A Língua Mata?


Tema: Provérbios cap 18 v 21

“A morte e a vida estão no poder da língua; e aquele que a ama comerá do seu fruto.”

Introdução: É incrível a capacidade da língua, pois, permite a fala e conseqüentemente a comunicação, e quando não existe comunicação, aquilo que estamos fazendo ou realizando passa a andar lentamente e às vezes ficam parados durante anos, até que alguém se lembre e fale ou comente sobre o assunto fazendo com que os projetos tornem a andar. Entretanto, a língua também possui peçonhas mortais, capaz de levar todo o corpo ao abismo eterno porquanto disse São Tiago: “A língua está cheia de peçonha e os homens não podem dominá-la” (Tiago 3.8), diante destes fatos, eu chamo a sua atenção para esta tão grande verdade o qual Deus o SENHOR, tem tratado com os homens através dos séculos para que os mesmos, ponham freio em sua própria língua para gozarem o bem da sua fala.

ESBOÇO:

• NA LINGUA ESTÁ A VIDA E A MORTE
• A LÍNGUA E O FRUTO DA VIDA
• A LÍNGUA E O FRUTO DA MORTE
• O SENHOR JESUS É ENFÁTICO
• O PEDIDO DO SALMISTA
• CONCLUSÃO:

• NA LINGUA ESTÁ A VIDA E A MORTE

“A morte e a vida estão no poder da língua; e aquele que a ama comerá do seu fruto.” (Provérbios cap 18 v 21)

Meus irmãos o uso correto da língua é tão primordial que definirá se viveremos ou morreremos, ou seja, se não soubermos usar a nossa língua para: animar, consolar, confortar e corrigir em amor, não poderei comer a vida que a língua me produzira, antes pelo contrario, de Deus o SENHOR, receberei o mal. Para tanto acompanhe os benefícios da fala, e veja, qual é o desejo de Deus no uso correto da mesma.

• A LÍNGUA E O FRUTO DA VIDA

- A LINGUA ANIMA E CONFORTAR

Disse Davi a Salomão:
“Esforça-te e tem bom ânimo, e faze a obra; não temas, nem te apavores; porque o SENHOR Deus, meu Deus, há de ser contigo; não te deixará, nem te desamparará, até que acabe toda a obra do serviço da casa do SENHOR” (1º Crônicas cap 28 v 20)

- A LINGUA CONSOLA

“Consolai, consolai o meu povo diz o vosso Deus” (Isaias cap 40 v 1)
 

- A LINGUA CORRIGI

“Estas são as coisas que deveis fazer: Falem a verdade cada um com o seu próximo; executai juízo de verdade e de paz nas vossas portas.” (Zacarias cap 8 v 16)

Meus queridos, não haverá momentos em nosso viver, sem que encontremos pessoas com medo, pessoas que foram maltratadas, pessoas que não sabem as verdades de Deus e por isto vivem a sofrer. Mas, a questão é: como poderei eu viver bem, se ao invés de animar o fraco e aos tímidos, eu os desencorajo e ainda os envergonho na minha fala. Como haverá fé e vida nos corações se eu só planto a perda, a derrota e a morte. Como não haverá suicídios se eu não consolo a ninguém. Como as pessoas sairão do erro se eu não vos mostrar as verdades de Deus, a Salvação e o perdão dos pecados que está em Jesus Cristo o SENHOR. Todavia, se assim não nos portarmos nossa língua será um instrumento de falsidade, de mentiras, de separação e de perturbação; vejam a seguir.

• A LÍNGUA E O FRUTO DA MORTE

- A LINGUA DA FALSIDADE

“A falsa testemunha não ficará impune e o que respira mentiras não escapará.” (Provérbios cap 19 v 5)

- A LINGUA MENTIROSA

“Que te será dado, ou que te será acrescentado, língua enganadora? Flechas agudas do poderoso, com brasas vivas de zimbro” (Salmos cap 120 v 3- 4)

- A LINGUA DA SEPARAÇÃO

“O irmão ofendido é mais difícil de conquistar do que uma cidade forte; e as contendas são como os ferrolhos de um palácio.” (Provérbios cap 18 v 19)

- A LINGUA DA PERTURBAÇÃO

“Não admitirás falso boato, e não porás a tua mão com o ímpio, para seres testemunha falsa.” (Êxodo cap 23 v 1)

A língua mal utilizada só fará mal, tanto a si, quanto aos outros, pois, causará separação de irmão, provocará duvida na integridade de pessoas honesta com falsos boatos, fará com que inocentes sejam tidos como culpados, disseminará o ódio e a discórdia, provoca rebeliões e promovera facções, partidos e tantas desgraças, pois, bem disse São Tiago “Ela (língua), é um pequeno membro que se gloria de grandes coisas, e assim como um pequeno fogo é capaz de destruir um grande bosque tal é a língua mal utilizada” (Tiago cap 3 v 5)

• O SENHOR JESUS É ENFÁTICO

“A boca fala daquilo que está cheio o coração” (Lucas cap 6 v 45)

O Mestre e Salvador Jesus, foi direto no alvo de todo o mal, a saber, o coração humano (centro das emoções e sentimentos), pois, como poderei eu falar o bem, se meu coração está cheio de maldade? Como poderei usar minha língua para animar alguém, se no fundo estou com inveja de seu projeto e de sua iniciativa! Como consolarei alguém se estou feliz com sua perca, e satisfeito de não ser o único a perder alguma coisa! Como falarei a verdade se amo o engano? Mas, ao olharmos para as palavras de Deus o vemos dizer: “Língua enganadora as flechas do poderoso vira sobre ti com brasas de zimbro” (Salmos cap 120 v 3-4), ou seja, Deus julgará o homem pela sua fala e a ferida será mortal e o tormento será eterno, pois, a flecha trará a morte, e a brasa de zimbro é o fogo que não se apaga; símbolo do inferno.

• O PEDIDO DO SALMISTA: SENHOR QUE EU ESTEJA EM SILÊNCIO

O único capaz de dominar a língua do homem é Deus o SENHOR, e esta capacidade Ele dá aos seus servos (a), que realmente entendem o quão bom é guardar o silencio para não pecar com a sua fala. Isto é perfeitamente claro na revelação de Deus por meio do Salmista; observem: Salmos cap 39 v 1-9

“Guardarei a minha boca com um freio”
- Enquanto o Salmista ficou calado, guardando o silencio ele pode refletir na sua fragilidade (Sl 39 v 4)
- Ele viu o quão pequena é a sua vida que a comparou a um palmo de um homem (Sl 39 v 5)
- Ele viu que as aparências não significam nada, ele viu que as riquezas amontoadas ficam para outros (Sl 39 v 6)
- Enquanto guardava o silencio ele pode enxergar Deus como sua única esperança (Sl 39 v 7)
- Ele viu seus pecados e clamou por perdão (Sl 39 v 8)
- E ele reconheceu que se calou porque Deus o ajudou (Sl 39 v 9)

Conclusão: É notório tudo o que nos revela a palavra de Deus, pois, diz: Que até o louco quando se cala é tido por sábio (Provérbios cap 17 v 28), e ainda diz: Que todo aquele que guarda a sua boca e a sua língua guarda a sua alma das angústias. (Provérbios cap 21 v 23). Então eu pergunto: ficarei calado? Não mais abrirei a minha boca? De modo algum, pois, se de Deus temos a língua que nos proporciona a fala, devemos fazer o uso correto da mesma, fazendo como o Salmista: Eu preciso de um freio em minha boca (Salmos cap 39 v 1), logo, o problema não é falar, mas, O QUE SE ESTÁ FALANDO, SE EXISTE FREIO A ESTA LÍNGHA e ainda QUAL É O MEU DEPOSITO, pois, disse o SENHOR JESUS: “O homem bom tira do seu bom deposito, coisas boas” (Lucas cap 6 v 45).

Que o senhor nos ajude a gozar dos bons frutos de nossas palavras

Autor: Ev. Eli Hudson
Via: www.estudosgospel.com.br

Ev. Eli Hudson
Ev. Eli Hudson é casado pai de três filhos; tem exercido o Ministério Pastoral na Igreja Assembléia de Deus M. Perus; foi o pioneiro na fundação do trabalho no Bairro do Pretória (Bairro carente na periferia da cidade), Franco da Rocha - SP pela Igreja que responde, seu exercício no ministério é marcado pela pregação e ensino isto; nas Igrejas, nas Rádios, nas Praças, nos Presídios e atualmente na Radio Nova Estação (comunitária), na freqüência 87,5 FM das 15:00 as 16:00 horas ou por meio do Site: www.radioestacaofm.com.br
Também, está envolvidos em projetos Sociaias na Entidade Filantropica Azarias Ceifa o qual exerce a função de conselheiro Fiscal.

 
E-mail: This email address is being protected from spambots. You need JavaScript enabled to view it.
This email address is being protected from spambots. You need JavaScript enabled to view it.