"Eu Vos Envio a Vós"


       Deus enviou seu Filho
 
“Porque Deus amou o mundo de tal maneira que deu o seu Filho  unigênito, para que todo aquele que nEle crê” não pereça, mas tenha a Vida eterna (Jo 3.16).
 
       Deus deu exemplo de obra missionária. Deus enviou José ao Egito, como escravo, por amor ao seu povo. Disse José a seus irmãos:
 
“Deus me enviou adiante de vós a fim de conservar vossa sucessão na terra, e para guardar-vos em vida por um grande livramento” (Gn 45.7).

       Deus enviou e capacitou Moisés para tirar seu povo da escravidão do Egito (Êx 3.14-15). Moisés, ao aproximar-se da terra prometida, enviou homens para espiarem a região. A maioria mostrou-se temerosa, pois havia em Canaã muitos gigantes e as cidades eram fortificadas. Mas Calebe, colocando a confiança somente no Senhor, disse:
 
“Subamos animosamente, e tomemos posso dessa herança, pois certamente prevaleceremos contra ela” (Nm 13.30).

       Deus enviou Gideão para vencer os midianitas. Inicialmente, Gideão levantou um exército de 32.000 homens, mas com a ajuda de Deus somente 300 foram suficientes. Diante do receio de Gideão, Deus disse-lhe:
 
“Vai nesta tua força e livrarás a Israel da mão dos midianitas; porventura, não te enviei eu?” (Jz 6.14).
 
       Jesus enviou os doze para pregar o evangelho nas cidades e povoados, e deu-lhes poder sobre os espíritos imundos (Mc 6.7,8.13). Enviou também 70 discípulos com a mesma finalidade (Lc 10).
       O povo de Deus precisa continuar a marcha missionária de Jesus. Ele nos deixou um mandamento:
 
“IDE POR TODO O MUNDO, PREGAI O EVANGELHO A TODA CRIATURA” (Mc 16.15).
 
“IDE, ENSINAI TODAS AS NAÇÕES, BATIZANDO-AS EM NOME DO PAI, E DO FILHO E DO ESPÍRITO SANTO” (Mt 28.19).

       Todos os crentes devem continuar a obra de evangelização iniciada por Jesus e continuada pelos discípulos.
 
“...COMO O PAI ME ENVIOU, TAMBÉM EU VOS ENVIO A VÓS” (Jo 20.21)
 
       Os que são enviados recebem a devida capacitação. Assim Deus fez com Moisés, José e Gideão. Assim fez Jesus com seus discípulos. A vitória não está em nossa inteligência, em nosso poder de comunicação, em nosso conhecimento da Bíblia. Somente a presença atuante de Deus garante a nossa vitória. Através de um pequeno grupo de pessoas, desde que consagradas, Deus opera maravilhas. As dificuldades são muitas; as barreiras difíceis; portas se fecharão; palavras grosseiras ouviremos, mas “maior é o que está em nós”. Nada deve fazer diminuir nosso ânimo e alegria em servir a Cristo. Muito mais Ele sofreu por nós. Sejamos como Calebe: Venceremos os gigantes.

Autor: Pr Airton Evangelista da Costa


Receba Estudos Biblicos todos os dias!
Cadastre-se seu e-mail! É Grátis
     Digite seu Email Abaixo
Emails Cadastrados

OBS: Não esqueça de confirmar seu email em seguida!