A Prática dos Dons Espirituais


       Como seria o mundo, se todos gostassem do azul? Seria estranho, se todas as pessoas fossem loiras, ou se todos fossem altos. Na sua sabedoria e perfeição, Deus fez as pessoas diferentes no tipo, na cor da pele, na constituição do corpo e até nos gostos e preferências. Tal diversidade é que dá sabor à vida.
       Também na igreja, nosso Deus, sábio e perfeito, dá aos seus servos diferentes dons, de acordo com o perfil de cada um segundo cada realidade: "há diferentes tipos de dons espirituais, mas é o mesmo Senhor que servimos. Há diferentes habilidades para o trabalho, mas é o mesmo Deus quem dá a cada um habilidade para fazer o seu trabalho", I Co 12.4-6.
       O dom que falta em um existe no outro; cada qual sabe fazer coisas diferentes e gosta de diferentes atividades. Só assim o Corpo de Cristo, do qual somos membros, fica equipado para um ministério integral, podendo atender o ser humano na sua totalidade.
       Escrevendo à igreja em Coríntios, Paulo menciona que "nenhum dom nos falta...", I Coríntios 1.7. Essa realidade é também da igreja nos nossos dias, Deus capacita todas as pessoas, que se completam para realizar a obra.
       O que nos falta, às vezes, é "despertar o dom", conhecê-lo e desenvolvê-lo.

As Mulheres da Bíblia e os Dons Espitituais.

       Apesar de viverem em épocas e culturas em que a mulher não tinha valor social, nem mesmo era contada ou registrada a sua presença, constatamos que o Espírito dotou mulheres da Bíblia com dons espirituais que sempre colocaram a serviço de Deus e do próximo.
       Lucas se refere a Ana, que recebeu o dom da profecia; não se afastava do templo, onde servia a Deus de dia e de noite, como profetisa. Foi lhe dado o privilégio de contemplar o Messias, Lucas 2.36-38.
       São várias as mulheres que receberam e desenvolveram o dom do ministério. Alguns teólogos identificam o ministério como dons de apoio, porque ministram a outros através de seus serviços. A Sunamita serviu ao homem de Deus, o pofeta Eliseu, dando-lhe hospedagem, 2 Reis 4.9-11; Marta serviu como dona de casa, ativa e zelosa, embora preocupada e ansiosa, Lucas 10.40; Priscila, juntamente com seu esposo, recebeu Paulo em sua casa, oferecendo-lhe trabalho e comunhão espiritual,
Atos 18.2,3; Romanos 16.3,4; Febe serviu na igreja, como diaconisa, Romanos 16.1. Lucas 8.1-3 enumera várias mulheres que serviam a Jesus com os seus bens. Oh! Como o mundo está carente de pessoas que tenham alegria e disposição em servir a Jesus através do próximo.
       A misericórdia é característica das mulheres e se faz acompanhar de outro dom, a generosidade. Como exemplos bíblicos, podemos mencionar Dorcas, que viveu para fazer o bem aos pobres. Dedicou generosamente aquilo que sabia fazer: costurar.
Sua morte foi muito chorada, por causa de sua bondade, Atos 9.36-39. Lídia também foi generosa, abrindo sua casa para Paulo e para a pregação do evangelho, Atos 16.13-15. Sem falar na viúva pobre, que colocou como oferta todo o pouco que possuía, Lucas 21.1-4.
        Débora, Ester, Miriã foram líderes. Algumas mulheres possuíram o dom da liderança, presidência, administração. Débora que, além de ser profetisa, exercia juízo entre o povo com coragem e autoridade comandou a batalha contra Sísera, Juízes 4; Ester enfrentou corajosamente o rei, liderando o salvamento do seu povo, Ester 4.15; 5.8. Miriã, após a vitória da travessia do Mar Vermelho, liderou um pelotão de mulheres para louvar a Deus com cânticos e danças de júbilo, êxodo 15.20,21.
       Loide e Eunice desenvolveram o dom do ensino. Foram as mestras de Timóteo no ensino das "sagradas letras".

A Mulher Contemporânea e os Dons Espirituais.

       Se as mulheres dos tempos bíblicos receberam e desenvolveram dons, quanto mais nós, que fomos tão elevados por Cristo, a ponto de ocuparmos hoje posições privilegiadas! Com raras exceções, a mulher hoje é acatada, aceita e respeitada. Tem reconhecidos o seu valor e capacidade. É só descobrir e desenvolver seu dom.
       É bom reforçar a idéia de que todas possuímos dons. Umas podem ter vários, e desempenhá-los simultaneamente. Outras podem descobrir que só possuem um dom, que, se colocado a serviço de Deus e do próximo, será tão útil quanto aqueles.

Outros Dons.

       Paulo menciona outros dons espirituais, como a cura, a operação de milagres, falar e interpretar línguas... Eles existem em meio e em nossos dias? Sem dúvida, nos momentos e nos lugares próprios, sempre para a exaltação de Deus e não do homem. Nossos missionários, atuando em lugares distantes e sem recursos da medicina, têm tido e contado experiências reais de curas e milagres. Mas não andam propalando, nem chamando a glória para si, arvorando-se como milagreiros. Todos nós sabemos de pessoas que foram curadas milagrosamente pelo poder da fé.
       Descobertos os dons, resta-nos colocá-los no altar do serviço, ficando nós à disposição de Deus para que nos use onde bem lhe aprouver. Sempre para a glória de Deus, para fortalecimento e crescimento dos crentes e para a edificação da igreja de Cristo, Efésios 4.12.

Autor:  Dulce Consuelo S. L. Purin


Receba Estudos Biblicos todos os dias!
Cadastre-se seu e-mail! É Grátis
     Digite seu Email Abaixo
Emails Cadastrados

OBS: Não esqueça de confirmar seu email em seguida!