Estudo Bíblico Cristianismo Diabólico


Este povo maligno, que se recusa a ouvir as minhas palavras, que caminha segundo a dureza do seu coração e anda após outros deuses para os servir e adorar. Porque o maligno não terá bom futuro, e a lâmpada dos perversos se apagará. Jeremias 13:10a. e Provérbios 24:20.

O que é cristianismo diabólico? É cristianismo sem Cristo, sem cruz, sem santificação. Vivemos uma época de grande confusão no meio evangélico. As pessoas que se denominam “evangélicas” estão confusas e tristes pelas chocantes contradições nas igrejas. Nós temos que admitir que há um “cristianismo” falso e longe da verdade revelada nas Escrituras. O excessivo conforto e o luxo de bispos e bispas, apóstolos e pastores, custeados com o dinheiro de ofertas e dízimos do povo de Deus, são formas de negação do Eterno Pai e do senhorio de Cristo. O que vemos nas “igrejas evangélicas” não é benção de Deus, mas transação com o diabo. A Bíblia nos mostra em 2 Pedro 2:1-3: Assim como, no meio do povo, surgiram falsos profetas, assim também haverá entre vós falsos mestres, os quais introduzirão, dissimuladamente, heresias destruidoras, até ao ponto de renegarem o Soberano Senhor que os resgatou, trazendo sobre si mesmos repentina destruição. E muitos seguirão as suas práticas libertinas, e, por causa deles, será infamado o caminho da verdade; também, movidos por avareza, farão comércio de vós, com palavras fictícias; para eles o juízo lavrado há longo tempo não tarda, e a sua destruição não dorme.

A estratégia do Maligno é falsear e falsificar a verdade. Todos os dias ouvimos e assistimos a esses enganos e aberrações no rádio e na televisão. Irmãos sem a morte do velho homem na cruz com Cristo, não há libertação do pecado, e se o pecado não for crucificado e aniquilado, não há libertação do pecador. Precisamos reconhecer e confessar: “isso não é cristianismo”. Cristianismo é Cristo e mais nada. Jesus não veio ao mundo para nos fazer ricos, mas pra nos fazer santos. Hebreus 12:14 Segui a paz com todos e a santificação, sem a qual ninguém verá o Senhor.

O “cristianismo” diabólico é o mais eficaz e perigoso instrumento de satanás contra a igreja cristã. Ele se parece com o verdadeiro, tem nome do verdadeiro, tem aparência do verdadeiro, mas anulam a cruz de Cristo. Porque não me enviou Cristo para batizar, mas para pregar o evangelho; não com sabedoria de palavra, para que se não anule a cruz de Cristo. 1 Coríntios 1:17.

O povo brasileiro é um povo muito místico, por isso a tragédia de nosso tempo não é o ceticismo, mas a fé em qualquer coisa. Quando um homem volta as costas para Deus não é porque ele não crê em nada, mas é que ele crê em tudo. Somente uma coisa é mais tola do que crentes que não creem: “crentes que creem que creem”. Mas todos se nivelam na incapacidade de obedecer. É por isso que a nossa sociedade perdeu o respeito pelas igrejas cristãs devido à inconsistência entre o que Cristo ensina e o que os crentes vivem. E nós sabemos que é por meio da igreja verdadeira, que é o Seu corpo, que Cristo muda o mundo. A igreja verdadeira necessariamente impacta o mundo. É literalmente impossível o mundo não ver Jesus Cristo quando Ele dispõe de um corpo na terra. E quem tem a Pessoa de Cristo em seu interior não tem como ocultar-se, porque há uma manifestação. Levantando-se, partiu dali para as terras de Tiro e Sidom. Tendo entrado numa casa, queria que ninguém o soubesse; no entanto, não pôde ocultar-se. Marcos 7:24.

O cristianismo, que tem um Livro como de regra de fé e pratica paradoxalmente não se fundamenta em palavras e discursos. O verdadeiro cristianismo se fundamenta em uma Pessoa: Cristo. Porque ninguém pode lançar outro fundamento, além do que foi posto, o qual é Jesus Cristo. 1 Coríntios 3:11.

Jesus Cristo antes de se fazer carne, e de ser visível a milhares de pessoas, a Verdade era o que é, e o que sempre será independentemente de qualquer consenso humano. Temos que ter em mente que Cristo é o soberano do Universo, portanto, não somos nós quem determina os fatos. Embora existam muitos que desejam ser gerente do Universo. O egoísta governa somente a si mesmo e nada mais. A salvação ou libertação do egocentrismo e de seu produto, o egoísmo, em sua multiforme manifestação e suas variedades, é uma conquista da fé na própria insignificância e na dependência total da graça de Deus. Mas o rico não entra em fila para estender a mão e pedir: “Ó Deus tem misericórdia!” O rico é escravo de suas riquezas e por isso a verdade evidente é que ele não quer ter um Senhor governando a sua vida. Como é importante saber que o nosso Deus é misericordioso e tem prazer na misericórdia! Quem, ó Deus, é semelhante a ti, que perdoas a iniqüidade e te esqueces da transgressão do restante da tua herança? O SENHOR não retém a sua ira para sempre, porque tem prazer na misericórdia. Miquéias 7:18.

Se as Escrituras afirmam que Jesus é soberano, e nós cremos que Ele é, então, não tem escapatória: quem não obedece a Deus é rebelde; sujeito a juízo. Eles preferem crer que isso é um delírio. Por isso, hostilizam o Criador, desprezando o juízo e o amor de Deus. Não estou condenando pessoas que produz riquezas materiais e ganha dinheiro honesto. O perigo para o cristão não é o aumento da renda, mas a diminuição do caráter. O problema não é a posse de riquezas, mas o uso que se faz do dinheiro e, principalmente, o que o dinheiro faz da gente: não gente. O reino dos céus não é um clube de elite. No céu só se é admitido pelo caráter. Não se pode comprar um título do reino no céu, como se compra em qualquer cidade. Também não é mais fácil para o pobre do que para o rico entrar no céu. Para um e outro, por mérito próprio, isso é igualmente impossível. Porquanto o que fora impossível à lei, no que estava enferma pela carne, isso fez Deus enviando o seu próprio Filho em semelhança de carne pecaminosa e no tocante ao pecado; e, com efeito, condenou Deus, na carne, o pecado. Romanos 8:3.

O cristianismo diabólico é uma cultura que induz e favorece a autoilusão de que somos cristãos porque aderimos a uma igreja cristã e a práticas cristãs. O ensino que a fé não resulta em caráter e ações conseqüentes vêm diretamente do Diabo. Do Enganador vem também à ênfase na “graça barata” e a indução ao reduzimento de Cristo e Sua obra a um deus utilitário. A ilusão de ser cristão sem obediência a Cristo é diabólica. Tornar-se cristão compromete o nosso ser total. Pedro disse a Jesus em nome dos apóstolos em Mateus 19:27 Então, lhe falou Pedro: Eis que nós tudo deixamos e te seguimos; que será, pois, de nós?

A tragédia do homem moderno é que ele ignora completamente o verdadeiro cristianismo, e se deixa enganar aceitando quase todo e qualquer tipo de imitação e falsificação da fé verdadeira. Porque nada produz pecados mais agradáveis aos demônios do que a religião. Falar de “quatro leis espirituais”, em “decisão por Cristo”, ou pedir às pessoas que “aceitem Jesus”, sem pregar a inclusão do pecador na morte e ressurreição de Cristo é diabólico. Sem a morte do velho homem, o homem continua pecador e a serviço ao Diabo na promoção do “cristianismo” diabólico, enchendo as igrejas de não regenerados. São pessoas que fazem o pior com a melhor das intenções. Mas o puro e verdadeiro cristianismo é Cristo, a cruz, a ressurreição e a santificação.

Que assim seja.

| Autor: Claudio Morandi | Divulgação: EstudosGospel.Com.BR |


Receba Estudos Biblicos todos os dias!
Cadastre-se seu e-mail! É Grátis
     Digite seu Email Abaixo
Emails Cadastrados

OBS: Não esqueça de confirmar seu email em seguida!