Doze Dinâmicas de Salomão


Introdução: Personagem ilustre, e inspirado; das Páginas Sagradas, deixou-nos lições valiosas. Eis algumas delas!

1 – Salomão construiu sem fazer barulho!

“E edificava-se a casa com pedras preparadas; como as traziam, se edificava, de maneira que nem martelo, nem machado, nem nenhum outro instrumento de ferro se ouviu na casa quando a edificavam.” I Rs 6.7. Ambiente de trabalho agradável. Hoje: sem estardalhaço. Sem muitos rumores.

2 – Salomão não adquiriu sabedoria na universidade!

“A teu servo, pois, dá um coração entendido para julgar a teu povo, para que prudentemente discirna entre o bem e o mal; porque quem poderia julgar a este teu tão grande povo? I Rs 3.9. “E disse-lhe Deus: Porquanto pediste esta coisa e não pediste para ti riquezas, nem pediste a vida de teus inimigos, mas pediste para ti entendimento, para ouvir causas de juízo; eis que fiz segundo as tuas palavras, eis que te dei um coração tão sábio e entendido, que antes de ti teu igual não houve, e depois de ti teu igual se não levantará.” I Rs 3.11-12. “E deu Deus a Salomão sabedoria, e muitíssimo entendimento, e largueza de coração, como a areia que está na praia do mar. E era a sabedoria de Salomão maior do que a sabedoria de todos os do oriente e do que toda a sabedoria dos egípcios. E era ele ainda mais sábio do que todos os homens, e do que Etã, ezraíta, e do que Hemã, e Calcol, e Darda, filhos de Maol; e correu o seu nome por todas as nações em redor. E disse três mil provérbios, e foram os seus cânticos mil e cinco.” I Rs 4.29-32. Estuda-se para adquirir cultura, conhecimento. É certo estudar. Sabedoria surge por ‘outro processo’. Tiago referiu-se a isto – Ler Tiago 1.5.

3 – Salomão era grande observador da natureza, dos homens e dos animais!

“Também falou das árvores, desde o cedro que está no Líbano até ao hissopo que nasce na parede; também falou dos animais, e das aves, e dos répteis, e dos peixes.” I Rs 4.33. “Vai ter com a formiga, ó preguiçoso; olha para os seus caminhos e sê sábio.” Pv 6.6. “Viste um homem diligente na sua obra? Perante reis será posto; não será posto perante os de baixa sorte.” Pv 22.29. A observação dá ao mestre autonomia para falar e didática para escrever.

4 – Salomão imputou o princípio da sabedoria ao temor de deus!

“O temor do Senhor é o princípio da sabedoria; os loucos desprezam a sabedoria e a instrução.” Pv 1.7. A verdadeira sabedoria vem do alto.

5 – A notícia da construção do templo correu o mundo sem que salomão se esforçasse para isso. seu empenho foi iniciar, concluir, inaugurar!

O mundo soube por ‘acaso’. Não foi ordem de Salomão. Ele escrevera: “Louve-te o estranho e não os teus próprios lábios”.

6 – Salomão era perfeccionista!

“Agora, pois, envio um homem sábio de grande entendimento, a saber, Hirão-Abi, filho de uma mulher das filhas de Dã e cujo pai foi homem de Tiro; este sabe lavrar em ouro, e em prata, em bronze, em ferro, em pedras, e em madeira, e em púrpura, e em pano azul, e em linho fino, e em carmesim; e é hábil para toda obra de buril e para todas as engenhosas invenções, qualquer coisa que se lhe propuser, juntamente com os teus sábios e os sábios de Davi, meu senhor, teu pai.” II Cr 2.13-14. Foi enviado o sábio em obras finas e Salomão o acolheu.

7 – O romantismo de Salomão foi de tirar o fôlego!

Ler o livro de Cantares. Os contos de fadas dos matrimônios ‘felizes para sempre’ perdem longe para os deleites conjugais apresentados e vividos por Salomão e sua Sulamita. Na harmonia do lar de Salomão não havia troca de farpas, mas de elogios. Um dos pais da igreja denominou o livro de Cantares como erótico. Mas não se deve ter como erótico o livro sagrado que ensina o delicioso convívio do homem com sua mulher!

8 – A riqueza de Salomão foi bênção de deus e não produto de suas economias ou genialidade em investimentos mercantis.

“E também até o que não pediste te dei, assim riquezas como glória; que não haja teu igual entre os reis, por todos os teus dias.” I Rs 3.13. Muitos volumes explicam como Salomão foi ‘perspicaz’ para ficar rico! Na Bíblia, porém, Deus o enriqueceu!

9 – Salomão tinha visão grandiosa em relação ao templo.

“E a casa que estou para edificar há de ser grande, porque o nosso Deus é maior do que todos os deuses. Porém quem teria força para lhe edificar casa, visto que os céus e até os céus dos céus o não podem conter? E quem sou eu, que lhe edificasse casa, salvo para queimar incenso perante ele?” II Cr 2.5-6. O investimento de Salomão nas obras do santuário foi admirável. “Manda-me também madeira de cedros, faias, e algumins do Líbano; porque bem sei eu que os teus servos sabem cortar madeira no Líbano; e eis que os meus servos estarão com os teus servos, e isso para prepararem muita madeira; porque a casa que estou para fazer há de ser grande e maravilhosa.” II Cr 2.8-9. “Também a casa adornou de pedras preciosas para ornamento; e o ouro era ouro de Parvaim. Também na casa cobriu as traves, e os umbrais, e as suas paredes, e as suas portas, com ouro; e lavrou querubins nas paredes.” II Cr 3.6-7. Escrevi que Salomão não estava edificando um museu para visitações, mas um santuário para adoração a Deus.

10 – Foi realista ao advertir sobre as contradições da vida; exortando contra o esmorecimento.

“Quem observa o vento nunca semeará, e o que olha para as nuvens nunca segará. Mas, se o homem viver muitos anos e em todos eles se alegrar, também se deve lembrar dos dias das trevas, porque hão de ser muitos. Tudo quanto sucede é vaidade.” Ec 11.4,8. Contraste grandioso com pregações que prometem vida de delícias infinitas aqui na terra. Pastor não faz promessas porque o altar não é palanque. A vida tem suas dores.

11 – Salomão não foi egoísta.

“Lança o teu pão sobre as águas, porque, depois de muitos dias, o acharás. Reparte com sete e ainda até com oito, porque não sabes que mal haverá sobre a terra.” Ec 11.1-2. A benevolência do coração do rei para com seus necessitados é a receita para a riqueza do seu reino.

12 – Conclamou a obediência a deus que julgará a humanidade.

“De tudo o que se tem ouvido, o fim é: Teme a Deus e guarda os seus mandamentos; porque este é o dever de todo homem. Porque Deus há de trazer a juízo toda obra e até tudo o que está encoberto, quer seja bom, quer seja mau.” Ec 12.13-14. O juízo final está em dezenas de páginas da Bíblia. Os desobedientes serão julgados por Deus em Cristo Jesus. A separação entre o joio e o trigo, finalmente, correrá.

Conclusão: Algumas das centenas de ‘aulas ministradas’ por Salomão estão aqui. Aproveitemo-las! Jesus superou Salomão por ser o Filho de Deus e salvador da humanidade, mas permitiu que Salomão vivesse na dimensão que glorificasse a Deus!

Autor: Pr. Odair Alves de Oliveira


Receba Estudos Biblicos todos os dias!
Cadastre-se seu e-mail! É Grátis
     Digite seu Email Abaixo
Emails Cadastrados

OBS: Não esqueça de confirmar seu email em seguida!