A Maior Praga da História


"Mas da árvore do conhecimento do bem e do mal, dela não comerás; porque no dia em que dela comeres, certamente morrerás." [Gênesis 2:17].

         A existência da humanidade sempre foi ameaçada pelo trinômio de pragas, guerras e fome, mas existe uma praga silenciosa que nos espreita e que supera essas três, se comparadas. Embora atualmente a população do mundo seja estimada em 6,7 bilhões de pessoas — e continua a crescer, apesar de guerras e catástrofes — 100% desse número tão grande (que é claro inclui você e eu) nasceu com uma condição que tem consequências infinitamente maiores!
         Você sabia que, segundo a Bíblia, todos os seres humanos nascem neste mundo espiritualmente mortos? O ato de desobediência de Adão condenou todos, em todo lugar, a uma existência de morte espiritual e afastamento de um Deus Santo — cuja perfeição de Ser e presença exige a mesma perfeição daqueles que viverão com Ele eternamente. Como só existiu um ser humano perfeito, Jesus Cristo — Deus encarnado — o resto de nós é deixado para encarar as consequências do pecado.
         O Senhor Jesus fez alusão à verdade da morte espiritual universal depois de um incidente em que exortou um homem a segui-Lo e ser Seu discípulo. Em vez de aceitar imediatamente, o homem se desculpou dizendo que primeiro precisava voltar para casa, esperar que seu pai morresse e então sepultá-lo:
 
"Jesus, porém, disse-lhe: Segue-me, e deixa os mortos sepultar os seus mortos." [Mateus 8:22].

         Então, muitos anos depois, o apóstolo Paulo explicou aos crentes de Éfeso que eles estavam em um estado de morte espiritual, antes de aceitar a Jesus Cristo como seu Senhor e Salvador pessoal:
 
"E vos vivificou, estando vós mortos em ofensas e pecados." [Efésios 2:1].

         Portanto, à luz dessas coisas, pergunto: Você é uma pessoa morta, andante e falante que está sob a condenação de Deus? Na verdade é desalentador pensar nisso, mas a grande maioria das 6,7 bilhões de pessoas no mundo hoje se enquadra nessa categoria! Apenas os relativamente poucos que nasceram de novo — foram regenerados espiritualmente — estão livres da ira de Deus sobre o pecado:
 
"Porque Deus amou o mundo de tal maneira que deu o seu Filho unigênito, para que todo aquele que nele crê não pereça, mas tenha a vida eterna. Porque Deus enviou o seu Filho ao mundo, não para que condenasse o mundo, mas para que o mundo fosse salvo por ele. Quem crê nele não é condenado; mas quem não crê já está condenado, porquanto não crê no nome do unigênito Filho de Deus. E a condenação é esta: Que a luz veio ao mundo, e os homens amaram mais as trevas do que a luz, porque as suas obras eram más. Porque todo aquele que faz o mal odeia a luz, e não vem para a luz, para que as suas obras não sejam reprovadas. Mas quem pratica a verdade vem para a luz, a fim de que as suas obras sejam manifestas, porque são feitas em Deus." [João 3:16-21].

         Segundo o próprio Senhor Jesus Cristo, o caminho para o céu é estreito e extremamente restrito:
 
"Disse-lhe Jesus: Eu sou o caminho, e a verdade e a vida; ninguém vem ao Pai, senão por mim." [João 14:6].

"Entrai pela porta estreita; porque larga é a porta, e espaçoso o caminho que conduz à perdição, e muitos são os que entram por ela; e porque estreita é a porta, e apertado o caminho que leva à vida, e poucos há que a encontrem." [Mateus 7:13-14].

        A posição teológica recentemente declarada pelo presidente George W. Bush (e defendida por muitos outros hoje em dia) é que todas as religiões oram ao mesmo deus e que existem muitos caminhos que levam ao céu. Mas, meu amigo, esses versículos citados anteriormente nos mostram que, com certeza, não é isso o que a Bíblia ensina. Qualquer "religião" ou qualquer sistema de crenças que não seja unicamente baseado em Jesus Cristo e no Evangelho apresentado na Bíblia — é definido pela Bíblia como falso.
         O cristianismo genuíno distingue-se das "religiões" do mundo por sua exclusividade. Há apenas um Deus e Ele se apresenta a nós na pessoa de Jesus Cristo — o Caminho, a Verdade e a Vida! Todos os outros que tentam apresentar a si mesmos ou seu sistema de crenças como "portas" para o céu são tidos por "ladrões e salteadores" (João 10:7-8).
         A natureza humana caída e depravada rejeita a exclusividade por causa de sua percepção de "injustiça", mas seja como for, Deus estabeleceu Seus termos para a salvação e eles devem ser cumpridos para que possamos receber a salvação. Simplificando, é do jeito dEle ou nada!
         Então, se por acaso você que está lendo isto pensa que pode ser uma dessas pessoas espiritualmente mortas, aconselho que faça alguma coisa a respeito. Em vez de rejeitar tudo isto como sendo ridículo, faça um favor a si mesmo e busque o perdão que pode ser obtido por meio da Pessoa de Jesus Cristo. Não existe uma fórmula mágica de palavras que devem ser ditas ou boas ações ou atos específicos de adoração que devem ser feitos para receber o perdão. Se você sentir a necessidade de pedir o perdão de Deus, o processo sobrenatural já começou!
 
"Ninguém pode vir a mim, se o Pai que me enviou o não trouxer; e eu o ressuscitarei no último dia." [João 6:44].

         Apenas confesse a Deus com seu coração que você é um pecador — você diz e faz coisas que sabe que são erradas — e peça a Ele para perdoá-lo e entrar na sua vida como Senhor e Salvador. É tudo uma questão de humildade e chegar-se a Ele com uma fé pura, como a de uma criança.
 
"Em verdade vos digo que qualquer que não receber o reino de Deus como menino, de maneira nenhuma entrará nele." [Marcos 10:15].

         Mas saiba que Deus conhece a diferença entre aquilo que realmente vem do coração e tentativas fingidas de obter "uma saída de emergência do inferno". Profissões de fé feitas artificialmente são frequentes, mas casos de salvação genuína não são tão comuns.
         Então, se Ele aceitar sua confissão de pecados e pedido de salvação, o resultado será nada menos que uma mudança de coração e de vida! Porque ser espiritualmente regenerado, ou "nascido de novo", envolve uma passagem literal da morte para a vida:
 
"Na verdade, na verdade vos digo que quem ouve a minha palavra, e crê naquele que me enviou, tem a vida eterna, e não entrará em condenação, mas passou da morte para a vida." [João 5:24].

         Você já fez isso e sua vida reflete essa realidade? Se não, recomendo que faça, porque há apenas um pequeno passo entre você e a eternidade:
 
"Porque diz: Ouvi-te em tempo aceitável e socorri-te no dia da salvação; eis aqui agora o tempo aceitável, eis aqui agora o dia da salvação." [2 Coríntios 6:2].


Autor: Pr Ron Riffe
Tradução: Marcelo N. Motta


Receba Estudos Biblicos todos os dias!
Cadastre-se seu e-mail! É Grátis
     Digite seu Email Abaixo
Emails Cadastrados

OBS: Não esqueça de confirmar seu email em seguida!