Depois de curar um leproso, Jesus disse: 'Olha, não digas nada a ninguém...' (Marcos 1:44). Outro relato diz: 'E ele curou muitos doentes de toda sorte de enfermidades; também expeliu muitos demônios, não lhes permitindo que falassem, porque sabiam quem ele era' (Marcos 1:34).
Há muitas mentiras que somos tentados a acreditar que podem afetar nossa comunhão com Cristo. Aqui estão quatro às quais você deve estar atento - Esse pecado não é sério o suficiente para levá-lo a Jesus, esse pecado é tão mau que eu não posso nem olhar para Jesus, não me sinto mal o suficiente por meu pecado, eu não me purifiquei o suficiente ainda. Sua lentidão em vir a Jesus diariamente, em toda as horas, mesmo em face ao pecado, somente resultará em falta de comunhão com Ele.
Jesus e os discípulos a caminho de Emaús. Jesus agora tinha um corpo de glória. A aparência cansada, sofrida e ferida, do servo humilhado, já não se via. Por que eles demoram tanto a reconhecer Jesus? A crucificação havia acabado com a fé deles? É possível que muitos de nós, mesmo tendo um diálogo com Jesus, não O reconheça?
Creio que esta pergunta deva fazer parte do vocabulário de muitas pessoas. Alguém poderá dizer: eu nasci assim, sou assim, o que será que tenho que mudar para ir até Jesus? Ou será que Jesus me aceita como eu sou? Sim. Jesus te aceita como você é, mas se recusa a deixá-lo como você está.
A parábola do mordomo infiel é sem dúvida a parábola mais polêmica de Jesus. Todos os crentes serão chamados à prestação de conta. Contudo, sobre os líderes, os mordomos ou despenseiros da Obra, recairá maior exigência - 'E, a qualquer que muito for dado, muito se lhe pedirá, e ao que muito se lhe confiou muito mais se lhe pedirá'
Jesus fala aos Romanos - Não queime a largada pensando que vocês poderiam ajuntar santidade suficiente para conquistar sua aceitação junto ao Deus triplamente santo. Não é o piedoso que meu Pai justifica, mas o ímpio. Vocês não sabem quão profundamente pecaminosos são, que é impossível para os que estão na carne agradar a Deus, que nenhum esforço humano poderia justificar-lhes à vista do meu Pai?
A mulher que ungiu os pés de Jesus, estava visivelmente grata por tudo e prestou-Lhe uma adoração sincera. Jesus compreende perfeitamente a grandeza de cada gesto, o significado de cada lágrima, o deslizar do óleo que simbolizava exatamente o bálsamo curador da alma daquela mulher, outrora tão desprezada e infeliz! Óleo ajuntado sob lágrimas de arrependimento. Jesus estava no coração daquela mulher, que já não era pecadora, pois estava ali, implorando perdão. Suspirando por misericórdia.
Para muitos adoradores dedicados do Deus Jeová, é a própria essência da blasfêmia dizer que houve uma época em que Ele se revestiu de um corpo humano e viveu aqui na terra como homem por um período de tempo.
É verdade que a própria palavra 'sangue' já assusta as pessoas. Também é verdade que o sangue de Cristo amedronta o diabo, por ser a única coisa que purifica uma alma enferma por causa do pecado. Neste estudo vamos aprender 1O Verdades do Poder no Sangue de Jesus.
“Acima de tudo, lembrai-vos de que nenhuma profecia da Escritura é de particular interpretação. Pois a profecia nunca foi produzida por vontade dos homens, mas os homens santos da parte de Deus falaram movidos pelo Espírito Santo”. (1 Pedro 1:20-21)
Assista TV e você verá o Nome de Deus Pai e Deus Filho sendo ridicularizado, usado em vão, para amaldiçoar, e de muitos outros jeitos que negam a santidade, beleza, majestade, poder, glória, e a maravilha que Ele é. Exceto boicotar alguns produtos, escrever cartas/emails, telefonar para estações de TV ou enviar petições, você realmente não verá qualquer outra demonstração visível da indignação do cristãos. Além disso, pelo mundo afora, vemos pessoas iradas fazendo todo tipo de mal por causa da difamação do nome do profeta deles. Qual é a diferença? Por que os cristãos não queimam coisas quando Jesus é ridicularizado?
Eu respeito muito vocês e o seu Jesus, admiro muito o trabalho de vocês e acho muito bonito os cultos, os louvores a palavra que é pregada, mas isto não é para mim, acho que não estou preparado. Eu não quero compromisso com  Jesus. Gosto de baladas, vida noturna, bares e festas. Eu não quero trocar tudo isto por Jesus.