pairou sobre a cidade e a soterrou, ajudou a conservar a cidade, de modo que as gerações futuras pudessem ver a causa da sua destruição.
         Após a cidade ser novamente redescoberta através de escavações, verificou-se que a principal atração da cidade era um grande bordéu situado em seu centro. Figuras de homens com órgãos sexuais expostos e expressões obscenas, juntamente com figuras de sexo grupal hetero e homossexual estão lá pintadas nas paredes das edificações não só do bordel, como também de outras edificações adjacentes, que poderiam servir para o mesmo fim, de modo que os turistas que para lá se dirigem as podem ver nos dias de hoje.
         As figuras deixam evidente que esta cidade incorreu no mesmo pecado de Sodoma – multiplicou-se a licenciosidade e os seus habitantes já não tinham sequer vergonha de esconder suas práticas pecaminosas. Ao contrário, já estavam publicando seu pecado, como Sodoma.
         Assim, a destruição, predita para todos aqueles que ultrapassam os limites para o pecado determinados por Deus, sobreveio sobre eles. A erupção de um vulcão – um fato aparentemente originado pelo acaso – constituiu-se em um juízo divino para aqueles pecadores impenitentes.
         É o poder de satanás que está em atividade no mar e na terra, causando calamidades e aflições, e arrebentando multidões para manter o domínio sobre sua presa. (Eventos Finais, 208)

  • A civilização Azteca, situada onde é hoje o México, desapareceu, sem deixar vestígios.

        Seria isto um mistério? Talvez sim, até decifrarmos os desenhos contidos em suas pirâmides. Estes demonstram que suas pirâmides foram construídas em uma posição geográfica favorável ao culto do deus sol (Baal). Para cultuar este deus, faziam sacrifícios humanos (tal como o faziam os pagãos antigos no culto à Baal).
         As dimensões de sua pirâmide foram dadas pelo deus serpente de asas (te lembra alguma coisa em Gênesis?), e os Aztecas também cultuavam este deus. Além de tudo isto, dominavam com atrocidade sobre os povos adjacentes e publicavam seu pecado, de maneira que podemos ver seus escritos para os dias de hoje.
         Neste pequeno relato sobre os Aztecas, surge-nos a impressão de que eles eram na América Central o  que Babilônia foi na época de seu império, guardadas as proporções. Pergunto – era o Deus das Américas diferente do Deus de África, Europa e Ásia? De maneira alguma. Os Aztecas incorreram no mesmo pecado de Sodoma (publicavam seu pecado de idolatria) e por isso foram destruídos. Ao que tudo indica, os Aztecas foram completamente exterminados pelos colonizadores espanhóis.
         Deus usará seus inimigos como instrumentos para punir os seus próprios e perniciosos caminhos, pelos quais a verdade de Deus tem sido deturpada, desfigurada e desonrada. (Eventos Finais, 208, 209)

  • As pirâmides do Egito guardam segredos milenares ainda não expostos, que podem representar um contato com seres extraterrestres obtidos com seres humanos que viveram naquela época

        As pirâmides do Egito eram construídas para servirem de túmulos para que seus reis lá fossem enterrados. A construção das pirâmides egípcias obedece os mesmos padrões construtivos das pirâmides dos Aztecas e de outros povos americanos. Estão cheias de inscrições que demonstram o culto dos egípcios às divindades pagãs e ao deus sol. Além disso, os egípcios haviam construído totens gigantescos, representando neles suas divindades (conhecidos na Bíblia por poste-ídolos).
         Finalmente, a própria esfinge, que possui um corpo de leão e rosto de homem (este símbolo lembra a imagem do leão de Daniel 7, que representa Babilônia, antro de idolatria, e também a Satanás, que anda como um leão bramando ao derredor buscando a quem possa tragar). Vemos então nos egípcios mais um povo que cometeu o mesmo pecado de Sodoma.
         Vemos pelo livro de êxodo que os egípcios eram um povo declaradamente idólatra. A profecia contra o Egito, contida nos capítulos 29-32 de Ezequiel apresenta que o Egito, que se vangloriava de seu conhecimento intelectual e sua força militar, atribuindo-os às suas divindades satânicas, seria destruído pelo exército do rei de Babilônia e se tornaria humilde, o que de fato aconteceu.
         O juízo divino pôs fim à arrogância daquela nação. Os monumentos daquela nação não representam nenhum contato com extraterrestres, e sim representam o próprio culto a Satanás, praticado na época.

  • Ao unir as pirâmides do mundo através de linhas imaginárias, encontraremos em sua interseção um ponto, situado exatamente no Triângulo das Bermudas.

        Existe uma série de fatos misteriosos, ligados ao desaparecimento de navios e aviões na região do Triângulo das Bermudas. Seria isto realmente um mistério? Não deve o ser para nós cristãos. As linhas das pirâmides coincidem com aquele ponto por uma razão óbvia. Todas as pirâmides evocam a adoração à Satanás, através de divindades pagãs falsas. Assim, as linhas formadas entre elas apontam para onde está o centro da sua adoração. Lá está o centro de atividade de Satanás.
         A Bíblia confirma isto de maneira bem clara. Satanás diz acerca de si mesmo:
 
“Eu sou Deus, sobre a cadeira de Deus me assento no coração dos mares” Ez. 28:2

        ler também versos 12 e 14, para entender o contexto.
         Isaías coloca de forma bem clara que Satanás tem morada no mar:
 
“Naquele dia, o SENHOR castigará com a sua dura espada, grande e forte, o dragão, serpente veloz, e o dragão, serpente sinuosa, e matará o monstro que está no mar.” Isaías 27:1

         Textos correlatos sobre o mesmo assunto que recomendamos a leitura: Salmos 104:25,26; Isaías 51:10; Apoc. 9:1; Jó 41 – todo o capítulo.

  • Há poucos dias atrás, a cidade do Rio de Janeiro sofreu a ação de um furacão, seguida do desabamento de um prédio – duas calamidades não previstas

        Não pensemos que isto é apenas fruto do acaso. O Rio de Janeiro é uma cidade onde a licenciosidade está a solta. Um fato que comprova isto é o próprio Carnaval, que se torna uma festividade onde ocorrem bacanais horrendos, demonstração e publicação de nudez em larga escala.
         O Rio é também a cidade onde a pouco uma menina de apenas 13 anos de idade ficou grávida e pegou AIDS após fazer sexo com várias pessoas ao mesmo tempo em um baile funk.
         Nesta cidade está situada a Rede Globo de Televisão, onde estão sendo produzidos continuamente uma série de novelas e seriados trazendo sensualismo e colocando o homossexualismo como algo normal, que deve ser assumido e respeitado. A iniqüidade desta cidade clama contra Deus, e os juízos misericordiosos estão já sobrevindo sobre ela.
         Os juízos serão de acordo com a iniquidade das pessoas e a luz da verdade que elas tiveram. (Eventos Finais, 98).
         O Senhor recomenda que seu povo fixe residência longe das cidades, pois à hora em que não cuidais, fogo e enxofre cairão sobre essas cidades. A sua punição será proporcional a seus pecados. (Eventos Finais, 84).
         As cidades da nações serão tratadas rigorosamente; contudo, não serão castigadas com a extrema indignação de Deus, porque algumas almas ainda se despregarão dos enganos do inimigo, arrepender-se-ão e se converterão. (Eventos Finais, 103)
         Apressemo-nos, pois Jesus está voltando! Peçamos a Deus discernimento espiritual para analisar os acontecimentos!
         Deus abençoe a todos

Autor: Jairo Carvalho


Receba Estudos Biblicos todos os dias!
Cadastre-se seu e-mail! É Grátis
     Digite seu Email Abaixo
Emails Cadastrados

OBS: Não esqueça de confirmar seu email em seguida!