Livre de Si Mesmo


Base: João 11: 17-19, 38-44

A Salvação e a Santificação

Usemos como ilustração a ressurreição de Lázaro. Quando Jesus orou, o milagre ocorreu imediatamente. Ele passou a viver. Entretanto, o "ex-falecido" ainda estava com cara de morto, cheiro de morto, roupa de morto, etc. Jesus disse: "Desatai-o e deixai-o ir." (João 11.44). A vida já estava nele (seu espírito, vivificado), mas, além disso, muitas coisas que nele estavam não combinavam com o seu novo estado. Esse processo de transformação pelo qual passamos dia a dia recebe também o nome de santificação.

Esta é a parte mais difícil. Refiro-me a sermos liberto de nossas próprias limitações, nossas próprias fraquezas, nossos conceitos errados, nossa natureza pecaminosa, nossos hábitos pecaminosos, etc. A experiência nos tem mostrado que isso ocorre em duas etapas: uma imediata e outra gradativa.

Muitas mudanças que precisam ocorrer em nós vão depender do conhecimento que adquirimos da Palavra de Deus. “Disse Jesus aos judeus que criam nEle: Se permanecerdes no meu ensino, verdadeiramente sereis meus discípulos. Então conhecereis a Verdade e a Verdade vos libertará”. (João 8:31-32).

Alguém pode alegar que, quando aceitamos a Cristo, somos plenamente transformados imediatamente, mas, se assim fosse, já seríamos perfeitos, não precisaríamos conhecer a bíblia nem crescer espiritualmente.

Paulo exortou os cristãos romanos dizendo: "Transformai-vos pela renovação da vossa mente." (Rm.12.2).

A doutrina da salvação do homem pode ser vista em três fases distintas:

1- a vivificação do espírito, promovida pelo sacrifício vicário do Cordeiro de Deus e sua ressurreição.

2- a santificação da alma, patrocinada pelo Espírito através da vida poderosa de Cristo.

3- A glorificação do corpo, determinada pela ressurreição dos santos e transformação dos vivos, e seu arrebatamento (vinda de Jesus)

As três etapas falam da salvação em três tempos: fomos salvos da condenação do pecado pela vitória de Cristo; estamos sendo salvos do poder do pecado pela vida de Cristo, e seremos salvos da presença do pecado pela vinda de Cristo.

Fomos vivificados em nosso espírito, estamos sendo santificados em nossa alma e seremos glorificados em nosso corpo”.

|  Autor: Clériston Andrade  |  Divulgação: estudosgospel.com.br |