Bênção de Apenas Um Dia

(Jonas 4.6)


Então, fez o Senhor Deus nascer uma planta, que subiu por cima de Jonas, para que fizesse sombra sobre a sua cabeça, a fim de o livrar do seu desconforto. Jonas, pois, se alegrou em extremo por causa da planta.

Preâmbulo: Baseado na historia de Jonas queremos trazer uma Palavra de Deus e fazer uma aplicação para os nossos dias. Uma aplicação nova, diferente das que você já ouviu no livro de Jonas.

I - FALANDO DE NÍNIVE E POR QUE JONAS NÃO QUERIA IR PARA LÁ

1. A antiguidade de Nínive: Assíria o pais que Jonas foi enviado por Deus para pregar, com sua capital Nínive teve seus inícios 20 séculos a.C. Foram 1388 anos de domínio (14 séculos).

2. A crueldade de Nínive: Nínive era a capital do Império Assírio, terra de gentios. Nínive uma nação pagã, cruel e terrivelmente pecadora. Os assírios eram inimigos históricos do povo de Israel, por idem de Jonas.

3. Missão e Reação de Jonas: A reação de Jonas é engraçada, revela o quanto a Missão dele era dura. Jonas, então, foge para Társis, uma cidade espanhola, com a ingênua pretensão de fugir do alcance dos olhos de Deus, como se isso fosse possível! Seria o mesmo que Judeus hoje ir pregar arrependimento a Palestinos, ou Judeus pregar arrependimento a Nazistas alemães. Seria o mesmo que americanos ir pregar arrependimento aos membros de Al Qaeda (Al Qaeda significa A Fundação).

4. Por que Jonas não queria ir a Nínive: Sua segunda oração revela o porquê, como Nínive se arrependeu com a sua pregação, isso desagradou Jonas. Ele na oração disse: (4.2) Pois sabia que é Deus clemente, e misericordioso, e tardio em irar-se, e grande em benignidade, e que te arrependes do mal. Jonas preferia a morte a ver aquele povo salvo. Na sua mente não era justo que gente que matou, violentou e humilhou seus irmãos judeus fossem salva, eles tinham mais é que morrer!

II – FALANDO DE UMA BENÇÃO DE APENAS UM DIA

1. A semente da aboboreira: Possivelmente alguém havia estado naquele terreno fértil antes, nas margens do Rio Tigre ou passou alguma ave com uma semente de abóbora no bico e deixou cair exatamente onde estava Jonas.

2. Deus plantou uma aboboreira: A aboboreira é a planta que mais cresce rápido, também o rabanete (21 dias) se fosse pimentão levaria uns 70 dias para nascer. O propósito de Deus foi fazer Conforto para Jonas, uma sombra e dar uma grande lição.

3. Uma benção que nem merecia. Jonas não plantou a aboboreira, Jonas não levou a semente. Jonas não orou pelo milagre; Oh Senhor faz nascer uma aboboreira... Ele nem teve essa idéia.

4. Benção pós benção: Tem vezes que o Senhor acrescenta uma benção pós a benção. Exemplo: Você compra uma casa num bairro novo, isso foi a Benção, a pós benção seria o que veio depois: o asfalto na frente; o supermercado perto; o ponto de ônibus próximo.

III - O QUE JONAS FEZ EM 40 DIAS EM NÍNIVE

1. Um (1) dia memorizando o Idioma de Nínive: Jonas teve que memorizar sua pregação no idioma de Nínive. Siríaco. Pois Jonas falava Hebraico.

2. Três (3) dias pregando em Siríaco: A pregação era simples.  (7 palavras) Ainda quarenta dias, e Nínive será subvertida. Resultado: Jonas teve uma sorte tão grande que toda a cidade o ouviu pregando e se arrependeram, não havia outros ruídos, de carros, televisores ligados na cidade, soava nitidamente o som da pregação de Jonas.

3. Um (1) dia fazendo enramada: Fez uma cabana rústica, numa parte elevada, na parte oriental da cidade, talvez esperasse que chovesse fogo do céu. Não se hospedou numa Hospedaria (inteligente) (4.5) Jonas saiu da cidade, e assentou-se ao oriente da mesma, e ali fez uma enramada, e repousou debaixo dela, à sombra, até ver o que aconteceria à cidade.

4. Trinta e cinco (35) observando: Jonas não aproveitou bem seu tempo de espera pelo juízo de Deus. Possivelmente só saia para comprar alimentos, e se infiltrar na porta da cidade onde acontecia o mercado, para ver se escutava algum comentário, alguma noticia. E como Jonas contou os 40 dias? Será que ficou amontoando pedrinhas para contabilizar os 40 dias. Uma pedrinha um dia, duas pedrinhas, dois dias... Três...

5. Fazedores de enramada: Tem famílias que tudo o que constrói é uma enramada, outros uma cabana. Uns alegam que Jesus esta vindo e que não precisa ter luxo. Um tem a sombra de uma aboboreira, chuchuzeiro, parreira, mas outros de um salão de festa, hoje esta de moda dizer: hall social, playground, espaço gourmet, brinquedoteca.

IV - AS PALAVRAS NOBRES E POBRES DE JONAS

1. Jonas não alega condições de hospedagem: Jonas não reclama pelas condições de hospedagem dignas de um Profeta em Nínive. Não teve Água, Carne e Pão, como Elias no Querite, nem uma Viúva que fizesse centenas de bolinhos em Serepta - Líbano. (1 Rs 17)

2. Jonas ficou depressivo com o perdão de Deus: (4.1) Com isso, desgostou-se Jonas extremamente e ficou irado. (4.3) Peço-te, pois, ó Senhor, tira-me a vida, porque melhor me é morrer do que viver.

3. A oração nobre de Jonas no ventre do Peixe: Sua oração feita no ventre do grande peixe. (173 palavras ou 777 letras) Não temos nenhum outro registro na Bíblia e na Historia de uma oração feito nestas condições: Sem conforto, sem iluminação, sem ventilação, pouca oxigenação, com muitos enjôo e tonturas. Algas se enrolavam na sua cabeça. Sua oração diz que: Clamou da angústia, gritou do ventre do abismo, do profundo do mar. Ficou cercado de corrente marítimas, ondas passarão por cima da cabeça dele. Algas (melosas, salgadas) se enrolado na cabeça dele. Mas teve esperança quando diz que veria o Templo em Jerusalém. Louva a Deus que lê ouviu que fez sair da sepultura, dizendo que a Salvação pertence a Deus.

4. A segunda oração de Jonas: Um oração pobre, para quem havia sido livrado da morte  (66 palavras ou 290 letras) Ah! Senhor! Não foi isso o que eu disse, estando ainda na minha terra? Por isso, me adiantei, fugindo para Társis, pois sabia que és Deus clemente, e misericordioso, e tardio em irar-se, e grande em benignidade, e que te arrependes do mal. Peço-te, pois, ó Senhor, tira-me a vida, porque melhor me é morrer do que viver. É razoável a minha ira até à morte.

5. O temperamento de Jonas: Um tipo ‘Pavio Curto’ Jonas era de comportamento explosivo, pouco paciente ou tolerante.

6. As atitudes de Misericordia de Deus: Deus viu a atitude dos Ninivitas, seu arrependimento (Sl 33.13) diz: O Senhor olha dos céus; vê todos os filhos dos homens. Havia em Ninive 120 mil crianças que não sabiam discernir entre a mão direita e a mão esquerda, e também muitos animais (4.11)

Autor: Teófilo Karkle


Pr Teófilo Karkle
Pr Teófilo Karkle, é Pastor e Missionário no Chile desde 1991.
Também exerce seu Ministerio como Escritor, Radialista, Conferencias Internacional e Professor de Teologia.
 
E-mail: This email address is being protected from spambots. You need JavaScript enabled to view it.
Centro de Alegria - Santiago do Chile


Receba Estudos Biblicos todos os dias!
Cadastre-se seu e-mail! É Grátis
     Digite seu Email Abaixo
Emails Cadastrados

OBS: Não esqueça de confirmar seu email em seguida!