A Natureza e Função da Igreja


"Escrevo-te estas cousas, esperando ir ver-te em breve; para que, se eu tardar, fique ciente de como se deve proceder na casa de Deus, que é a Igreja do Deus vivo, coluna e baluarte da verdade. Evidentemente, grande é o mistério da piedade: Aquele que foi manifestado na carne foi justificado em espírito, contemplado  por anjos, pregado entre os gentios, crido no mundo, recebido na glória." 1 Timóteo 3.14-16

Introdução

Muitos freqüentam a igreja mas não sabem o que é Igreja:

• Pensam que igreja é um edifício
• Pensam que igreja é uma denominação
• Pensam que igreja é um clube ou mesmo uma sociedade com valores morais

Será que estas opiniões estão corretas? De acordo com a Bíblia não.

E o texto de hoje vai lançar luz sobre esse assunto: A NATUREZA E A FUNÇÃO DA IGREJA.

Explicação

Relembrando o contexto, até o momento Paulo tratou de como fomentar o amor na igreja. De como fazer o amor crescer. Isso foi exposto detalhadamente especialmente na importância das funções de presbíteros e diáconos.

Agora na conclusão deste capítulo, ele orienta especificamente a Timóteo. E apesar de querer fazer isso pessoalmente, a sua preocupação é que não consiga viajar em tempo, afinal alguma coisa poderia impedir sua imediata viagem a Éfeso.

Aí que entra a importância da carta, pois mesmo na ausência de Paulo, Timóteo já teria por meio da carta a orientação de como proceder corretamente na Casa de Deus.

E é nessa orientação, que na verdade já foi dada pelos versículos anteriores, que Paulo conclui refletindo sobre a NATUREZA E DA FUNÇÃO DA IGREJA.

Frase de transição: Qual é a natureza e função da igreja?

1 – A IGREJA É A CASA DO DEUS VIVO

"para que, se eu tardar, fique ciente de como se deve proceder na casa de Deus," 1 Timóteo 3.15

O Novo Testamento usa muitas figuras de linguagem para falar da natureza da igreja. A igreja é uma Carta de Cristo (2 Coríntios 3.3), os ramos da videira (João 15.5), embaixadores (2 Coríntios 5.20), geração eleita (1 Pedro 2.9), o sacerdócio real, a nova criação, os filhos de Deus, a família de Deus, povo de Deus, membros de Cristo, o templo sagrado...

E é nesta última figura de linguagem que Paulo fala neste momento. Da Igreja como templo espiritual, casa do Deus vivo!

Por que a ênfase no Deus vivo? Porque naquela época, assim com hoje, havia falsos deuses. E os falsos deuses eram deuses MORTOS, que não passavam de imagem, de blocos de madeira, mármore ou pedra!

Mas o verdadeiro Deus é vivo. Ele é a fonte de vida, e é ele que dá vida, respiração, saúde e sustento às criaturas dele; 

"nem tampouco é servido por mãos humanas, como se necessitasse de alguma coisa; pois ele mesmo é quem dá a todos a vida, a respiração e todas as coisas;" Atos 17:25

Sim, o Deus vivo habita na sua igreja. A igreja é a CASA DE DEUS.

Templo

Na época de Paulo e especialmente naquela região de Éfeso, se alguém ouvisse a expressão “Casa de Deus”, a primeira coisa que iria pensar era em um TEMPLO. Um edifício com colunas formosas e pedestais suntuosos para as esculturas dos deuses.

Na Ásia Menor, região de Éfeso, havia muitos templos. E o mais famoso de todos se encontrava em Éfeso mesmo, a cidade onde Timóteo era pastor.

Era o templo de Diana. Este templo era considerado como a primeira das sete maravilhas do mundo. Contava com 127 colunas com cerca de 20 metros de altura cada uma. O povo acreditava que aquela imagem tinha caído do céu.

"O escrivão da cidade, tendo apaziguado o povo, disse: Senhores, efésios: que, porventura, não sabe que a cidade de Éfeso é a guardiã do templo da grande Diana e da imagem que caiu da Júpiter?" Atos 19:35

Como dado arqueológico a única coisa que sobrou desse templo hoje em dia foi apenas uma coluna. Pois o templo não resistiu a terremotos e também a saqueadores.

Pois bem. Era nesse tipo de templo que as pessoas pensariam se Paulo falasse em casa de Deus.

Casa de Deus

Mas quando Paulo usa a expressão CASA DE DEUS, imediatamente ele explica que não se trata de um edifício de mármore e pedras, e sim de pessoas. É um templo espiritual!

1 Timóteo 3.15
15 – ...fique ciente de como se deve proceder na casa de Deus, que é a Igreja do Deus vivo...

A casa de Deus é a igreja do Deus vivo. Ora, Deus não vive em templos feitos por mãos humanas.

Atos 17:24
24 - O Deus que fez o mundo e tudo o que nele há, sendo ele Senhor do céu e da terra, não habita em templos feitos por mãos de homens;

A metáfora então se refere não a um templo como este que estamos, mas a nós mesmos como tijolinhos que formam esse grande edifício espiritual, a Igreja.

APLICAÇÃO

A Igreja é a casa do Deus vivo. Qual seria a aplicação que podemos fazer desse princípio para a nossa realidade?

Vamos pensar, como temos aplicado esse princípio, de que a Igreja é a Casa de Deus. Será que aplicamos de maneira correta?

Vejamos. Em certas igrejas existem avisos, do tipo: Silêncio, Respeite a Casa de Deus. E de acordo com estes avisos não se pode falar alto na igreja, mesmo quando ninguém está celebrando culto.

É claro que durante o culto deve haver ordem. E essa ordem ficará prejudicada se tiver pessoas falando alto, andando e correndo pelo templo. Mas e quando não há culto?

Tem gente que mesmo quando não há culto, entra andando na ponta dos pés na igreja, fala baixinho e fica todo reverente. E a pessoa que faz isso pensa da seguinte forma: “Este templo é a Casa de Deus; aqui você encontra mais de Deus do que em qualquer outro lugar”.
 
Na verdade, esse tipo de pensamento é um pensamento herdado da doutrina Católico Romana. Para os católicos, Jesus Cristo se acha corporalmente presente na igreja em forma de hóstia guardada num lugar específico e sagrado – o que é uma heresia. Ou seja, é um pensamento que, de nenhuma maneira é apoiado no Novo Testamento. Deus não vive em templos ou igrejas feitos por mãos de homens.

Os católicos são assim. Passam perto de seus templos e fazem o sinal da cruz, porque acreditam que Deus está ali naquele templo. E parece que muitos de nós também cometem o mesmo erro quando acreditam que Deus habita neste templo.

Mas os primeiros cristãos não foram vítimas desse equívoco, como a maioria de nós hoje comete. Pois eles não sabiam o que era uma igreja no sentido material propriamente dito. Eles não tinham templos. Os templos só vieram bem depois.

Os crentes da época de Paulo celebravam suas reuniões em uma salinha que um ou outro filósofo usava (Atos 19.9) ou em casa (Atos 12.12). E nada leva a crer que após os cultos andassem nas pontas dos pés ou falassem sussurrando nas suas próprias casas. Isso porque eles sabiam que Deus não vive em edifícios, mas sim em sua igreja.

A palavra Igreja tem esse sentido, de comunidade, congregação, assembléia, ajuntamento,  numa reunião de pessoas.

Esta realidade, de que Deus vive em pessoas é muito mais radical do que a falsa idéia de que Deus habita no templo de tijolo e cimento.

Porque se Deus habitasse no templo feito de tijolo e cimento, nós deveríamos então respeitá-lo apenas algumas horas por semana, quando nos encontrássemos neste edifício.

Mas Deus não habita neste edifício. Ele habita em nós. Nós somos a igreja. Nós somos o edifício espiritual. Portanto, o respeito a Deus, dessa forma, é algo que tem que se estender por toda a nossa vida.

Considerando que nós mesmos somos templos do Deus Vivo, não podemos permitir passar um momento sequer sem decoro e respeito para com Deus na nossa vida. Já não pode ser suficiente para nós declararmos alguns metros quadrados de um terreno como algo sagrado e santo, visto que temos que ser santos no nosso dia-a-dia.

Essas são as implicações práticas deste conceito que define a natureza da igreja como Casa do Deus vivo.

A palavra CASA também tem um sentido de lar, família,  governo da casa. Como um pai de família vive em meio ao seu lar, assim vive Deus em meio de sua família, governando sua casa, que é a igreja.


2 – A IGREJA É DEFENSORA E PROMOVEDORA DA VERDADE

"coluna e baluarte da verdade."  1 Timóteo 3.14-16

Paulo falou da natureza da Igreja e mostra agora sua função.

A igreja é COLUNA E BALUARTE. Ambas as palavras ambas as palavras tem a conotação de prover suporte. O intuito de Paulo é enfatizar, em oposição aos falsos mestres, que a verdade do evangelho é encontrada na Igreja de Deus e sustentada pela mesma.

Dizer que a Igreja é COLUNA E BALUARTE da verdade não significa que a autoridade da Bíblia depende da Igreja, como o Romanismo quer interpretar. Mas sim, que a igreja, sendo a casa de Deus, deve apoiar e promover a verdade do Pai. A casa de Deus nunca deve ter o foco em si mesma, mas na verdade.

Que verdade é essa? É a verdade do EVANGELHO, a qual Paulo explica no versículo seguinte:

1 Timóteo 3.16
16 – Evidentemente, grande é o mistério da piedade:
Aquele que foi manifestado na carne foi justificado em espírito, contemplado  por anjos, pregado entre os gentios, crido no mundo, recebido na glória.

A palavra MISTÉRIO aqui não se refere a alguma doutrina misteriosa, mas a obra de salvação que Deus promove e revela plenamente em Cristo.

Repare que a formatação é diferente em sua Bíblia. É porque o texto é poético. Provavelmente Paulo usou de um hino muito cantado na igreja primitiva para exemplificar qual é a verdade que a igreja tem que promover. A verdade é aquilo que o evangelho ensina. O evangelho ENSINA:

• A ENCARNAÇÃO – “Aquele que foi manifesto em carne” -
O evangelho nos ensina que o nosso Deus se fez ser humano para nos salvar.

"E o Verbo se fez carne, e habitou entre nós, cheio de graça e de verdade; e vimos a sua glória, como a glória do unigênito do Pai."  João 1.14

• A RESSUREIÇÃO
– “Foi justificado em espírito” -
O evangelho nos ensina que o nosso Deus não está num túmulo como tantos líderes religiosos. Pelo contrário, ele ressuscitou, está vivo!

"e que com poder foi declarado Filho de Deus segundo o espírito de santidade, pela ressurreição dentre os mortos - Jesus Cristo nosso Senhor,"  Romanos 1:4

• A ASCENSÃO -  “contemplado por anjos” -
O evangelho ensina que Jesus foi elevado as céus e prometeu que um dia voltará.

"Estando eles com os olhos fitos no céu, enquanto ele subia, eis que junto deles apareceram dois varões vestidos de branco, os quais lhes disseram: Varões galileus, por que ficais aí olhando para o céu? Esse Jesus, que dentre vós foi elevado para o céu, há de vir assim como para o céu o vistes ir."  Atos 1:10,11

• A PREGAÇÃO
  – “pregado entre os gentios, crido no mundo”
O evangelho ensina que devemos pregar essa mensagem a todos, justamente porque essa pregação não será em vão.

"porque assim nos ordenou o Senhor: Eu te pus para luz dos gentios, a fim de que sejas para salvação até os confins da terra."  Atos 13:47

• A GLORIFICAÇÃO – “recebido na glória”
O evangelho ensina que Jesus foi Recebido na glória, ou seja ele está exaltado à mão direita de Deus. 

"e disse: Eis que vejo os céus abertos, e o Filho do homem em pé à direita de Deus."  Atos 7:56

O evangelho nos ensina estas coisas. E esta é a verdade que a igreja deve defender e proclamar.

Será que a Igreja hoje tem feito esse papel? Tem se colocado como defensora e proclamadora da verdade? Nós temos nos colocado nesta posição?

Ilustração

Dedé Santana – ouvi um entrevista de rádio que me decepcionou e mostrou como parece que sua escolha pelo evangelho e por lançar CDs foi financeira. Entre os artistas infelizmente estamos muito mal representados na defesa e proclamação da verdade.

Políticos evangélicos em Brasília – conversei com alguém do meio que me disse que tem vergonha de alguns políticos evangélicos. Não tem defendido e proclamado a verdade com suas vidas.

CONCLUSÃO

• Será que Igreja é simplesmente um prédio, um templo, uma denominação ou um clube?

Não,  NÓS SOMOS A IGREJA. NÓS SOMOS HABITAÇÃO DE DEUS VIVO! E por isso devemos temor e vida santa não apenas quando estamos aqui no templo, mas em toda a nossa vida, já que somos templo do Espírito Santo.

A nossa função como igreja é DEFENDER E PROMOVER a verdade que o evangelho ensina Devemos defender pregar a mensagem da cruz sem distorções ou tentativas de amenizar.

Autor: Rev. Andrei de Almeida Barros


Receba Estudos Biblicos todos os dias!
Cadastre-se seu e-mail! É Grátis
     Digite seu Email Abaixo
Emails Cadastrados

OBS: Não esqueça de confirmar seu email em seguida!