Estudo Bíblico Gospel

A Língua Mata?


Tema: Provérbios cap 18 v 21

“A morte e a vida estão no poder da língua; e aquele que a ama comerá do seu fruto.”

Introdução: É incrível a capacidade da língua, pois, permite a fala e conseqüentemente a comunicação, e quando não existe comunicação, aquilo que estamos fazendo ou realizando passa a andar lentamente e às vezes ficam parados durante anos, até que alguém se lembre e fale ou comente sobre o assunto fazendo com que os projetos tornem a andar. Entretanto, a língua também possui peçonhas mortais, capaz de levar todo o corpo ao abismo eterno porquanto disse São Tiago: “A língua está cheia de peçonha e os homens não podem dominá-la” (Tiago 3.8), diante destes fatos, eu chamo a sua atenção para esta tão grande verdade o qual Deus o SENHOR, tem tratado com os homens através dos séculos para que os mesmos, ponham freio em sua própria língua para gozarem o bem da sua fala.

ESBOÇO:

• NA LINGUA ESTÁ A VIDA E A MORTE
• A LÍNGUA E O FRUTO DA VIDA
• A LÍNGUA E O FRUTO DA MORTE
• O SENHOR JESUS É ENFÁTICO
• O PEDIDO DO SALMISTA
• CONCLUSÃO:

• NA LINGUA ESTÁ A VIDA E A MORTE

“A morte e a vida estão no poder da língua; e aquele que a ama comerá do seu fruto.” (Provérbios cap 18 v 21)

Meus irmãos o uso correto da língua é tão primordial que definirá se viveremos ou morreremos, ou seja, se não soubermos usar a nossa língua para: animar, consolar, confortar e corrigir em amor, não poderei comer a vida que a língua me produzira, antes pelo contrario, de Deus o SENHOR, receberei o mal. Para tanto acompanhe os benefícios da fala, e veja, qual é o desejo de Deus no uso correto da mesma.

• A LÍNGUA E O FRUTO DA VIDA

- A LINGUA ANIMA E CONFORTAR

Disse Davi a Salomão:
“Esforça-te e tem bom ânimo, e faze a obra; não temas, nem te apavores; porque o SENHOR Deus, meu Deus, há de ser contigo; não te deixará, nem te desamparará, até que acabe toda a obra do serviço da casa do SENHOR” (1º Crônicas cap 28 v 20)

- A LINGUA CONSOLA

“Consolai, consolai o meu povo diz o vosso Deus” (Isaias cap 40 v 1)
 

- A LINGUA CORRIGI

“Estas são as coisas que deveis fazer: Falem a verdade cada um com o seu próximo; executai juízo de verdade e de paz nas vossas portas.” (Zacarias cap 8 v 16)

Meus queridos, não haverá momentos em nosso viver, sem que encontremos pessoas com medo, pessoas que foram maltratadas, pessoas que não sabem as verdades de Deus e por isto vivem a sofrer. Mas, a questão é: como poderei eu viver bem, se ao invés de animar o fraco e aos tímidos, eu os desencorajo e ainda os envergonho na minha fala. Como haverá fé e vida nos corações se eu só planto a perda, a derrota e a morte. Como não haverá suicídios se eu não consolo a ninguém. Como as pessoas sairão do erro se eu não vos mostrar as verdades de Deus, a Salvação e o perdão dos pecados que está em Jesus Cristo o SENHOR. Todavia, se assim não nos portarmos nossa língua será um instrumento de falsidade, de mentiras, de separação e de perturbação; vejam a seguir.

• A LÍNGUA E O FRUTO DA MORTE

- A LINGUA DA FALSIDADE

“A falsa testemunha não ficará impune e o que respira mentiras não escapará.” (Provérbios cap 19 v 5)

- A LINGUA MENTIROSA

“Que te será dado, ou que te será acrescentado, língua enganadora? Flechas agudas do poderoso, com brasas vivas de zimbro” (Salmos cap 120 v 3- 4)

- A LINGUA DA SEPARAÇÃO

“O irmão ofendido é mais difícil de conquistar do que uma cidade forte; e as contendas são como os ferrolhos de um palácio.” (Provérbios cap 18 v 19)

- A LINGUA DA PERTURBAÇÃO

“Não admitirás falso boato, e não porás a tua mão com o ímpio, para seres testemunha falsa.” (Êxodo cap 23 v 1)

A língua mal utilizada só fará mal, tanto a si, quanto aos outros, pois, causará separação de irmão, provocará duvida na integridade de pessoas honesta com falsos boatos, fará com que inocentes sejam tidos como culpados, disseminará o ódio e a discórdia, provoca rebeliões e promovera facções, partidos e tantas desgraças, pois, bem disse São Tiago “Ela (língua), é um pequeno membro que se gloria de grandes coisas, e assim como um pequeno fogo é capaz de destruir um grande bosque tal é a língua mal utilizada” (Tiago cap 3 v 5)

• O SENHOR JESUS É ENFÁTICO

“A boca fala daquilo que está cheio o coração” (Lucas cap 6 v 45)

O Mestre e Salvador Jesus, foi direto no alvo de todo o mal, a saber, o coração humano (centro das emoções e sentimentos), pois, como poderei eu falar o bem, se meu coração está cheio de maldade? Como poderei usar minha língua para animar alguém, se no fundo estou com inveja de seu projeto e de sua iniciativa! Como consolarei alguém se estou feliz com sua perca, e satisfeito de não ser o único a perder alguma coisa! Como falarei a verdade se amo o engano? Mas, ao olharmos para as palavras de Deus o vemos dizer: “Língua enganadora as flechas do poderoso vira sobre ti com brasas de zimbro” (Salmos cap 120 v 3-4), ou seja, Deus julgará o homem pela sua fala e a ferida será mortal e o tormento será eterno, pois, a flecha trará a morte, e a brasa de zimbro é o fogo que não se apaga; símbolo do inferno.

• O PEDIDO DO SALMISTA: SENHOR QUE EU ESTEJA EM SILÊNCIO

O único capaz de dominar a língua do homem é Deus o SENHOR, e esta capacidade Ele dá aos seus servos (a), que realmente entendem o quão bom é guardar o silencio para não pecar com a sua fala. Isto é perfeitamente claro na revelação de Deus por meio do Salmista; observem: Salmos cap 39 v 1-9

“Guardarei a minha boca com um freio”
- Enquanto o Salmista ficou calado, guardando o silencio ele pode refletir na sua fragilidade (Sl 39 v 4)
- Ele viu o quão pequena é a sua vida que a comparou a um palmo de um homem (Sl 39 v 5)
- Ele viu que as aparências não significam nada, ele viu que as riquezas amontoadas ficam para outros (Sl 39 v 6)
- Enquanto guardava o silencio ele pode enxergar Deus como sua única esperança (Sl 39 v 7)
- Ele viu seus pecados e clamou por perdão (Sl 39 v 8)
- E ele reconheceu que se calou porque Deus o ajudou (Sl 39 v 9)

Conclusão: É notório tudo o que nos revela a palavra de Deus, pois, diz: Que até o louco quando se cala é tido por sábio (Provérbios cap 17 v 28), e ainda diz: Que todo aquele que guarda a sua boca e a sua língua guarda a sua alma das angústias. (Provérbios cap 21 v 23). Então eu pergunto: ficarei calado? Não mais abrirei a minha boca? De modo algum, pois, se de Deus temos a língua que nos proporciona a fala, devemos fazer o uso correto da mesma, fazendo como o Salmista: Eu preciso de um freio em minha boca (Salmos cap 39 v 1), logo, o problema não é falar, mas, O QUE SE ESTÁ FALANDO, SE EXISTE FREIO A ESTA LÍNGHA e ainda QUAL É O MEU DEPOSITO, pois, disse o SENHOR JESUS: “O homem bom tira do seu bom deposito, coisas boas” (Lucas cap 6 v 45).

Que o senhor nos ajude a gozar dos bons frutos de nossas palavras

Autor: Ev. Eli Hudson
Via: www.estudosgospel.com.br

Ev. Eli Hudson
Ev. Eli Hudson é casado pai de três filhos; tem exercido o Ministério Pastoral na Igreja Assembléia de Deus M. Perus; foi o pioneiro na fundação do trabalho no Bairro do Pretória (Bairro carente na periferia da cidade), Franco da Rocha - SP pela Igreja que responde, seu exercício no ministério é marcado pela pregação e ensino isto; nas Igrejas, nas Rádios, nas Praças, nos Presídios e atualmente na Radio Nova Estação (comunitária), na freqüência 87,5 FM das 15:00 as 16:00 horas ou por meio do Site: www.radioestacaofm.com.br
Também, está envolvidos em projetos Sociaias na Entidade Filantropica Azarias Ceifa o qual exerce a função de conselheiro Fiscal.

 
E-mail: This email address is being protected from spambots. You need JavaScript enabled to view it.
This email address is being protected from spambots. You need JavaScript enabled to view it.


Receba Estudos Biblicos todos os dias!
Cadastre-se seu e-mail! É Grátis
     Digite seu Email Abaixo
Emails Cadastrados

OBS: Não esqueça de confirmar seu email em seguida!